Quinta-feira, 22 de Outubro de 2020

Quintal do Dr. Anastácio Gonçalves com vista para o Sheraton

Pátio da casa-museu do Dr. Anastácio Gonçalves, Av. Cinco de Outubro, Lisboa (M. Novais, post 1971)
Quintal da antiga casa do Dr. Anastácio Gonçalves, Picoas, post 1971.
Estúdio de Mário Novais, in bibliotheca d'Arte da F.C.G.

 

Hoje nem isso.

Escrito com Bic Laranja às 19:05
Verbete | comentar
Quarta-feira, 21 de Outubro de 2020

Notícia de ciência certa

Screenshot 2020-10-21 at 13.35.11.png

Semelhantemente, testes de laboratório em humanos pela vida fora revelaram que havendo a tal escassez de água (ou cerveja), se mija menos.

Escrito com Bic Laranja às 13:43
Verbete | comentar | comentários (2)

Aviso à navegação: arvorem pavilhão marroquino!

Estupidez em ação, Observador, 20/X/20

Nota: foram resgatados, não salvos. Não consta o valor do resgate exigido pelas orcas.

Escrito com Bic Laranja às 13:07
Verbete | comentar | comentários (4)

Destrilhos cheios de estilo

Jornalistas analfabetos, português de merda, in Observador, 20/X/20

 

Escrito com Bic Laranja às 12:52
Verbete | comentar | comentários (2)
Terça-feira, 20 de Outubro de 2020

A emergência do novo estado da dita dito pelo dito cujo

Screenshot 2020-10-20 at 10.36.29.png

 

 

O afastar possível é certo aproximar. Dizer não para já denuncia logo uma questão de tempo.

Escrito com Bic Laranja às 10:58
Verbete | comentar
Segunda-feira, 19 de Outubro de 2020

O mascaralho

 Maralha enfocinhada. O governo faz o que quere, os jornais mentem como querem. Cagam-se com medo. Há quem prefira não só fechar os olhos, mas também vergar-se a ambas… É vê-los a passear na rua com o cãozinho e gente a mais de 300 m. Todos de máscara, armados de álcool-gel e mal o telelé toca vão ver se não é uma mensagem do Costa que lhes mandou um código na stawaycovidiana «obrigatória». Que desilusão quando percebem que é apenas o facibúqui, o livro das fuças mascaralhadas. Não tem nada que ver com altruísmo. Tivesse, esta gente estaria a pensar nos que morrem por falta de tratamento em tempo útil. Não está. Simplesmente o vírus deu-lhes o que necessitavam para se sentirem superiores. [*]

 

Presidente da República, Portugal (Ant.º Santos, 2020)
Presidente da República, Portugal, 2020.
Ant.º Santos, Lusa brasílica.

 


[*] Adaptação antológica de comentários blasfemos, in Vítor Cunha «Hipocondria altruísta», Blasfémias, 19/X/2020.

Escrito com Bic Laranja às 17:08
Verbete | comentar | comentários (4)

Vacinar-se porquê?

Se a CoViD (*) papou a gripe…

 

Actividade gripal 2019-20 (Observador, 19/X/20)

 Actividade gripal Gripe 2019/2020, in Observidor [isso mesmo], 19/X/20.

 


(*) Doença do vírus de coroa (ou do coronavirus), acrónimo do ingrazéu barbaresco  Corona Virus Disease. Longe vão os tempos do Síndroma da Imunodeficiência Adquirida — S.I.D.A., não, nunca, A.I.D.S. …

Escrito com Bic Laranja às 15:56
Verbete | comentar | comentários (3)
Domingo, 18 de Outubro de 2020

Espectáculo de variedades: Dionne Warwick


Dionne Warwick, I Say a Little Prayer, [1967]

______

Adenda em 18 de Outubro de 2020 (o ano mais absurdo da História):

O que os humanos dizem, escrevem e fazem e mostram nunca foi tanto. E seu esfumar nunca foi tão veloz. Nada vale grande coisa.
Publicado (com esta ou outra exibição ao vivo, já nem sei qual) em 14 de Dezembro de 2014 às 9h25 da noute.

Escrito com Bic Laranja às 21:25
Verbete | comentar

Lisboa com horizontes

Saldanha, Lisboa (M. Novais, ante 1969)
Saldanha, Lisboa, ante 1969.
Mário Novais, in bibliotheca d' Arte da F.C.G.

 

Para desenjoar da m… dos tempos de hoje

Escrito com Bic Laranja às 15:07
Verbete | comentar
Sábado, 17 de Outubro de 2020

A carreira do Porto dos T.A.P.

 Bic Laranja DC-3 da TAP, Aeroporto das Pedras Rubras, (fototipia animada de original de Alvão, 1947-48)
Dakota DC-3 CS-TDH dos T.A.P.
, Pedras Rubras, 1947-48.
Fototipia animada de original de Alvão, Porto.

