Terça-feira, 26 de Março de 2013
Língua de trapos

Absurdo completamente estúpido (ou estupidez pior que absurda)

 Um plural justificado por um traço etimológico tornando absurdo o respectivo singular, precisamente por nele ser desprezado o mesmo traço etimológico. Um desatino de mentes mais burras do que falhas de tacto. Eis a língua do Brasil.

(Imagem do livro das fuças.)



Escrito com Bic Laranja às 19:50
Verbete | Comentar

14 Comentários:
De Paulo Cunha Porto a 26 de Março de 2013 às 21:43
No Brasil está muito bem.
Cá, pela cedência ao que emana doutrem, olhe o que Lhe digo, Amigo Bic, é uma falta de... "caráter".

Abraço



De Bic Laranja a 26 de Março de 2013 às 22:31
Òbviamente.
Cumpts.


De [s.n.] a 27 de Março de 2013 às 02:42
Olhe, fui reler os seus comentários na ligação que deixou relativa ao tema ("Falha de corrente ou curto-circuito"), dos quais pra ser franca já mal me recordava. Os exemplos que dá são de rir e chorar por mais. Uma maravilha.

Agora, veja só isto: Há poucos dias, na nova CMtv, pelas 16.55, uma jornalista fora do estúdio (deixo a hora exacta para ser mais fácil ela ou alguém por ela, detectar e corrigir ràpidamente o erro crasso para que não seja repetido) dizia, a propósito dos desmoronamentos de terras nos Açores, creio, qualquer coisa como isto: "(não sei quantos)... COLAÇOU...", exactamente assim!! Ou seria 'colasou' ou 'colassou'? E o que significa exactamente 'colaçou'? Será que este vocábulo, grafado tal e qual, existe no Brasil? É de crer que sim, atendendo ao copianço que os acortistas fazem do brasilês .

É claro que a rapariga não tem culpa nenhuma, ela já deve ter aprendido o português segundo os cânones que o aborto ortográfico prescreve, quem a tem todinha são aqueles que escrevem os textos para ela e colegas os lerem em folhas soltas ou nos monitores de recurso. Um pouco mais de cuidado com a língua portuguesa só ficaria bem a uma televisão nova, que se propõe e bem ser diferente das outras, à qual se deseja muito sucesso. Para lixo televisivo chegam e sobejam as restantes.
Maria






De Costa a 27 de Março de 2013 às 06:18
Ser diferentes das outras? O que nos deram os seus primeiros dias? Futebol a rodos, crime, violência, sangue, frivolidades do "social". Mais futebol.

E acordês , pois claro. Convém estar de bem com o poder...

No fundo, coerência com o jornal (dele se diz ser o espelho do país real; e é bem capaz disso). Quanto às restantes estações de televisão vocacionadas para a informação, onde está a grande diferença da CM TV?

Saudações,
Costa


De [s.n.] a 28 de Março de 2013 às 02:11
Terá razão no que afirma, mas eu não posso dar ainda uma opinião abalizada. Só tenho passado pelo CMtv à vol d'oiseau, fixando-me um pouco mais nos noticiários. Não posso dizer bem ou mal da programação, por enquanto. Esperemos que não haja uma decepção quanto a esta.
Talvez se salvem os debates políticos, talvez, tendo em conta algumas das personagens (cujas opiniões aprecio, embora já as tenha apreciado mais...) que neles participam.
Maria


De [s.n.] a 28 de Março de 2013 às 01:52
"acordistas", naturalmente.
Maria


De Bic Laranja a 29 de Março de 2013 às 19:35
Disseram-me que esse canal era duma indigência confrangedora. Em acordês. Exemplos como o que topou devem ser mato.
Isso de «colaçar» é de se quererem esses tratantes da Cofina atracar a alguma ama de leite. Corre nos bastidores que o pasquim Correio da Manhã se converteu agora ao acordismo como contrapartida de o confrade Relvas dar à Cofina a desejada chucha que é a R.T.P. -- Como sabe está para venda... --- Esse canal novo deve ser um ensaiozinho de voos mais altos.
No meio de tanto desperdício parece que ainda há tetas que não secaram. Daí os esbanjadores perdulários andarem para ali tão colaços.
Cumpts.


De [s.n.] a 29 de Março de 2013 às 23:54
"... da Cofina atracar a alguma ama de leite".

"... os esbanjadores perdulários andarem para ali tão colaços".

Ahahahahahah!
Maria


De Inspector Jaap a 3 de Abril de 2013 às 23:04
Cara Maria, vê-se logo que isso se não passou na «invita», que aqui não há «corrução»
Cumpts


De SH a 3 de Abril de 2013 às 00:14
É o que dá... Nem comento mais, é tão triste.

Já agora, caro BIC, sabe algum meio online onde se aprenda/confira como são certas palavras em escrita etimológica (ou melhor, escripta etymologica)? Anda um grupo de utilizadores no twitter a escrever assim e baseiam-se na obra do Glauco Mattoso: http://www.elsonfroes.com.br/tractado.pdf

Haverá mais alguma coisa acessível por aí sem ser em papel?? Se eu começar um blogue a sério acho que era uma ideia interessante e enriquecedora fazê-lo assim, quem sabe até vire mesmo moda.

Obrigado


De Bic Laranja a 3 de Abril de 2013 às 18:49
Glauco Mattoso systematizou uma orthographia etymologica do português. Foi o único que o fez. Toda a restante systematização orthographica do nosso idioma foi feita por phoneticistas . Noutro commentario já lhe indiquei o Novo Diccionario de Candido de Figueiredo. O Houaiss pode, porém, dar-lhe a etymologia das palavras a partir do brasileiro corrente. O Etymolgy Dictionary poderá eventualmente valer-lhe.
Por último, sugiro pôr nas Cyberdúvidas todas as dúvidas que tenha sobre a etymologia do português, quanto mais não seja como ferroada por serem tão acorditas.
Cumpts.


De Cristina Ribeiro a 8 de Agosto de 2013 às 15:52
Vim aqui ver o absurdo ( !!!!!! ) de que nos fala lá.
Elucidativo e deprimente.
Saudações.


De Bic Laranja a 16 de Agosto de 2013 às 21:29


Comentar

Novembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

17
18

20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


Visitante

Contador
Selo de garantia
Pesquisar
 
Ligações

Adamastor (O)
Apartado 53
Arquivo Digital 7cv
Bic Cristal
Blog[o] de Cheiros
Caminhos de Ferro Vale Fumaça
Carmo e a Trindade (O)
Chove
Cidade Surpreendente (A)
Corta-Fitas(pub)
Delito de Opinião
Dragoscópio
Eléctricos
Espectador Portuguez (O)
Estado Sentido
Eternas Saudades do Futuro
Fadocravo
Firefox contra o Acordo Ortográfico
H Gasolim Ultramarino
Lisboa
Lisboa de Antigamente
Lisboa Desaparecida
Menina Marota
Mercado de Bem-Fica
Meu Bazar de Ideias
Paixão por Lisboa
Pena e Espada(pub)
Perspectivas(pub)
Pombalinho
Porta da Loja
Porto e não só (Do)
Portugal em Postais Antigos(pub)
Retalhos de Bem-Fica
Restos de Colecção
Rio das Maçãs(pub)
Ruas de Lisboa com Alguma História
Ruinarte(pub)
Santa Nostalgia
Terra das Vacas (Na)
Ultramar

Arquivo

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

RSS
----