Segunda-feira, 26 de Junho de 2017
Transportes Aéreos Portugueses

 Normalmente não aprecio campanhas publicitárias. Há-as demais; são por via de regra ludíbrio, intrujice, quando não vigarice. Mas desta hoje gostei.

 O comunicado da Logo Passarola é sóbrio q.b. Acertaria mais nas palavras não fosse haver Portugal acabado.

 A imagem clássica escolhida para este avião «retro», a mais emblemática antiga identidade corporativa da companhia, foi utilizada pela primeira vez no avião Lockheed Super Constellation, recebido pela TAP em Julho de 1955, tendo o Boeing 727-200 sido o último a exibi-la. Agora, é um moderno Airbus A330-300 a vestir estas cores. O significado que elas carregam, esse, é o mesmo. Chamamos-lhe: Portugal.

A330 revivalista (TAP 2017)

Horário A330 revivalista

 Imagens da T.A.P. (horário adaptado por rigor).

Addendum:



Escrito com Bic Laranja às 12:00
Verbete | Comentar

6 Comentários:
De Mandarinia a 26 de Junho de 2017 às 14:04
A publicidade é, de facto, agradável tal como a do autocarro onde teve o seu acidente (nesse caso um caravela).
De notar é também que os aeroportos ainda tinham nomes de lugar e não de gente (qualquer dia lembram-se de mudar o nome aos portos; de Leixões, de Sines, lá vamos ter o porto de Soares, o porto de Guterres...). Nada escapa.


De Bic Laranja a 26 de Junho de 2017 às 14:48
Note que o caso de aterrar de nariz por saltar do autocarro em andamento não é história minha; é dum leitor (tenho de ir lá acrescentar).
Diria que a publicidade antiga é agradável. Porque perdeu a função de mover a vontade à gente, porque quando ainda agrada é por ser estèticamente mais apelativa, porque sim...
Dos topónimos de regime nem vale a pena dizer nada. Salazar bem o entendia e bem o disse a alguns de seu tempo que se comportaram (quase) como os de agora.
Cumpts.


De [s.n.] a 27 de Junho de 2017 às 14:53
De facto é como diz no que toca à vontade. Há um distanciamento que não nos move para o consumo mas sim para a nostalgia. Parece-me ainda que também se nota na publicidade antiga uma contenção e sugestão que uma vez utilizadas necessitam de ir mais além na tentativa de conseguir o mesmo efeito (tal como os toxicodependentes tentam, em vão, alcançar a sensação que experimentaram aquando da primeira utilização). Como dizia John Cleese numa entrevista acerca dos Monty Python "There were all these cherrys to be picked"...
Depois só resta, na publicidade e no humor, esticar a corda cada vez mais até que sobra apenas tudo o que é nu e cru.
Cumprimentos


De Joe Bernard a 26 de Junho de 2017 às 18:01
Gostei de o ver passar esta manhã, 2 vezes, a 1ª mais baixo do que a segunda, sobre a baía de Cascais.
Deu-me uma certa nostalgia, pois foi com essa pintura que, em Janeiro de 1974, começo a minha aviação na TAP.


De Bic Laranja a 26 de Junho de 2017 às 18:16
A pintura é atrasada, mas o voo chegou adiantado.Não consegui vê-lo. Quando fomos por ele já tinha aterrado.
Cumpts. ;)


De Real a 21 de Julho de 2017 às 01:04
Também gostei da pintura, ao menos este A330 não tem escrito " painel de serviço de dejetos" como nos Embraer 190


Comentar

Novembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

17
18

20
22
24
25

26
27
28
29
30


Visitante

Contador
Selo de garantia
Pesquisar
 
Ligações

Adamastor (O)
Apartado 53
Arquivo Digital 7cv
Bic Cristal
Blog[o] de Cheiros
Caminhos de Ferro Vale Fumaça
Carmo e a Trindade (O)
Chove
Cidade Surpreendente (A)
Corta-Fitas(pub)
Delito de Opinião
Dragoscópio
Eléctricos
Espectador Portuguez (O)
Estado Sentido
Eternas Saudades do Futuro
Fadocravo
Firefox contra o Acordo Ortográfico
H Gasolim Ultramarino
Lisboa
Lisboa de Antigamente
Lisboa Desaparecida
Menina Marota
Mercado de Bem-Fica
Meu Bazar de Ideias
Paixão por Lisboa
Pena e Espada(pub)
Perspectivas(pub)
Pombalinho
Porta da Loja
Porto e não só (Do)
Portugal em Postais Antigos(pub)
Retalhos de Bem-Fica
Restos de Colecção
Rio das Maçãs(pub)
Ruas de Lisboa com Alguma História
Ruinarte(pub)
Santa Nostalgia
Terra das Vacas (Na)
Ultramar

Arquivo

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

RSS
----