Adenda de época:

Partiu de avião… Diário de Lisbôa, 3/IX/48

«Partiu de avião para o Porto o pequeno abandonado pela mãe no hospital de S. José», in Diario de Lisbôa, 3/IX/948.
Pág. do jornal adaptada de fotocópia da fundação do irmão do dr. Tertuliano.

Escrito com Bic Laranja às 11:22
Verbete | comentar | comentários (2)
Quinta-feira, 15 de Outubro de 2020

Da calamidade e da saúde públicas

 O decretino da regência decretou agora a focinheira como obrigatória. As cuecas e os sapatos não.

 

Imagem da rede…

Escrito com Bic Laranja às 09:35
Verbete | comentar | comentários (23)
Sábado, 10 de Outubro de 2020

A morbidez sustentada

Na quinta-feira, enquanto conduzia, ouvi pela primeira vez em décadas o «Fórum T.S.F.». Naturalmente, dado que o P.S. terminara de estabelecer uma rede de poder sem precedentes em democracia, o tema em «debate» era a «A pandemia e os desafios da mobilidade sustentável». Podia ter sido «A pandemia e as inovações na tarologia contemporânea» ou «A pandemia e a aposta nos toalhetes de bebé», mas era a «mobilidade sustentável». Curiosamente, e decerto ao contrário do que pretendia a rádio em questão, o programa demonstrou com notável rigor o estado a que chegámos, e do qual não há grandes hipóteses de sairmos.

Apanhei o «Fórum» a tempo de ouvir um professor universitário agradecer à Covid a «oportunidade» de «repensarmos» os nossos hábitos (como a personagem de Belém sugeriu que se repensasse o Natal). O homem estava entusiasmadíssimo com o «novo normal» (palavras dele), leia-se a possibilidade de se trabalhar em casa, e largar o automóvel e o avião, e usar transportes públicos. E usar bicicletas. E trotinetas. E carros de boi, talvez. O homem queria deixar claro que não se pode voltar atrás. O homem queria leis. O homem queria decretar ali mesmo a inauguração de uma realidade sem retorno. O homem carecia de vigilância médica.

Depois do professor universitário, o «Fórum» abriu-se a uma procissão de fanáticos similares. Alguns exigiam abolir os carros não eléctricos. Um, em particular, exigia a proibição dos carros em geral, eléctricos incluídos. Outro exigia um tabuleiro pedonal na ponte sobre o Tejo (com contas feitas: 30 milhões de euros, salvo o erro). Um arquitecto lamentava a maior procura de cursos de engenharia, atendendo a que, cito, «a arquitectura é vida». E uns tantos apresentaram as suas «start ups», em busca de subsídios a fundo inevitavelmente perdido. Fatal e finalmente, surgiram vereadores a publicitar as fantásticas «respostas» da «autarquia» no «âmbito» da «mobilidade suave».

Malucos. Oportunistas. Demagogos. Crianças crescidas. Engenheiros sociais. Zombies anestesiados com convicções grotescas. Candidatos a tiranos. Tipos porreiros que combinam almoçaradas e em suma procuram safar-se na vida. Escutei todos com uma impressão entre o fascínio e a tristeza. E senti, não me perguntem porquê, que já não corremos risco de entrar em ditadura: a ditadura é isto […]

Ultrapassei um automóvel cujo único ocupante envergava máscara, suspeito que com orgulho. Hora e meia de «Fórum» resumiu o país.

Alberto Gonçalves, «No reino dos socialistas: a ditadura é isto», in Observador, 10/X/20.

 

Naufrágio, Portugal, séc. XX. Fotografia de  A. n/id. achada na rede.
Naufrágio, Portugal, séc. XX.
Fotografia de A. n/id. apanhada na rede.

Escrito com Bic Laranja às 09:15
Verbete | comentar | comentários (10)
Sexta-feira, 9 de Outubro de 2020

Hoje reenvasei-a; …-as

 Deram-na à minha senhora há 12 anos. E meio. Ia para meia dúzia deles que a não mudávamos. Dês que fechou a florista ali em baixo. Tem sido amiga. Vicejou e dividiu-se. Mirrou e equilibrava-se no caule seco quase fora do vaso, praticamente só com raizes aéreas. Hoje reenvasei-a… Reenvasei-as.

Phalaenopsis amabilis, Lisboa — © 2020
Phalaenopsis amabilis, Lisboa — © 2020


Escrito com Bic Laranja às 12:31
Verbete | comentar | comentários (5)
Quarta-feira, 7 de Outubro de 2020

O castelo da ilha Kirrin?

Mundos imaginários no meio do Alentejo ou em…

Castello, Palmella, 1935. Fotoipia animada de original deB. Korhmann, in Fototeca Alemã.
Castello, Palmella, 1935.
Fototipia animada de original de B. Korhmann, in Fototeca Alemã.

