Quarta-feira, 20 de Março de 2019

Sustentável há 40 anos

 Um baixo, uma pianola e uma caixa de ritmos nutridos a electricidade.
 Como andar de bicicleta, nunca se esquece.

 


Orchestral Manœuvres in the Dark – Electricity
Loja de bicicletas de Mellow Johnny, Austin, Texas, 2011.

Escrito com Bic Laranja às 20:50
Verbete | comentar | comentários (1)

Av. da Praia da Vitória em construção

 Da demolição resultou a ligação da Av. Cinco de Outubro com o Saldanha. O Teatro Monumental erguer-se-ia no lote seguinte ao segundo prédio à direita.

Colégio Normal de Lisboa, antigo Palácio Camarido, Av. da Praia da Vitória, 1945. Roiz, in Arquivo Fotográfico da C.M.L.
Colégio Normal de Lisboa (antigo Palácio Camarido) e Av. da Praia da Vitória em construção, Lisboa, 1945.
Roiz, in Arquivo Fotográfico da C.M.L.

Escrito com Bic Laranja às 19:50
Verbete | comentar
Terça-feira, 19 de Março de 2019

Demolição da Rua das Picoas

 Aqui brotará o Teatro Monumental. O autêntico.
 Este troço da antiga Estrada das Picoas, entre a actual Rua Eng.º Vieira da Silva e a actual Rua das Picoas, desapareceu debaixo do Teatro Monumental.
 O Colégio Normal de Lisboa situava-se no que estava dos jardins do Palácio Camarido, cujos domínios se estendiam ao Campo Pequeno no séc. XIX, antes de se rasgarem neles a Av. Ressano Garcia (ou da República) e boa parte das as avenidas novas.

Colégio Normal de Lisboa, Saldanha, 1945. Roiz, in Arquivo Fotográfico da C.M.L.
Demolição do troço da Rua das Picoas ante o Colégio Normal de Lisboa (antigo Palácio Camarido), Picoas, 1945.
Roiz, in Arquivo Fotográfico da C.M.L.

Escrito com Bic Laranja às 16:37
Verbete | comentar
Segunda-feira, 18 de Março de 2019

Demolições nas Picoas (=Saldanha)

 Aqui brotará o Teatro Monumental. O autêntico. O Colégio Normal de Lisboa situava-se no que estava dos jardins do Palácio Camarido, cujos domínios se estendiam ao Campo Pequeno no séc. XIX, antes de se rasgarem neles a Av. Ressano Garcia (ou da República) e boa parte das as avenidas novas.

Colégio Normal de Lisboa, Saldanha, 1945. Roiz, in Arquivo Fotográfico da C.M.L.
Demolição do Colégio Normal de Lisboa (Palácio Camarido), Picoas (=Saldanha), 1945.
Roiz, in Arquivo Fotográfico da C.M.L.

Escrito com Bic Laranja às 10:05
Verbete | comentar
Domingo, 17 de Março de 2019

Variedades… anos 80. Top of the Pops

 Nos anos 80 já não havia variedades.

 Estávamos ali a acabar de jantar…
 A dada altura ouvi dizer que as espanholas depois de certa idade começaram a ficar louras. Estávamos ali a acabar de jantar e… O cabelo da senhora está louro. Louro escuro. Golden Brown, ocorreu-me.
 E lembrou-me a cantiga, que não tem nada que ver.



Stranglers, Golden Brown.
Top of the Pops, 1982.

Escrito com Bic Laranja às 21:15
Verbete | comentar | comentários (1)
Sexta-feira, 15 de Março de 2019

Lá dizia o outro…

 Enquanto os juízes assam nas fogueiras da inquisição da violência doméstica e só os padres chispam nos fogaréus mediáticos por causa da pederastia, essoutros recreiam-se nas escolas como raposas no galinheiro.

 Bem disse alguém quando esta porcaria começou a cheirar em demasia:
 — O que eles querem é chegar aos meninos

I, 14/III/2019
(I, 14/III/19.)

Escrito com Bic Laranja às 13:57
Verbete | comentar | comentários (4)
Segunda-feira, 11 de Março de 2019

Quebra-cabeça com pregunta para queijo (*)

Quanto custaria uma passagem aérea da Beira para Lisboa em Abril de 1974? E a que horas foi a partida do voo LUM/BEW/LAD/LIS em 27 de Abril de 1974?

 

Voe TAP— Transportes Aéreos Portugueses, «Visite Moçambique», c. 1970
Voe na TAP — Transportes Aéreos Portugueses. Visite Moçambique, T.A.P., c. 1970.
Cartaz da TAP apanhado no Pinterest.


