16 Comentários:
De [s.n.] a 29 de Junho de 2017 às 01:18
'realizas-te'!!! Pois, aí está a geração melhor preparada de sempre... e também a mais burra.
Maria


De Bic Laranja a 29 de Junho de 2017 às 20:36
Burros não devem ser. Pois se com certeza usam telemóvel...
Cumpts.


De dh a 29 de Junho de 2017 às 05:20
O proprio nao tera culpa da atençao que a plebe lhe da.

E a plebe tem a educaçao que tem, por mil razoes. Podia dizer que nao foi seguramente por culpa da 1a Republica que ficou o povo menos instruido

Mas, a bem da verdade, a instruçao também nao costuma salvar os povos destas maldiçoes. Bastara ver algumas coisas holandesas ou de leste, para se ver que o povo tem sempre falhas destas, sejam as ortograficas, sejam as outras.


De Bic Laranja a 29 de Junho de 2017 às 20:44
Isso do mérito da 1.ª República na instrução pública anda empolado. Especialmente pelo sobejamente conhecido e nunca demais afirmado demérito da 2.ª.
Cumpts.


De dh a 30 de Junho de 2017 às 03:22
Boa resposta a provocacao... Se pela segunda republica quer dizer aquela que eu chamo de terceira, infelizmente, estarei de acordo com o que diz... o desleixo nunca fez bem a ninguem. Continuo no entanto convencido que o regime corporativo pouco mais fez que prolongar algumas das decisoes republicanas e eliminar outras. Houve, sem duvida, a formaçao de quadros, a francesa, para as colonias e para as grandes empresas, que, infelizmente, deixou de ter seguimento...
Quanto a escrita e afins das novas geraçoes nao sei que lhe diga. Quantas pessoas sabiam escrever no Portugal de 1960? Quantas sabem agora?
Preocupa-me mais o nivel cultural das elites e o facto de que os mais competentes das novas gerações tenham partido deixando a nossa estimada terra abandonada a relvas e afins...

cumprimentos




De gato a 29 de Junho de 2017 às 09:35
Esta não é a geração mais qualquer coisa de sempre. Sempre, o povo português foi reles e cobarde. Nem sequer é um povo bom. Só ataca — e até mata — pelas costas.
Aliás, os cartazes na foto são as legendas deste povinho. Mais traque, menos traque. Têm o que merecem.
Dos nossos 'fóra de série' — desde a primeira dinastia — não reza a nossa História.

Cumps


De Bic Laranja a 29 de Junho de 2017 às 21:06
Será por desventura a geração menos de sempre. Sendo «a mais» nalguma coisa, só se for a mais apagada. Até nisso se percebe porque não reza História. Também foi apagada.
Cumpts.


De Mandarinia a 29 de Junho de 2017 às 16:00
Será caso de perguntar bem (ou mal) preparados para quê?

Cumprimentos


De Bic Laranja a 29 de Junho de 2017 às 20:46
Já disse. No uso de telemóvel. A própria formação do vocábulo é um tratado.
Cumpts.


De Mandarinia a 30 de Junho de 2017 às 14:36
Tem toda a razão, pois se até tiraram selfies enquanto recebiam abraços do P.R. e da Min. da Administração Interna, na sequência do incêndio de Pedrógão Grande...


De Real a 11 de Julho de 2017 às 22:15
Fizeram desse menino o herói nacional, ele próprio acredita que é um predestinado, um puritano do meio artístico. Veremos quanto tempo durará a sua fantástica carreira. Por agora resta-nos a sua flatulência verbal.


De Bic Laranja a 11 de Julho de 2017 às 22:27
Mais um cabotino, como a tal Vasconcelos. De tal maneira está afeito à situação (e vice-versa) que, perdurará.
Cumpts.


De tron a 18 de Julho de 2017 às 15:21
No cartaz que diz qualquer coisa Sonho de Menina não consegui traduzir aquele dialecto.
O caro vizinho dos blogs pode ajudar-me a traduzir?


De Bic Laranja a 23 de Julho de 2017 às 23:35
Há sonhos sem nexo nenhum. Deve ser um desses. :)


De [s.n.] a 20 de Julho de 2017 às 00:22
Há muito mofo por estas páginas, preconceito atrás de preconceito, e o tempo a passar...


De Bic Laranja a 23 de Julho de 2017 às 23:33
Coma uma sandes de naftalina que isso passa-lhe.
Cumpts.


Comentar