 

Escrito com Bic Laranja às 13:19
Verbete | comentar | comentários (7)
Sábado, 3 de Outubro de 2020

Mais obras na Palhavã

Obras da Pr. de Espanha no sítio da Palhavã, Lisboa (A. Goulart, c.1960)
Palhavã, Lisboa, c. 1960.
Artur Goulart, in archivo photographico da C.M.L.

Escrito com Bic Laranja às 16:50
Verbete | comentar

Obras na Palhavã

Obras da Pr. de Espanha na Palhavã, Lisboa (A. Goulart, 1960)
Palhavã, Lisboa, c. 1960.
Artur Goulart, in archivo photographico da C.M.L.

Escrito com Bic Laranja às 16:10
Verbete | comentar

Estr. de Benfica e boca do Metro da Palhavã

Estr. de Benfica, Palhavã (Judah Benoliel, c. 1958)
Estrada de Benfica, Palhavã, c. 1958.
Judah Benoliel, in archivo photographico da C.M.L.

Escrito com Bic Laranja às 16:02
Verbete | comentar | comentários (4)

Tipos?! — Lettering, pois…

Que aconteceu à palavra portuguesa «tipos» para referir os caracteres de imprensa?

Tipos, Portugal (M. Novais, s.d.)
Titulação de tipos ou caracteres de imprensa, Portugal, 2020.
(Bibliotheca d' Arte da F.C.G., in Flickr.)

Escrito com Bic Laranja às 12:58
Verbete | comentar | comentários (4)

Viaduto, Portugal…

 Estava para aqui deixar mais obras na Palhavã. Mas vi agorinha mesmo esta na bibliotheca d' Arte da F.C.G. (*) que me intrigou. É daqueles quebra-tolas que pelo pouco que mostram muito me dão gozo em deslindar. À primeira não pensei achar solução; um viaduto rodoviário com tanta terra semeada em redor: isto pode (podia) ser em tanto lado… Mas a seguinte fez-me imediatamente luz sobre o enigma e ficou-me o quebra-tolas resolvido. E, era tão fácil… Até já cá tinha publicada umas fotografias do lugar no primeiro ano do blogo.

 

Viaducto, Portugal (M. Novais, s.d.)

 De toda a maneira deixo-a à mesma com a historieta do caso, para o caso de os benévolos leitores curiosos destas coisas se tentarem a tentar; primeiro só de ver a primeira, sem olhar para a seguinte… Ao depois, como quiserem. É o que sugiro.

 


(*) Quando a refiro, a bibliotheca d' Arte da F.C.G. sai-me sempre enaltecida com orthographia a preceito e nome abreviado; sucede-me desde que se enlameou a dicta Fundação no estúpido Acordo Ortográfico. Idem para o archivo photographico da C.M.L. O saco de plástico é que nem isso.

Escrito com Bic Laranja às 11:49
Verbete | comentar
Sexta-feira, 2 de Outubro de 2020

Obras do metropolitano na Palhavã

 As obras do Metropolitano de Lisboa na Palhavã…
 Ao depois mudaram para Praça de Espanha: primeiro ao lugar e, mais modernamente (por alturas da Expo 98, esse zénite do progresso português do fim do séc. XX), à própria estação do Metro que jazia no subsolo. Palhavã esqueceu, até no sítio onde estava enterrado.
 À Estr. de Benfica chamaram-lhe daqui a Sete Rios Rua do Prof. Lima Basto.

Estrada de Benfica, Palhavã (Judah Benoliel, c. 1958)

Estrada de Benfica, Palhavã, c. 1958.
Judah Benoliel, in archivo photographico da C.M.L.

Escrito com Bic Laranja às 13:13
Verbete | comentar

Outubro 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
16
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Visitante


Contador

Selo de garantia

pesquisar

Ligações

Adamastor (O)
Apartado 53
Arquivo Digital 7cv
Bic Cristal
Blog[o] de Cheiros
Carmo e a Trindade (O)
Chove
Cidade Surpreendente (A)
Corta-Fitas(pub)
Delito de Opinião
Dragoscópio
Eléctricos
Espectador Portuguez (O)
Estado Sentido
Eternas Saudades do Futuro
Fadocravo
Firefox contra o Acordo Ortográfico
H Gasolim Ultramarino
Ilustração Portuguesa
Lisboa
Lisboa de Antigamente
Lisboa Desaparecida
Menina Marota
Mercado de Bem-Fica
Meu Bazar de Ideias
Paixão por Lisboa
Pena e Espada(pub)
Perspectivas(pub)
Pombalinho
Porta da Loja
Porto e não só (Do)
Portugal em Postais Antigos(pub)
Retalhos de Bem-Fica
Restos de Colecção
Rio das Maçãs(pub)
Ruas de Lisboa com Alguma História
Ruinarte(pub)
Santa Nostalgia
Terra das Vacas (Na)
Tradicionalista (O)
Ultramar

arquivo

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

____