(*) Pregunta e não pergunta, justamente!...

Escrito com Bic Laranja às 21:45
Verbete | comentar | comentários (21)
Domingo, 10 de Março de 2019

Lisboa, séc. XX

 Uma imagem que pode resumir Lisboa no séc. XX: eléctrico, táxi Ponton, roupa estendida e  campanário (Santa Cruz do Castelo).
 O Renault 5 era a prosperidade contida dos 4,9 aos 100 [ou talvez ainda não; a matrícula parece-me francesa].

Lisboa, Escolas Gerais (J.-H. Manara, 1972)
Lisboa,
Escolas Gerais, 1970.
Jean-Henri Manara, in Portugal (Flickr).

(Revisto às 25 para as 2h00.)

Escrito com Bic Laranja às 12:37
Verbete | comentar
Sábado, 9 de Março de 2019

Domingueiros

Nada como dantes!…

226 LISBOA — Vista parcial da Auto Estrada. António Passaporte, c. 1950.
Auto-estrada do Estádio, Monsanto, c. 1950.
António Passaporte, in archivo photographico da C.M.L.

Escrito com Bic Laranja às 17:13
Verbete | comentar
Sexta-feira, 8 de Março de 2019

Rua da Palma meia demolida

Rua da Palma, Lisboa (Jean-Henri Manara 1972)
Rua da Palma, Lisboa, 1972.
Jean-Henri Manara, in Portugal (Flickr).

Escrito com Bic Laranja às 20:45
Verbete | comentar

Horizonte perdido

Horizonte Perdido, Saldanha (A. Pastor, 1973)
Monumental, Lisboa, c. 1973.
Artur Pastor, in archivo photographico da C.M.L.

Escrito com Bic Laranja às 13:54
Verbete | comentar | comentários (6)
Quinta-feira, 7 de Março de 2019

Lu quê?

Ouço no noticiário que o presidente da República Portuguesa se passeou «no Lubango».
No Lu…
Não é preciso ser-se bedu nem recurso a grande aparato bibliográfico; o oráculo mais ordinário serve:

 A cidade de Sá da Bandeira era chamada a «Coimbra de Angola» devido ao desenvolvimento cultural, num sentido universal e cosmopolita, sem abdicar da sua especificidade. A partir de meados da década de 1950 considerava-se a cidade mais branca de Angola (e Benguela, a cidade mulata por excelência), visto que a sua colonização se processara, de raiz, com a instalação de colonos portugueses […]

Wikipædia, a enciclopædia livre (sublinhado meu).

  Sá da Bandeira parece que ofendia. E eu ralado.

e112435addb85e4a78182a143d6c7ea3-460x526.png

(Selo de $10 [=1 tostão] — Catedral de Sá da Bandeira, Angola. Correios, República Portuguesa, 1963.)

Escrito com Bic Laranja às 21:25
Verbete | comentar

São João de Tarouca, 2006

Cão e gato, S. João de Tarouca — © 2006
Cão e gato, S. João de Tarouca — © 2006

Escrito com Bic Laranja às 21:06
Verbete | comentar | comentários (2)
Terça-feira, 5 de Março de 2019

De animais e da bicharada

Lisboa (i.é, Lisbon) — © 2018 Bom! Aqui tenho já dois ferretes: 1) não gosto de animais (concretamente, cães); 2) sou pessoa de gatos.
 Dois ferretes merecidos, pelo animal que sou.

 Divagando: mais de metade da gente com que me cruzo, são animais; sobram algumas pessoas humanas que se dividem entre Neandertais (animais do género homo) e bichos (indigentes alimentados à mão como os pombos…); os primeiros reconhecem-se pelos grafitos e as ferragens que exibem nos seus lombos e restante carcaça; dos últimos nada acrescento porque são gado necessário a certa gente… Claro que todos eles são cidadãos, porquanto hão-de possuir a tarjeta oficialíssima que o atesta, com direito a voto e à assistência médica ainda possível, como sabemos.

 De animais estamos conversados, e já vemos que me não referi a cães nem gatos. Duns e doutros, nada contra; mas confesso que me irritam as variantes cãezinhos e gatinhos, muito à conta dalguns animais que os atrelam, pastoreiam e, por último, mas não de somenos, os cuidam representar na Assembleia nacional ou na vida em geral. — A propósito, lembra-me agora a história de duas senhoras que, achando um gato vadio a dormir preguiçosamente num banco do pátio do serviço, inquiriram seriamente os colegas se o queriam «adoptar»; em chegando a mim, só lhes procurei se haviam perguntado ao gato se me quereria ele «adoptar» a mim. Foi remédio santo.

