Sexta-feira, 22 de Setembro de 2017
1.º de Outono

Mar do Algarve, Praia da Falésia — © 2006

Mar do Algarve, Praia da Falésia — © 2006.



Escrito com Bic Laranja às 22:20
Verbete | Comentar

Quinta-feira, 21 de Setembro de 2017
Os espanhóis vêem com as mãos

 A Catalunha anda revoltada contra Castela. É lá com eles…

 Noutro tempo, quando havia Portugal, o caso preocupar-me-ia: a cisão do reino de Espanha em várias Hespanhas era de modo a nivelar mais por igual cada uma das nações da Hispânia fragmentada e, daí, o perigo de se Portugal vir a diluir numa federação ibérica. É o iberismo serôdio que ainda irmana por aí muito maçon português e castelhano. — Claro, a um castelhano percebe-se a tentação de absorver Portugal; é-lhe genética. Ao português é que se lhe não vislumbra tino. Se espera colher recompensa do castelhano pela entrega seria bom prevenir-se antes se Castela ainda paga a Cristóvãos de Moura como no tempo de Filipe II. Do III e o IV já a História mostrou o mau negócio. E o VI agora, só para haver uma Espanha onde reinar, é mais certo que se empenhe primeiro com alguns traidores catalães.

 Hoje, portanto, catalães à pega com castelhanos pouco me incomodam. Portugal perdeu-se definitivamente. Tanto faz a suserania bruxeleante suplicando com chapéu na mão desde Lisboa como tê-la estendida com a outra dada a Madrid ou a Barcelona. Subordinados são subordinados. É isso que os catalães também não enxergam. Insubordinam-se para se logo submeterem?! E o jugo de Bruxelas, ainda vão ter de o mendigar. Miserável anseio!

 E os castelhanos, com o que se vê, a demonstrarem orgulho, não haviam de querer amarrar catalães a si. Haveriam antes, sim, de votar eles mesmos se admitiam tal gente que os repudia como digna de integrar o seu próprio Estado. Ora um castelhano nunca terá estofo para tanto.

(Imagem em )

 

Revisto.



Escrito com Bic Laranja às 18:36
Verbete | Comentar

Terça-feira, 19 de Setembro de 2017
Sabe o que são trangeiros?

 [...] Um novo aumento do número de alunos trangeiros em Portugal. Os dados a que a Antena 1 teve acesso mostram que, por exemplo, no Porto, o número de estudantes trangeiros, mais do que duplicou [...] 
(Abertura do notíciário das 8h00 da  emissora nacional.)

E timativas?

 [...] Mais a sul, em Coimbra, as primeiras timativas apontam também para um aumento significativo no arranque do ano lectivo. O vice-reitor, Joaquim Ramos de Carvalho, ouvido pela jornalista Marta Pacheco, admite que não estava à espera de receber tantos estudantes trangeiros [...]
 — Não
távamos à espera de crescer tanto [...]
 Lisboa, Porto e Coimbra com as primeiras
timativas que apontam para um novo aumento de estudantes trangeiros.
(Idem.)

 Mais adiante pude ouvir ainda de aluno-xe trangeiros e às 8h30 ouvi de alunos extrangeiros (eis).
 Eis!

Nuno Rodrigues, Antena 1



Escrito com Bic Laranja às 10:11
Verbete | Comentar | Comentários (2)

Segunda-feira, 18 de Setembro de 2017
Todos os calões na locução

  O governo vai baixar todos os calões do I.R.S. no próximo ano — (abertura do noticiário da emissora nacional às 8h30 desta manhã).
 Às 9h00 já diziam toduzuzescalões, reconheça-se-o.


 A Magdalena Iglésias sintonizando o rádio do automóvel para ouvir melhor a locução foi captada nos Restos de Colecção.



