Sábado, 30 de Julho de 2016
O negócio da distribuição pelo trilho ortográfico

 « O pasodoble entra-me em casa pela varanda do saguão» podia ser a frase de abertura burilada ao estilo do Fernando Alves, dos Sinais; abertura de croniqueta de bairro ou verbete olisipográfico (continuemos no estilo), mas não vou mais além. Inaugura-se agora, neste preciso momento, hoje, última sexta-feira de Julho do ano de 16, com charanga e pasodoble, o novo super do bairro. A Sr.ª Conceição dizia-me na escada que fôra ver da janela que dá para lá, para aquele lado da rua. E o que viu era uma multidão, à espera da solene abertura da loja. — É disto que o meu povo gosta, já dizia um outro jornalista, um da bola! — Só não foi ela lá ver também, diz-me, por estar sozinha e lhe faltar a Paula, a empregada, que está de férias. Enquanto aguardo que apareça o mestre de obras que marcou de vir limpar os algerozes vou, pois, ouvindo a fanfarra da inauguração pela varanda do saguão, animado, não de lá ir por promoções e inaugurações, mas por me servir no futuro para comprar papel higiénico, a única compra que faço questão de fazer naquele super.

Caso real de boicote doméstico ao Acordo Ortográfico (2011-2016)

Quem ganha com o aborto gráfico?...



Escrito com Bic Laranja às 19:00
Verbete | Comentar

Sexta-feira, 29 de Julho de 2016
Reminiscências de 81 ou 82

 A Ribeira é rara no Tubo. Há poucos anos era mais rara, mas natural é que reaparecesse, especialmente em apresentações ao vivo, meias revivalistas. O teledisco é que nem vê-lo... Mas a Ribeira chegou-me a aborrecer: andou meses em 1.º no top do T.N.T. em 81 ou 82; semana após semana lá vinha o teledisco que agora teima em não aparecer mai-lo Sol bate no goraz em falsete... Tantas semanas foram, tantas, que me até dava para desconfiar, eu, na minha ingenuidade adolescente, do que estaria detrás de tanta Ribeira, tanta Ribeira: marketing promoção de vendas a fazer batota no T.N.T. e o Jorge Pêgo um aldrabão pegado.
 E a irritação que me a Ribeira causou por causa disto?!... Odiava-a.
 Embrirrei com os Jafumega logo desde ali para sempre, tanto mais quantos os êxitos que iam somando, com cúmulo na Latin' América. Mas ao depois passou-me (salva a Latin' América que ainda agora não suporto) e, da raridade desta Ribeira neste tempo cibernético já me passou ela a soar a saudade. (De me tanto matraquear no ouvido em moço teve efeito de lavagem ao cérebro, desconfio...)

 Ao vivo, esta, foi a melhorzinha que descobri. Confesso que não aprecio como o Luís canta hoje sem pausas os primeiros versos. E confrontando com a versão de estúdio há menos fulgor ao vivo. — Na Rapariguinha do Shopping, p. ex. (uma trintona da mesma idade, agora) não se perdeu tanto. — Menos fulgor ainda, noto no público do concerto. O Luís Portugal bem puxa por eles, coitados, mas esta cantiga já não diz nada àquela gente...

Luís Portugal (Jafu' Mega), Ribeira
(Festival pop de Portugal, Luxemburgo, 2013)



Escrito com Bic Laranja às 22:25
Verbete | Comentar

... Agosto aqui só para mim

Radar Kadafi, 40º à Sombra
(R.T.P., 1987)



Escrito com Bic Laranja às 20:57
Verbete | Comentar | Comentários (8)

Auto de exortação do neto a bater na avó

 Exorto todo o leitor que renegue os seus antepassados e se envergonhe da sua terra a não assinar a petição pública da preservação do jardim da Praça do Império em Lisboa.

Cidadania LX, 8/VIII/14
Imagem da Cidadania LX, de 2014. — O risco era o objectivo. Brasões riscados da praça; objectivo atingido.



Escrito com Bic Laranja às 15:22
Verbete | Comentar | Comentários (6)

Quarta-feira, 27 de Julho de 2016
A vida política do Zé Bastos

 Os estrangeiros da Europa, muito oficial, formal e sancionalmente, cá condenaram hoje o protectorado. Mas perdoaram-lhe a multa. Estes sansões da Europa armam-se em magnânimos e os mandaretes dalilas cá do burgo caucionam humilhações por parangonas na imprensa (dita) de referência, inchados de júbilo e basófia. São bem herdeiros dos descolhonizadores que reduziram Portugal ao batalhão em cuecas... —  Se fossem gozar com o c…lho!

