Domingo, 26 de Março de 2006
O 301

 Três anos após descobrir o percurso do 55 com uma poupança de 5$00, tornei-me freguês habitual deste autocarro. Prosseguir para o 7º ano deu-me então direito ao passe: o percurso diário era até ao Arco do Cego, onde era a escola.
  Havia um 55 de 20 em 20 minutos; ao todo havia quatro carros fazendo esta carreira. Costumava apanhar o das sete e cinquenta, que dava para chegar, o mais tardar às oito e cinco.
 Ora, calhava que, saindo da escola à uma da tarde, era o mesmo carro que apanhara de manhã que vinha de volta e que eu apanhava. O autocarro que mais me transportou nestas andanças de 55, lembra-me muito bem dele: foi o 301.
  Naquele tempo, o 301 somaria por certo mais de vinte anos ao serviço da Carris. Pois bem: este autocarro conseguia o notável feito de subir a íngreme ladeira nascente da Alameda de D. Afonso Henriques em 2ª. Chegava a subi-la em 2ª mesmo sem ganhar embalagem, por encontrar vermelho o semáforo do cruzamento com a Rua Rosa Damasceno. Lembro-me de andar noutros 55 que só conseguiam subir em 1ª. E era se fosse: alguns paravam por altura da Rua Actor Vale e não subiam mais. Eh pá! Lá tinham de ir os passageiros a pé até ao cimo da rampa onde ficava uma paragem; ali ficavam à espera que o autocarro conseguisse acabar a subida sem carga. Caso contrário era esperar pelo próximo. Muita gente aborrecia-se e ia-se embora a pé.
  Hoje nenhum autocarro da Carris enfrenta a ladeira nascente da Alameda.
 O 301, que vedes aí numa fotografia de 1999, se existir, há-de ter à roda de cinquenta anos.

Imagem original em webshots.com
DD-56-73 - Carris 301, Algés, 1999.
Fotografia: Marco Lindo - AEC Society.



Escrito com Bic Laranja às 12:29
Verbete | Comentar |

Comentários:
De Bic Laranja a 7 de Fevereiro de 2008 às 23:39
Grato pela informsação. Boas viagens! :)


De Ricardo Figueiredo a 8 de Outubro de 2007 às 13:27
O autocarro ainda existe, e costuma estar exposto agora na Praça do Comércio aos domingos, juntamente com o 109.

Parabéns pelo blog.


De Bic Laranja a 29 de Março de 2006 às 21:48
Lamento recordar-lhe tão desafortunado acontecimento. Cumpts.


De Zeca a 29 de Março de 2006 às 11:21
O que esta foto me veio recordar, meu Deus.
Andava eu na Eugénio dos Santos (Alvalade) e sempre que acabava as aulas ia a pé para casa.
Então um dia apanhei o autocarro (este modelo) e quando veio o pica-bilhetes, eu, armado em bom, desci em andamento.
Resultado, braço partido, fronha toda amarrotada e uma sova das antigas.
E outras e outras......




De Bic Laranja a 27 de Março de 2006 às 22:09
Obrigado pela simpática visita e pelo amável contributo de recordações. Cumpts.


De Rui Silva a 27 de Março de 2006 às 21:35
Curioso este blog. Cheio de recordações. Muito bom mesmo. Parabens. Já não sou do tempo dos autocarros verdes, e a carreira que mais utilizei foi o 23 da Carris e o 2 da Vimeca.


De Bic Laranja a 27 de Março de 2006 às 10:25
Hei-de averiguar essa carreira para o D. Diniz. O 5 julgo que foi o último autocarro de 2 pisos a circular. Cumpts.


De Joo a 27 de Março de 2006 às 09:02
Ai que saudades meu Deus, ai que saudades...!
Fui “cliente” diário de um “espécime” destes anos a fio, primeiro a caminho do “Liceu D. Diniz” (por mais que a “escarafunche” não me recordo do número da “carreira” maldita memória!), depois a caminho do Aeroporto, na “operária carreira 5”!
Destas e de outras “carreiras” guardo “estórias” nostalgicamente hilariantes...

Aquele abraço!


De Bic Laranja a 26 de Março de 2006 às 22:38
Marca uma época, marca. E dá-me saudade. Os autocarros eram da marca inglesa AEC, integrada depois na Leyland. As carroçarias, originalmente da Weymann, eram depois feitas na UTIC e na própria Carris. Penso que a cor verde tem origem na concessão à firma inglesa. Já a febre laranja desconheço a razão: foi uma coisa que deu em 75 e afectou rodoviárias e ferroviárias e fluviais... Escapou a TAP e o Metro não sei como. Cumpts.


De O Restaurador a 26 de Março de 2006 às 18:32
I Encontro de Blogues em Vila Viçosa

Participe e divulgue! Saiba mais em http://encontrodeblogues.pt.vu/ e no Restaurador da Independência.

Saudações!


Comentar

Abril 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11

14
16
18

20
21
23
24
25
26

27
28
29
30


Visitante


Contador

Projecto de lei
Assinaturas: 14 112 (faltam 20 899)

Rejeita o Acordo Ortográfico e procura um meio de acabar com ele? Subscreva a Iniciativa Legislativa de Cidadãos! São dois passos:

  1. Assine em PDF ou em Word
  2. Remeta para:

  3. Apartado 53
    2776-901 Carcavelos (se por CTT)

A ILCao, não é uma Petição, é um Projecto de Lei redigido por um grupo de cidadãos para submissão ao Parlamento, sem qualquer patrocínio ou instituição subjacentes. A ILCao, é a forma directa e apartidária de exprimir a vontade popular à Assembleia da República.

A ILCao está redigida e publicada. Todas as informações estão disponíveis no sítio oficial http://ilcao.cedilha.net

  • NÃO SE RESIGNE. ASSINE!
Pesquisar
 
Ligações

Adamastor (O)
Aforismos e Afins
Arquivo Digital 7cv
Bic Cristal
Blog[o] de Cheiros
Caminhos de Ferro Vale Fumaça
Carmo e a Trindade (O)
Chez George Sand
Cidade Surpreendente (A)
Combustões
Corta-Fitas( pub)
Delagoa Bay (The)
Delito de Opinião
Destino Marca a Hora (O)
Dias que Voam
Eléctricos
Espectador Portuguez (O)
Estado Sentido
Fadocravo
Firefox contra o Acordo Ortográfico
Garden of Philodemus
H Gasolim Ultramarino
História das Carreiras da Carris( pub)
Ilustração Portuguesa
Jansenista (O)
Jovens do Restelo
Lisboa
Lisboa Desaparecida
Lisboa S.O.S.
Menina Marota
Mercado de Bem-Fica
Meu Bazar de Ideias
Palaurossaurus Rex
Perspectivas(pub)
Pipàterra
Pombalinho
Porta da Loja
Porto e não só (Do)
Pena e Espada(pub)
Portugal em Postais Antigos(pub)
Retalhos de Bem-Fica
Restos de Colecção
Rio das Maçãs(pub)
Ruas de Lisboa com Alguma História
Ruinarte(pub)
Terra das Vacas (Na)
Ultramar

Arquivo

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Fides