Sábado, 14 de Outubro de 2017
Poiais (ou Poiaes) Vermelhos, Quinta dos

 A quinta dos Poiais Vermelhos vem mencionada sumàriamente em Ralph Delgado n' A Antiga Freguesia dos Olivais (Grupo Amigos de Lisboa, Lisboa, 1969, p. 27), referida à Estrada de Sacavém, como um dos lugares e propriedades principais. — Erradamente vem ali impressa como Quinta dos Goiais Vermelhos, por gralha tipográfica ou erro de leitura dalguma das plantas 12 N ou 12 O do Levantamento da Planta de Lisboa: 1904-1911, (C.M.L., Arquivo Municipal, Lisboa, 2005), onde achamos uma representação a quinta.

 Segundo as ditas plantas 12 N, 12 O e 12 P, confrontava esta quinta a

  • N com a Azinhaga e Quinta das Therezinhas (Colégio Suzanna de Valsassina);
  • S com a quintas do Polão e da Ferradora;
  • E com as quintas dos Alfaiates (ou Alfaiatas), da Bella Vista e Nova da Bella Vista;
  • O com a Estr. de Sacavém (Av. do Aeroporto), com as quintas da Fonte Coberta, da Noiva, da Fronteira (Av. E.U.A. x Av. Gago do Aeroporto) e de Santa Cruz ou da Montanha.

 Uma descrição dela acha-se num anúncio de venda na Gazeta de Lisboa, n.º 10, de 12 de Janeiro de 1824, a pp. 39:

 Vende-se a quinta dos Poiaes Vermelhos, sita na estrada real que vai de Arroios á Portella, N.º 430, e consta de 3 grandes hortas com seus poços de nora, e tanques, olivaes em terras de semeadura, e vinha que dá para cima de 40 pipas de vinho, parreiras, e arvores de fruta; e tem boas casas nobres, com Capella, adêga, lagar e muitas casas para todas as precisas accommodações, cocheira, e cavalharices, he livre de foro : quem a quizer comprar, falle com seu dono que mora na mesma quinta.

 O anúncio não identifica o dono da quinta, mas acha-se no Arquivo Municipal notícia dum certo dr. José Joaquim da Costa, em 9 de Junho de 1787, como sendo ou representando o proprietário dumas quintas aos Poiais Vermelhos, [as quais] pretende murar pela parte que confina com a estrada pública que vai desta cidade para Sacavém, e que foi embargada a obra (Arq. Hist. Mun. de Lisboa, Administração, Livro de cordeamentos de 1760-1789, fs. 401 a 412v.)

 O sr. João Trigueiros, em «Brasão Cunha Monteiro — Covilhã (séc. XVII)», in Heráldica e Genealogia, 27/2/2015, dá notícia de, por aquela época (2.ª metade do séc. XVIII), a quem pertenceria:

Miguel de Abreu Couceiro e Azevedo, licenciado em Cânones, familiar do Santo Ofício, cavaleiro professo da Ordem de Cristo (10-XII-1760), senhor da quinta e morgado dos Poiais Vermelhos, aos Olivais em Lisboa, onde nasceu, filho de Francisco Lopes de Azevedo [e de] D.ª Luísa Maria de Abreu Couceiro [sublinhados meus].

 Casou em 12/XI/1768 com D.ª Sebastiana Bárbara Pires Monteiro Bandeira de Castro e Eça, nascida na freguesia da Pena em Lisboa, que era neta de D.ª Arcângela M.ª Josefa Engrácia de Sampaio e Castro, herdeira dos Abreus e Castros senhores da Quinta das Ameias, ao Areeiro. D.ª Sebastiana movava nesta quinta das Ameias; um casamento entre vizinhos, portanto. Deste casamento nasceram duas filhas, casadas, cuja geração não apura o sr. João Trigueiros.