Zé Bastos — © MCV
Sobreiro ornamentado, Portugal, s.d.
Fotografia de M.C.V., in H Gasolim Ultramarino.

 



Escrito com Bic Laranja às 15:42
Verbete | Comentar | Comentários (4)

Volta a Portugal

Volta a Portugal1962 (Final)



Escrito com Bic Laranja às 11:32
Verbete | Comentar

Critério editorial

 Ontem um padre foi morto à facada (esfaqueado, degolado, decapitado, não sei...) na sua própria igreja, em Ruão, na França.
 Hoje, noticiário da emissora nacional às oito e meia da manhã: 1) sanções a Portugal, 2) a sr.ª Hilária da América e 3) não sei já se a setuagésima oitava Volta a Portugal, se o torneio do Eusébio Cup (Eusébio é aquele britânico de gema que jogou no Benfica quando o Benfica, orgulhosamente, não contratava estrangeiros, e que jaz solenemente no Panteão Nacional em representação do 2.º dos 3 FFF das trevas fãchistas).
 Dantes, no tal fâchismo tenebroso, omissão de notícias era a maldita censura. Hoje a benfazeja democracia melhorou tudo: chama-lhe critério editorial.

Dantes chamavam-lhe cesura. Hoje, critério editorial!...

 



Escrito com Bic Laranja às 10:30
Verbete | Comentar | Comentários (2)

Terça-feira, 26 de Julho de 2016
Disto e daquilo

  Recorda-me agora de quando comprei aquela aparelhagem e que me não lembra como a transportei para casa. Calhando foram-ma entregar... — Lembro-me foi de me oferecerem na loja duas cassetes e de uma ser destas.

Maxell UR60.jpg@ Ingrum


 E lembra-me da primeira cantiga que gravei. Vinha num Jackpot 88 que era dalguém (do Zé da Veiga ou isso...) e que me chegou subemprestado talvez através do Pitxaime só pelo tempo de o gravar. Algo assim...

Ofra Haza – Im Nin Alu
(1988)



Escrito com Bic Laranja às 18:48
Verbete | Comentar | Comentários (2)

Do valor das coisas

Sistema Pioneer midi pd-z82, 1988/89

 Vendi um par de colunas que me restava dum sistema de som comprado lá pelo fim do Verão de 1989, salvo êrro. Rendeu-me três contos de réis. Tinha-me custado noventa e tal. Somai-lhe um conto de réis doutro par colunas de som envolvente (surround) que havia adquirido posteriormente, já não sei quando. Três ou quatro contos fora de noventa foi o preço de usufruir da aparelhagem por quinze anos; não sei se foi lucro ou prejuízo; não há como remir certas cosas a cifrões. Os últimos doze anos em que a guardei numa arrecadação foram decerto prejuízo, uma antecâmara do ponto electrão: um dos leitores de cassetes emperrou e deixou de trabalhar, o outro trabalhava a custo, e a correia do gira-discos fundiu-se numa massa pastosa que aderiu ao alumínio do prato que a custo me saiu dos dedos.

 Não vem isto por nada agora senão pelos 85 mirós do B.P.N. Pela música que para aí dão, parecem valer bem hoje o bom dinheiro que se presume hão-de dar por eles. Melhor será despachá-los já, por que, em amadurecendo as modas, não venha o seu valor revelar-se realmente como de coisa sem grande jeito que preste.

 

(Imagem em nettimarkkina.com.)



Escrito com Bic Laranja às 15:50
Verbete | Comentar

Segunda-feira, 25 de Julho de 2016
A crueza dos nossos fados

image.jpg


« Em 30 de Abril de 2009, Seixas da Costa recordava, às 01h58 da madrugada, uma frase de Melo Antunes: “A descolonização foi uma tragédia, da mesma maneira que a colonização foi uma tragédia”. O embaixador em Paris concordava, mas acrescentava da sua lavra: “A descolonização foi feita da forma que foi porque o estado a que o anterior regime tinha conduzido a situação nas colónias não possibilitou outra solução”. E impõe mais outra consideração: “As muito difíceis condições político-militares nas colónias com que o novo poder se viu confrontado e que impedi[ram] que se seguissem outras vias”.
 Nesta história de uma descolonização trágica somos todos, todos inocentes. Os responsáveis são só os outros: os do anterior regime, os do Estado Novo, os do capital monopolista, os das multinacionais de rapinagem, os do imperialismo americano e por aí fora.
  Convém não desautorizar esta “narrativa” da carochinha, porque a Democracia sairia muito mal de uma história a sério: o exército português retalhado em facções políticas e transformado em bandos de guedelhudos que agiam por conta das centrais político-partidárias a que estavam afiliados; o colapso do Poder e o eclipse da Autoridade que se verificaram num país em autogestão, deliberadamente provocados pelos vários candidatos em disputa pela liderança da revolução socialista que a esmagadora maioria dos portugueses não queria. Em suma: o PREC.»