Escrito com Bic Laranja às 18:33
Verbete | Comentar | Comentários (2)

Sábado, 16 de Setembro de 2017
Quinta da Vila Formosa

Quinta da Villa Formosa, Lisboa — © 2006

Quinta da Vila Formosa, Lisboa — © 2006 



Escrito com Bic Laranja às 23:31
Verbete | Comentar

Postal de Benfica

Benfica, Lisboa — © 2006

Benfica, Lisboa — © 2006



Escrito com Bic Laranja às 22:06
Verbete | Comentar

Quinta-feira, 14 de Setembro de 2017
Dias de S. Voto

 Quem se mete com a religião leva. Mais que com o P.S. Nem que venha de lá o futebol.
 Os zelotas esquerdóides queixaram-se dum Sporting-Porto como quem se queixa de caderninhos cor-de-rosa para meninas. — Sacrilégio! — A Sancta Bola de Todo-o-Ano parece que se tornou agora nefando pecado em dias de S. Voto. Mas os sacristães de turno estão aí para estes jeitos; são precisas manter as aparências do mando e a ordem do mundo: jogos de bola em dia de procissão eleiçoeira hão-de ser, devem ser, já, já, proibidos. O grande arquitecto nos alumie e dê alento de proibir também sol de praia, chuva morrinha ou intempéries em tão incensados dias, mais tudo o que distraia o povo da urna do santíssimo voto.

O Leão da Estrela
(Arthur Duarte, 1947)



Escrito com Bic Laranja às 12:35
Verbete | Comentar | Comentários (8)

Quarta-feira, 13 de Setembro de 2017
Fonte de Vérigo

Fonte (prox.), Vérigo — © 2005

Fonte (prox.), Vérigo — © 2005



Escrito com Bic Laranja às 20:29
Verbete | Comentar | Comentários (2)

Terça-feira, 12 de Setembro de 2017
Praia das Maçãs em 2005

Praia das Maçãs — (c) 2005
Praia das Maçãs — (c) 2005



Escrito com Bic Laranja às 20:25
Verbete | Comentar | Comentários (5)

Segunda-feira, 11 de Setembro de 2017
Cabo da Roca em Novembro

Cabo da Roca — © 2005
Cabo da Roca — © 2005



Escrito com Bic Laranja às 19:38
Verbete | Comentar

Domingo, 10 de Setembro de 2017
Lisboa em Outubro

Lisboa — © 2005

Lisboa — © 2005



Escrito com Bic Laranja às 22:08
Verbete | Comentar

Cascais em Setembro

Baía, Cascais — © 2005

Cascais — © 2005



Escrito com Bic Laranja às 21:10
Verbete | Comentar

Terça-feira, 5 de Setembro de 2017
Outras duas do Areeiro (*)

 Em Dezembro de 1938 Eduardo Portugal foi à Quinta do Areeiro e fotografou o que se avistava dali à Portela de Sacavém.

Praça do Areeiro, Lisboa, 1945. Eduardo Portugal in Arquivo Fotográfico da C.M.L..
Quinta do Areeiro, Lisboa, 1938.
Eduardo Portugal, in Arquivo Fotográfico da C.M.L.

~ ~ ~  //  ~ ~ ~

 

  Em Janeiro de 1945 tornou aos chãos da Quinta do Areeiro e fotografou um eléctrico e uns cachopos a jogar a bola.

Praça do Areeiro, Lisboa (E. Portugal, 1945)
Praça do Areeiro, Lisboa, 1945.
Eduardo Portugal, in Arquivo Fotográfico da C.M.L.


(*) As anteriores duas eram do Arieiro. E do Areeiro ainda há mais duas de três: a primeira e a segunda.



Escrito com Bic Laranja às 23:54
Verbete | Comentar

Melhorias de humor (perspectiva de)

  No tempo da tróica não havia dinheiro para pagar a estes. Parece que já há. Pelo menos eles cá o cheiram...

Moody's' mood.JPG



Escrito com Bic Laranja às 16:00
Verbete | Comentar

Domingo, 3 de Setembro de 2017
Das caganças

 Ouvi que a Mardonna agora vive em Lisboa. De feito, merdina já cá tínhamos, mas a bem dizer, marda havia pouca...