 A Revista Universal Lisbonense; Jornal dos Interesses Physicos, Moraes e Intellectuaes, vol. VI, 1846-47, p. 125, dá noticia dum sr. J. S. Deuthat, manteigueiro e rendeiro das quintas do Fol (i.é, do Fole, ao L. do Leão) e dos Poiaes Vermelhos onde trazia viçosas plantações de luzerna. Ponho dúvida de serem estes Poiais Vermelhos os da Estr. de Sacavém, porquanto esta notícia os refere à quinta do conde de Linhares, que era entre a Calçada de Arroios e o L. do Leão, sendo que há notícia de obras municipais em 1890 numa Rua dos Poiais Vermelhos para ligação da rede de esgoto entre o L. do Leão, a Calçada de Arroios, a Rua do Arco do Cego e a Rua de Dona Estefânia; imagino tratarem-se eles, os Poiais Vermelhos, aqui, de topónimo antigo da actual Rua do Visconde de Santarém que também dariam nome ás cercanias do L. do Leão, em Arroios.

 João M.ª Baptista e João Justino Baptista de Oliveira, na Chrographia Moderna do Reino de Portugal (vol. IV, Lisboa, 1874, p. 742), mencionam como dos Pajaes Vermelhos esta quinta na parte referente ao Concelho e Freguesia dos Olivaes.

 Fica para outra oportunidade a consulta à Corografia Portugueza do Padre Ant.º Carvalho da Costa. Pode ser que lá diga doutros donos ou a invocação da capela.

 O Alto da Bella Vista, onde se tem realizado o Rock In Rio de Lisboa, fica no perímetro que foi desta quinta. As boas casas nobres, com Capella e restantes accommodações que foram dela eram pelo actual n.º 80 da Av. do Aeroporto (pouco mais ou menos a par da Quinta de Santo António, que lhe ficava — e ainda lá está hoje com o n.º 81 — no lado oposto da estrada); as hortas, mai-los poços e tanques do anúncio da Gazeta de 12 de Janeiro de 1824 abrangeriam a correnteza dos actuais n.ºs 70-98 da Av. do Aeroporto.

 

Quinta dos Poiais Vermelhos, Estr. de Sacavém, 1907 (PT_AMLSB_CMLSB_UROB-PU_05_03_156)
Quinta dos Poiais Vermelhos, Estr. de Sacavém, 1907.
(PT/AMLSB/CMLSB/UROB-PU/05/03/156)

 

Revisto à meia-noite e meia de 15.



Escrito com Bic Laranja às 22:26
Verbete | Comentar

2 Comentários:
De zazie a 18 de Outubro de 2017 às 20:35
Ah, que maravilha!
Estes seus textos é que valem ouro.


De Bic Laranja a 19 de Outubro de 2017 às 19:19
Obrigado!


Comentar

Novembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

17
18

20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


Visitante

Contador
Selo de garantia
Pesquisar
 
Ligações

Adamastor (O)
Apartado 53
Arquivo Digital 7cv
Bic Cristal
Blog[o] de Cheiros
Caminhos de Ferro Vale Fumaça
Carmo e a Trindade (O)
Chove
Cidade Surpreendente (A)
Corta-Fitas(pub)
Delito de Opinião
Dragoscópio
Eléctricos
Espectador Portuguez (O)
Estado Sentido
Eternas Saudades do Futuro
Fadocravo
Firefox contra o Acordo Ortográfico
H Gasolim Ultramarino
Lisboa
Lisboa de Antigamente
Lisboa Desaparecida
Menina Marota
Mercado de Bem-Fica
Meu Bazar de Ideias
Paixão por Lisboa
Pena e Espada(pub)
Perspectivas(pub)
Pombalinho
Porta da Loja
Porto e não só (Do)
Portugal em Postais Antigos(pub)
Retalhos de Bem-Fica
Restos de Colecção
Rio das Maçãs(pub)
Ruas de Lisboa com Alguma História
Ruinarte(pub)
Santa Nostalgia
Terra das Vacas (Na)
Ultramar

Arquivo

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

RSS
----