Maria de Fátima Bonifácio, «A amarga irrisão da nossa Lusitânia», Observador, 23/VII/16.

 

 Recomendo ao benévolo leitor que leia o artigo completo de M.ª de Fátima Bonifácio trasladado em pública forma e livre de estropianço ortográfico no 

Apartado 53,  um blog contra o AO90 e outros detritos, onde se anuncia a auspiciosa reactivação da Iniciativa Legislativa de Cidadãos contra o Acordo Ortográfico.

————
Gravura de Carlos Alberto in Cadernetas de Cromos.



Escrito com Bic Laranja às 23:59
Verbete | Comentar | Comentários (2)

Sábado, 23 de Julho de 2016
Travelai

Ou seja, o travel-eye-lho foi meu, mas o crédito vai à conta doutrem. Um hábito internético.com, já vejo.

Praia da Falésia, Algarve — (c) 2005
http://traveleye.com/modules/gallery/galleries/praia-da-falesia/20fa3deb5ada0752da78264fce6ddf52.jpg

 

*   *   *

 

Praia da Falésia, Algarve — © 2005

Praia da Falésia em 10/VII/2005 às 4h 4min da tarde, Algarve — (c) 2005



Escrito com Bic Laranja às 20:59
Verbete | Comentar | Comentários (13)

Sorte de figurino clássico

Até se lhe perdoa o tricórnio.

XX Grande Corrida TV Norte: Filipe Gonçalves, R.T.P. em directo, 22/VII/16.XX Grande Corrida TV Norte: Filipe Gonçalves, R.T.P. em directo, 22/VII/16.
XX Grande Corrida TV Norte: Filipe Gonçalves, R.T.P. em directo, 22/VII/16.
XX Grande Corrida TV Norte: Filipe Gonçalves, R.T.P. em directo, 22/VII/16.
XX Grande Corrida TV Norte: Filipe Gonçalves, R.T.P. em directo, 22/VII/16.
XX Grande Corrida TV Norte: Filipe Gonçalves, R.T.P. em directo, 22/VII/16.
XX Grande Corrida TV Norte: Filipe Gonçalves
, Póvoa de Varzim.
R.T.P. em directo, 22/VII/16.



Escrito com Bic Laranja às 01:04
Verbete | Comentar

R.T.P. em directo

XX Grande Corrida TV Norte. 3.ª pega da noute: João Espinheira, Forcados Amadores do Ribatejo.
XX Grande Corrida TV Norte. 3.ª pega da noute: João Espinheira, Grupo de Forcados do Ribatejo.
R.T.P., 22/VII/16.



Escrito com Bic Laranja às 00:05
Verbete | Comentar | Comentários (4)

Sexta-feira, 22 de Julho de 2016
Tudo incluído... baratas...

 A fotografia apresentada da praia da Falésia foi tirada em Agosto de 1991, pertence ao autor do blogo Bic Laranja [eu] e foi publicada por ele [mim] em 30/6/2007 (cf. Algarve, 1991).
 O crédito ao autor é[-me] devido. O uso da imagem para fins comerciais é abuso.

Tudo incluído... baratas

 *   *   *

Praia da Falésia, Algarve — © 1991

Praia da Falésia, Algarve — © 1991

Adenda em 25/VII/2016: o autor do blogo das férias baratas entrou em contacto comigo e cortesmente atribuiu-me já o crédito da fotografia. Honra lhe seja feita e, obrigado!



Escrito com Bic Laranja às 01:05
Verbete | Comentar | Comentários (8)

Quinta-feira, 21 de Julho de 2016
Dias do factor 50

Praia da Falésia — © 2016O factor

 Aumentou este ano. Decidiu a senhora em Maio. Vai a par da idade, parece...

Mudanças...

 Na praceta ramadas serradas, uma árvore arrancada. A escada da praia, a enxurrada de Novembro escavou-lhe o poiso. Refizeram-na desviada, noutro jeito. Não me adapto bem a estas mudanças; mudam a fisionomia do lugar, o espírito dele anda ténue...

