Domingo, 31 de Agosto de 2008
Esta vida de turista! (epílogo)

 O postal remetido sem selo (v. Correio) chegou sem multa ao destino oito dias depois, com carimbo do posto de correio de 8/7/2008. Honra aos C.T.T..


Praia da Falésia - Algarve - Portugal.
(c) Ilustral, Refª 194.
Postal circulado sem selo dos Olhos de Água, Albufeira, para Lisboa em 8/7/2008.



Escrito com Bic Laranja às 22:50
Verbete | Comentar | Comentários (7)

Esta vida de turista! (12/7/2008)

Estábulos destinados a cavalos

 Estábulos destinados a outra espécie senão a cavalos pode ser pouco aceitável. Mas pelo linguajar de azémola, alguns não se perdia nada dormirem lá.



Escrito com Bic Laranja às 14:41
Verbete | Comentar | Comentários (2)

Esta vida de turista! (11/7/2008)

Gente

 São duas as personagens famosas que já topei estas férias. Quando chegámos encarei com a Suzanne Vega. Ontem no restaurante estava a Miss Piggy. São a cara chapada de duas que trabalham lá na...

(Retrato de Miss Piggy a partir do Sapo)

Os patagões do aquecimento noticioso

 A notícia do degelo na Patagónia é de certeza uma consequência da doutrina calorífera agora em voga. Que o próprio degelo o seja já ponho mais dúvidas.

Os patagões e os exames nacionais

 Neste tempo em que qualquer tolice afirmada em UHF, por cabo ou no jornal passa por tese científica ninguém concebe nada com singela facilidade. Se há algo fácil elaboram logo com pompa: é facilitismo. Mas acaba por estar bem: Facilitismo conforma todo um sistema de eduquês, provas de cacaracacá, correcção em banda larga e comentário de especialistas light sobre... 

Hosé Mourinho

 Cada vez que ouço o Mourinho a falar inglês tenho que lembrar-me que ele foi intérprete do sr. Robson. Esforço-me por não me esquecer de me lembrar...

(Imagem daqui...)

Melão

 Quem diz melão diz meloa (prefiro meloa a melão). Ando desiludido com as meloas. Todas as que escolho não prestam. Uma excepção: a primeira que comprámos ao chegar ao Algarve era  uma maravilha! Doce e sumarenta. Conclui à pressa que o que fazia falta era livrarmo-nos da fruta sensaborona dos hipermercados que (parece) vem toda de Espenha.
  Errado! Nem por serem do Algarve as meloas foram melhores. Daquela meloa em diante tornou tudo ao mesmo.  Mas a premissa não a descarto. Em vez dos árabes, as técnicas agrícolas também devem agora vir de Espenha. Daqui o [meu] melão...

(Imagem em Ti@go.spot)

Policiamento de quê?

 O linguajar que ouço na televisão arrepia. Arrepia tanto mais porque espelha a mente dos locutores, especialistas, etc., e esses fazem escola. Por mais que me esforce não concebo policiamento sem haver polícia nos locais a vigiar. Para que dirão agora "de proximidade"?

Cerveja preta

 No resturante. O rótulo da cerveja que me põem na mesa diz-me fora de contexto - "Estás convocado!" - Tratamento demasiado familiar, este, por tu. Para marketeiros: eu sou «público-alvo» de mais cerimónia. Esta marca não me serve.

Carreira 19, P.Figueira (Theo Neutelings, 1990)
Carreira 19, Praça de Figueira, 1990.
Theo Neutelings, in
world.nycsubway.org.



Escrito com Bic Laranja às 13:06
Verbete | Comentar | Comentários (2)

Sexta-feira, 29 de Agosto de 2008
O romance de Duarte Pacheco

Filomena Marona Beja, "A Cova do Lagarto",

 Tenho sem abrir há dias na mesinha de cabeceira A Cova do Lagarto. O título desgarrado conjuga-se com os parágrafos telegráficos que se espalham em novelo caótico pelas páginas de papel meio pardo. Não ficava mal a coisa feita blogo, mas um livro é mais que a costura das páginas. A extravagância é só aparente porque os cânones da nova ortodoxia fracturante premeiam hoje em dia todo o tipo de absurdo como originalidade artística. Prosa sem fio pode ser entendida assim... Melhora ainda se a autora se refere sempre a Salazar como o Outro, com o 'O' grande, apesar de tudo.
 - Artifício literário, não exageremos! - dir-me-ão.
 Sem dúvida. Se fosse no tempo dele, o Outro, a censura havia de boçalmente riscar a arte, mesmo apesar do 'O' grande. Como é hoje trata a autora de livremente lhe não enunciar o nome. Tomar-lhe a arte literária como censura é que não, claro! (Não fales no diabo...)
 Como do título não se tirava que fosse acerca do engº Duarte Pacheco, o editor - comercialmente muito ortodoxo, pois bem! - colou-lhe já depois de impresso um autocolantezinho redondo dizendo: O romance de Duarte Pacheco.
 Vou agora voltar a ele, passe a publicidade.