 

?

A imagem não sei que seja; sai no Guglo por Madonna mais Lisboa.



Escrito com Bic Laranja às 22:52
Verbete | Comentar | Comentários (10)

Lerdo Marques Lopes

 Acham que nós temos uma situação em relação de igualdade entre as [sic] homens e as mulheres, igualdade de op'tunidades e do papel da mulher den't' da da da da nossa s'ciadade bem resolvido? Que não há problemas nesse nesse campo? Que não é preciso existir [sic] medidas sérias para que hajam [sic] correcções a este problema?
 O que é que as pessoas acham?

(Eixo do Mal, S.I.C.-N, 3/IX/17.)

Imagem do saco de plástico

Imagem do saco de plástico.



Escrito com Bic Laranja às 00:43
Verbete | Comentar | Comentários (10)

Sábado, 2 de Setembro de 2017
Coisas de inteligência e da sua falta

 A malta do Insurgente considera o Guglo como polícia do pensamento. A coisa (o Guglo) vale muito menos que isso e a vida (ainda) é mais prosaica do que os toscos a querem fazer. Para achar imagens de casais de brancos basta procurar singelamente por «casal» — ou «couple», já que se assimilam por lá tanto ao amaricano.
 Se quando a coisa tende para o rebuscado a palermice aflora, a conclusão é só de que a simplicidade não é para todos. Começando no Guglo, acabando no Insurgente. Coisas de inteligência e de pouca dela.

Casal (pesquisa de imagens do Google, 2/9/17)

  Mas, claro, não faltam aí toscos fanáticos a tentar. Mas toscos mesmo toscos... sempre em amaricano.



Escrito com Bic Laranja às 19:03
Verbete | Comentar | Comentários (6)

Calçada da Palma de Baixo

Calçada da Palma de Baixo, Lisboa, (E. Portugal, 1944)

 

  A calçada pròpriamente dita era o empedrado que vedes à esquerda, com largueza de azinhaga; o resto é progresso ainda em terra batida e rua a acontecer, sobre quintas ancestrais; prédios modernistas a propender para o português suave (ou talvez não) como era de gôsto em 1944; mas, apesar do estilo, uma cidade a edificar-se, digerindo seus arrabaldes. Mesmo assim com menos cheiro de subúrbio do que se hoje vê no lugar.

(Fotografia de Eduardo Portugal, in archivo photographico da C.M.L.)



Escrito com Bic Laranja às 15:56
Verbete | Comentar | Comentários (2)

Setembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

15

17
20
23

24
25
26
27
28
29
30


Visitante

Contador
Selo de garantia
Pesquisar
 
Ligações

Adamastor (O)
Apartado 53
Arquivo Digital 7cv
Bic Cristal
Blog[o] de Cheiros
Caminhos de Ferro Vale Fumaça
Carmo e a Trindade (O)
Chove
Cidade Surpreendente (A)
Corta-Fitas(pub)
Delito de Opinião
Dragoscópio
Eléctricos
Espectador Portuguez (O)
Estado Sentido
Eternas Saudades do Futuro
Fadocravo
Firefox contra o Acordo Ortográfico
H Gasolim Ultramarino
Ilustração Portuguesa
Lisboa
Lisboa de Antigamente
Lisboa Desaparecida
Menina Marota
Mercado de Bem-Fica
Meu Bazar de Ideias
Paixão por Lisboa
Pena e Espada(pub)
Pequena Alface (Da)
Perspectivas(pub)
Pombalinho
Porta da Loja
Porto e não só (Do)
Portugal em Postais Antigos(pub)
Retalhos de Bem-Fica
Restos de Colecção
Rio das Maçãs(pub)
Ruas de Lisboa com Alguma História
Ruinarte(pub)
Santa Nostalgia
Terra das Vacas (Na)
Ultramar

Arquivo

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

RSS
----