Genius loci

 É o espírito do lugar. Há lugares assim, onde habita um espírito; passamos uma vez e um encantamento nos toma como se fôra feitiço. E ao depois... — Já dizia Eça, se os deuses do Olimpo se não deixam morrer nas florestas, acabam empregados numa qualquer secretaria. Se o genius loci se não acha aí a fazer tejolo no sucedâneo do pinhal é porque seguiu no mesmo. Ou filiou-se nalgum partido e acabou na câmara de Albufeira a lotear seus domínios.

Rua da Falésia, ex-pinhal do concelho de Albufeira — © 2015
Rua da Falésia
, ex-pinhal do concelho de Albufeira — © 2015

E...

 O tal espírito havia de nos também inspirar no preparo da praia. Falhou. Saímos sem a maçãs da ordem, sem a rosca e, principalmente (eu), sem que ler. Pelo caminho comprei o Público. Leio o editorial na pág. 2 e enjoo o jornal todo.

Publico-Bloco.jpg

Gente

 Da gente tomada pelo espírito do lugar (quase extinto como vou vendo) alguns são sósias de gente conhecida — um por cá o sei vai por cima de 20 anos; outros também, somam quase 10. — Em avulso, avistados uma vez sem tornarem anualmente por hábito, também achave eu nesta praia numerosos sósias. Ùltimamente não; o último que cá vi foi o Camarão das ilhas há uns anos; isto a não ter sido realmente o sósia original. Hoje só vejo gente como a gente.

Praia da Falésia  Algarve — © 2015
Praia da Falésia,
Algarve — © 2015

1min 58s ...

 ... Separam esta em baixo da primeira no canto direito lá em cima. Foi o tempo de subir as escadas...

Praia da Falésia às 8h06m55s — © 2016
Praia da Falésia,
Algarve — © 2016

 

(2/7/2016)


Escrito com Bic Laranja às 11:07
Verbete | Comentar

Quarta-feira, 20 de Julho de 2016
Eléctricos na Palhavã

Eléctrico de Benfica, Palhavã (In portugal Velho, 1964)
Eléctrico de Benfica, Palhavã, 1964.

Eléctrico de Carnide, Palhavã (In portugal Velho, 1964)Eléctrico de Carnide, Palhavã, 1964.

 

Eléctrico de Benfica ao Carmo, Palhavã (In portugal Velho, 1964)
Eléctrico de Benfica ao Carmo, Palhavã, 1964.

 


Eléctricos na Palhavã, Lisboa, 1964.
In Portugal Velho.



Escrito com Bic Laranja às 20:23
Verbete | Comentar | Comentários (7)

Segunda-feira, 18 de Julho de 2016
Antes de Massamá...

Antes de Massamá dar em Reboleira.

IMG_0609.JPG
Passagem de nível, Papel, 198...
In Portugal Velho.



Escrito com Bic Laranja às 23:34
Verbete | Comentar | Comentários (8)

Domingo, 17 de Julho de 2016
Menos dois...

Praia da Falésia, Algarve — © 2016
Praia da Falésia, Algarve — © 2016



Escrito com Bic Laranja às 19:25
Verbete | Comentar | Comentários (2)

Sábado, 2 de Julho de 2016
La mer

Charles Trenet, La Mer
(Original de 1946, in Mr. Bean em Férias, 2007)



Escrito com Bic Laranja às 08:35
Verbete | Comentar | Comentários (13)

Outubro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


Visitante

Contador
Selo de garantia
Pesquisar
 
Ligações

Adamastor (O)
Apartado 53
Arquivo Digital 7cv
Bic Cristal
Blog[o] de Cheiros
Caminhos de Ferro Vale Fumaça
Carmo e a Trindade (O)
Chove
Cidade Surpreendente (A)
Corta-Fitas(pub)
Delito de Opinião
Dragoscópio
Eléctricos
Espectador Portuguez (O)
Estado Sentido
Eternas Saudades do Futuro
Fadocravo
Firefox contra o Acordo Ortográfico
H Gasolim Ultramarino
Ilustração Portuguesa
Lisboa
Lisboa de Antigamente
Lisboa Desaparecida
Menina Marota
Mercado de Bem-Fica
Meu Bazar de Ideias
Paixão por Lisboa
Pena e Espada(pub)
Pequena Alface (Da)
Perspectivas(pub)
Pombalinho
Porta da Loja
Porto e não só (Do)
Portugal em Postais Antigos(pub)
Retalhos de Bem-Fica
Restos de Colecção
Rio das Maçãs(pub)
Ruas de Lisboa com Alguma História
Ruinarte(pub)
Santa Nostalgia
Terra das Vacas (Na)
Ultramar

Arquivo

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

RSS
----