Escrito com Bic Laranja às 00:01
Verbete | Comentar | Comentários (4)

Quinta-feira, 28 de Agosto de 2008
A ronda da noite


A ronda da noite, Rembrandt, 1642.
Óleo sobre tela, 363 x 437 cm,
 Rijksmuseum, Amesterdão.



Escrito com Bic Laranja às 20:50
Verbete | Comentar | Comentários (4)

Quarta-feira, 27 de Agosto de 2008
Alarme

 Onda de notícias aumenta o eco dos crimes violentos.


Quiosque, balança e lixo, Rua da Palma, 1976.
F. Gonçalves, in Arquivo fotográfico da C.M.L..



Escrito com Bic Laranja às 19:53
Verbete | Comentar | Comentários (16)

Terça-feira, 26 de Agosto de 2008
A vida de Brian (*)

 Há quem diga que os porcos dizem barac barac ou algo do género mas o pregão mais ouvido é ao Obama. Se houvesse um contador de pregões ao Obama nos noticiários, Jesus!...
 Há instantes as notícias do Sapo apregoavam o Obama a 9.954 cada pesquisa. Já alguém viu em quanto está o McCain? E no telejornal, ao jantar, vi que o F.B.I. capturou uns bandidos mesmo com caras de mau que planeavam um atentado 'à-boma'...
 É um problema não haver carrinhas da Prosegur na América.


A imprensa favorece Obama, Dailyshow, 24/7/2008.

 


(*) Brian nasceu no genuíno dia de Natal num estábulo ali ao lado. Ele passa a vida a ser confundido com um Messias.



Escrito com Bic Laranja às 22:29
Verbete | Comentar | Comentários (4)

Dos riscos da aeronáutica

 Gostava de ouvir um comentário do sr. ministro Mário Lino sobre o festival aéreo da Red Bull.

Festival aéreo Red Bull (Porto 2007)
Festival aéreo Red Bull, Porto, 2007.
(A imagem é do blogo do João Gonçalves.)



Escrito com Bic Laranja às 17:46
Verbete | Comentar | Comentários (2)

Segunda-feira, 25 de Agosto de 2008
Normal

 O locutor da rádio dizia: - "Porque conseguem melhores resultados os atletas paralímpicos que os ditos normais." - Repetiu várias vezes a arenga dos "ditos normais"; não era ele que afirmava, era alguém, os outros, a sociedade. E ele não tinha outra palavra...
 Este locutor (uma das maiores figuras do Rádio Clube segundo o próprio Rádio Clube) mete-se em sérios apuros. Se o mais comum dos humanos tem por norma dois braços, duas pernas e cinco dedos nas mãos e alguém ao referir-se-lhe não consegue simplesmente designá-lo como... normal, que raio de termo politicamente correcto se haverá de inventar?!...
 Este locutor da rádio - escolhido a dedo - há-de rapidamente conseguir transformar a linguagem no mais completo obstáculo à comunicação.
 Pergunto: será isto dum locutor de rádio dito normal?



Escrito com Bic Laranja às 23:12
Verbete | Comentar | Comentários (8)

'Nonsense'

I read the news today oh boy
Four thousand holes in Blackburn, Lancashire
And though the holes were rather small
They had to count them all
Now they know how many holes it takes to fill the Albert Hall



The Beatles - A Day In Life



Escrito com Bic Laranja às 22:58
Verbete | Comentar

Domingo, 24 de Agosto de 2008
Do ruído e da imagem

imagedownload.jpg
(1ª página do Correio da Manhã, hoje.)



Escrito com Bic Laranja às 11:56
Verbete | Comentar | Comentários (4)

Oportunista

Um autêntico ministro (independentemente de ser autêntica ou não a fotografia).


(Imagem oportunamente pescada no 31 da Armada)



Escrito com Bic Laranja às 10:42
Verbete | Comentar | Comentários (4)

Sábado, 23 de Agosto de 2008
Francisco Mira

 O valente forcado Francisco Mira do grupo de forcados amadores da minha terra levou a cabo há pedaço, em Albufeira, uma magnífica pega. Deu duas voltas de consagração à arena. O público exigiu.


Forcados amadores de Lisboa (foto de João Silva in bandadosamouco.blogspot.com )


Adenda: Francisco Alegre (pasodoble)



Escrito com Bic Laranja às 00:25
Verbete | Comentar | Comentários (8)

Quinta-feira, 21 de Agosto de 2008
Será demais pedir para pagar?

 Disseram da companhia do gás que podia pagar a conta atrasada na loja das máquinas de costura. Pareceu-me bem.
 Uma boa meia hora antes de fechar duas empregadas conversam ao balcão; talvez espantando o tédio da loja às moscas. Com algum fastio, quando digo ao que vou interrompendo-as, respondem-me que pagar o gás é só até às cinco e meia.
 - Bem vejo! O empregado da companhia do gás sai a essa hora - comento.
 - Não. Somos nós que recebemos. Mas esse serviço só o fazemos até às cinco e meia da tarde.
 - Ah! São as senhoras que recebem. E depois dessa hora já não...
 - Depois dessa hora já não.

