Quinta-feira, 1 de Junho de 2017
Quinta da Fronteira e Avenida do Aeroporto

 Ver imagens antigas de Lisboa nunca me cansa. Mas tantas tenho visto que poucas são já novidade para mim. Não obstante, dois colegas, ontem, telegrafaram-me uma remissão para meia centena delas que o Observador publicou há dias, de que não dera eu ainda notícia. Claro que os dois paràgrafozinhos que acompanham não valem nada como legenda — lugares-comuns Salazar, ditadura, Abril e colónias completamente a despropósito, chavões enjoativos de quem não nasceu ensinado e se há-de continuar instruir sem aprender porque, enfim, o progresso deu só nisto: a gèração mais doutrinada de sempre. Que nem a autoria das fotografias sabe mencionar...

 Mas, voltando ao caso da Lisboa antiga e do prazer de a descobrir, por acaso há no lote uma que eu nunca vira, da Av. do Aeroporto acabadinha de rasgar a expensas da ancestral Estrada de Sacavém e só, ou ainda, com as velhas quintas arrabaldinas do lugar a adorná-la. Vejo a velha quinta da Fronteira (à esq.), ou o que sobrava dela, em chãos pouco mais ou menos a par da (hoje) Av. dos Estados Unidos; uns que estiveram por urbanizar até ao consulado do Santana Lopes na Câmara. Esta quinta da Fronteira era a que se seguia à famosa da Perna de Pau na Estrada de Sacavém e que se avista ao longe com seu alpendre de arcos em duas conhecidas fotografias de Paulo Guedes e de Alberto Carlos Lima que publiquei há 11 anos e três dias. Arcos sumidos em telheiro em 1938...

 Mais adiante, à esquerda, também, outra casa branca, antiga: a Quinta de Santo António, que ainda hoje existe no n.º 81 da Av. do Aeroporto. À direita uma das primeiras (se não a primeira) vivenda da dita Av. do Aeroporto a ser edificada: o n.º 70.

Avenida do Aeroporto, Lisboa (anón., c. 1944)
Avenida do Aeroporto, Lisboa, c. 1944.
Autor n/ ident., in Observador.

 Para completar este ramalhete proponho ao benévolo leitor uma vista tomada de lá para cá meia dúzia de anos antes, ainda a Estrada de Sacavém não fôra engolida. Avista-se o Casal Vistoso ao alto à esquerda, para referência do Areeiro.

 

Estrada de Sacavém, Lisboa, 1938
Estrada de Sacavém entre a Quinta da Fronteira e a Az. da Feiteira, Areeiro, 1938.
Eduardo Portugal, in archivo photographico da C.M.L.



Escrito com Bic Laranja às 23:45
Verbete | Comentar | Comentários (10)

Junho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

13
15
17

18
19
20
21
24

27
28
29
30


Visitante

Contador
Selo de garantia
Pesquisar
 
Ligações

Adamastor (O)
Apartado 53
Arquivo Digital 7cv
Bic Cristal
Blog[o] de Cheiros
Caminhos de Ferro Vale Fumaça
Carmo e a Trindade (O)
Chove
Cidade Surpreendente (A)
Corta-Fitas(pub)
Delito de Opinião
Dragoscópio
Eléctricos
Espectador Portuguez (O)
Estado Sentido
Eternas Saudades do Futuro
Fadocravo
Firefox contra o Acordo Ortográfico
H Gasolim Ultramarino
Ilustração Portuguesa
Lisboa
Lisboa de Antigamente
Lisboa Desaparecida
Menina Marota
Mercado de Bem-Fica
Meu Bazar de Ideias
Paixão por Lisboa
Pena e Espada(pub)
Pequena Alface (Da)
Perspectivas(pub)
Pombalinho
Porta da Loja
Porto e não só (Do)
Portugal em Postais Antigos(pub)
Retalhos de Bem-Fica
Restos de Colecção
Rio das Maçãs(pub)
Ruas de Lisboa com Alguma História
Ruinarte(pub)
Santa Nostalgia
Terra das Vacas (Na)
Ultramar

Arquivo

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

RSS
----