Três, dois, um, vai arrancar [...]
 o nosso fado
 do coitado, do comido
 Porque é que o país se queixa do que podia ter sido? [...]



Escrito com Bic Laranja às 11:23
Verbete | Comentar | Comentários (8)

Segunda-feira, 18 de Agosto de 2008
- Há frut' òò-chicolate!

 Em menino era guloso. Dos bolos fui aprendendo o nome mas dos gelados da minha infância não tive tempo. Desse tempo em que a minha mãe mos comprava comigo apontando: -"Quero um destes!" - tenho uma vaga ideia de que, antes de haver Super Máxis, houve um gelado do género (chocolate e baunilha) que emparelhava com os Laranja e Ananás na forma (cf. 1971) e que depois acabou.
 E ao depois acabaram também aqueles que tinham um copo com um pauzinho para empurrar por baixo.
 E acabaram também com um que emparelhava com o Crispy, com menos amendoim por fora mas com frutinhas por dentro que uma vez - lembra-me - o Ti Nitas me pagou um lá na leitaria.
 E por fim até acabaram com o Crispy.
 E agora - não sei se sou eu, se é essa maluqueira da alimentação saudável que para aí vai - nem o Super Maxi tem já o mesmo sabor que tinha dantes.
 


1971


1972


1973


1974

 Os cartazes (infelizmente ilegíveis) estão nas imagens de marca. Recordou-mos hoje a srª Dª C.C..



Escrito com Bic Laranja às 20:55
Verbete | Comentar | Comentários (45)

A estrada mais perigosa do mundo

E porque não? Tem mais ar de zona de guerra que aqueloutra...

Estrada de Chelas, 97 (Lisboa, 2008)
Estrada de Chelas (antigos 87-97), Lisboa, 2008.



Escrito com Bic Laranja às 17:00
Verbete | Comentar | Comentários (21)

Domingo, 17 de Agosto de 2008
Domingo à noite...


Tenderly by Ella Fitzgerald on Grooveshark



Escrito com Bic Laranja às 22:20
Verbete | Comentar | Comentários (2)

Rua das Picoas

Rua das Picoas, Lisboa (A.C.Lima, c. 1900)
Rua das Picoas, Lisboa, c. 1900.
Alberto Carlos Lima, in Arquivo Fotográfico da C.M.L..

 Aliás, Rua Engº Vieira da Silva...
 Voltando atrás: Rua das Picoas; na primeira à direita, depois do burro, a Rua Fernão Lopes; seguindo adiante, o cruzamento com a Av. Fontes Pereira de Melo; mais para diante, pelas traseiras do que foi o Colégio Normal de Lisboa (pousa lá hoje o Monumental), alcança-se o último troço (sobrevivente) da dita Rua das Picoas.
 Segue-se ao depois a Rua das Cangalhas...
 Os alfacinhas aqui diante parecem dirigir-se para a Actor Taborda.



Escrito com Bic Laranja às 21:00
Verbete | Comentar | Comentários (5)

Colégio Normal de Lisboa


Colégio Normal de Lisboa, Saldanha, 1938.
Eduardo Portugal, in Arquivo Fotográfico da C.M.L..



Escrito com Bic Laranja às 07:25
Verbete | Comentar

Sábado, 16 de Agosto de 2008
Rua Engº Vieira da Silva

Rua Engº Vieira da Silva, Lisboa, (A. Serôdio, 1955)

Rua Engº Vieira da Silva, Lisboa, 1955.
Armando Serôdio, in Arquivo Fotográfico da C.M.L..



Escrito com Bic Laranja às 23:25
Verbete | Comentar | Comentários (5)

Agosto 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11

15
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


Visitante

Contador
Selo de garantia
Pesquisar
 
Ligações

Adamastor (O)
Apartado 53
Arquivo Digital 7cv
Bic Cristal
Blog[o] de Cheiros
Caminhos de Ferro Vale Fumaça
Carmo e a Trindade (O)
Chove
Cidade Surpreendente (A)
Corta-Fitas(pub)
Delito de Opinião
Dragoscópio
Eléctricos
Espectador Portuguez (O)
Estado Sentido
Eternas Saudades do Futuro
Fadocravo
Firefox contra o Acordo Ortográfico
H Gasolim Ultramarino
Ilustração Portuguesa
Lisboa
Lisboa de Antigamente
Lisboa Desaparecida
Menina Marota
Mercado de Bem-Fica
Meu Bazar de Ideias
Paixão por Lisboa
Pena e Espada(pub)
Pequena Alface (Da)
Perspectivas(pub)
Pombalinho
Porta da Loja
Porto e não só (Do)
Portugal em Postais Antigos(pub)
Retalhos de Bem-Fica
Restos de Colecção
Rio das Maçãs(pub)
Ruas de Lisboa com Alguma História
Ruinarte(pub)
Santa Nostalgia
Terra das Vacas (Na)
Ultramar

Arquivo

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

RSS
----