 Para lá das divagações mais ou menos cáusticas, sobra que o cãozinho da fotografia está curioso. A placa «DOG PARKING», todavia, é típica de animalejos, se não letrados ou diplomados, pelo menos versados para aí em linguagens estrangeiras de cão… E da moda fashion à Isabel I de Inglaterra conheço-a desde que li que o Tim feriu uma orelha e o veterinário mandou a Os Cinco que lhe pusessem uma rodela de cartão (naquele tempo o plástico era mai' raro) em volta do pescoço para o bicho não coçar a ferida. Foi nesta história da Enid Blyton que aprendi a piada às golas da Isabel I de Inglaterra.

 E sobra que de bichos gosto: melros a cantar, rolas a arrulhar, estorninhos a esvoaçar, maçaricos na praia, cavalos em artes equestres, touros de lide, grilos em noites de Verão… Ah! e sardinhas assadas.

:)

A Zé escapou-se escada aabixo com o Tim, in Os Cinco na Casa em Ruínas (Eileen Soper, 1956)
«A Zé escapou-se escada abaixo com o Tim», in Os Cinco na Casa em Ruínas, 1956.
Ilustração de Eileen Soper; fotografia em Blyton Books.

Escrito com Bic Laranja às 14:01
Verbete | comentar | comentários (12)

Fotografia de pensamento profundo

Ajuda, Lisboa — © 2008. Série Cristal, n.º 8356.
Ajuda, Lisboa — © 2008.
Série Cristal, n.º 8 356.

Escrito com Bic Laranja às 12:17
Verbete | comentar
Domingo, 3 de Março de 2019

Dos cãezinhos e da moda fashion

Porque qualquer cão por aí já fala inglês…

Cão que fala inglês, Lisboa – © 2018
Lisboa Lisbon, Portugal — © 2018

Este até se exibe à moda da rainha Isabel I.

Escrito com Bic Laranja às 14:55
Verbete | comentar | comentários (5)
Sábado, 2 de Março de 2019

T.A.P. encharcada…

Caravela CS-TCC («Dio»), Copenhaga (M. Bajcar, 22/3/1975)

«Caravela» VI-R — T.A.P., CS-TCC, «Dio», Bruxelas, 22/3/1975.
Mick Bajcar, in Airliners.

Escrito com Bic Laranja às 16:15
Verbete | comentar

T.A.P. no frigorífico...

Caravela CS-TCA («Goa»), Copenhaga (E. Frikke, 18/2/1968)
«Caravela» VI-R — T.A.P., CS-TCA, «Goa», Copenhaga, 18/2/1968.
Erik Frikke, in Air-Britain Photographic Images Collection.

Escrito com Bic Laranja às 15:43
Verbete | comentar | comentários (3)

No tempo dos almeidas

No tempo dos almeidas, Rossio de Lisboa (J.H. Manara, 1972)
Daimler «Direitinho», Rossio, 1972.
Jean-Henri Manara, in Portugal (Flickr).

Escrito com Bic Laranja às 13:51
Verbete | comentar | comentários (4)

Ontem em meia hora

 Tenho o automóvel ali parado há uma semana. Passei a andar de autocarro. Ontem de manhã, antes de apanhar o autocarro fui ao barbeiro — era dia 1. Cortei o cabelo; a franja caía-me para os olhos. No Toni, que tem loja de barbeiro ali há 40 anos. Ao depois parei no fotógrafo a tirar o retrato. Para mandar fazer o passo.

 Tornei a andar de autocarro.Tenho o automóvel ali parado há uma semana…

Passe, Carris (1985)

 

Escrito com Bic Laranja às 11:22
Verbete | comentar | comentários (4)

Março 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
14
16
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Visitante


Contador

Selo de garantia

pesquisar

Ligações

Adamastor (O)
Apartado 53
Arquivo Digital 7cv
Bic Cristal
Blog[o] de Cheiros
Caminhos de Ferro Vale Fumaça
Carmo e a Trindade (O)
Chove
Cidade Surpreendente (A)
Corta-Fitas(pub)
Delito de Opinião
Dragoscópio
Eléctricos
Espectador Portuguez (O)
Estado Sentido
Eternas Saudades do Futuro
Fadocravo
Firefox contra o Acordo Ortográfico
H Gasolim Ultramarino
Ilustração Portuguesa
Lisboa
Lisboa de Antigamente
Lisboa Desaparecida
Menina Marota
Mercado de Bem-Fica
Meu Bazar de Ideias
Paixão por Lisboa
Pena e Espada(pub)
Perspectivas(pub)
Pombalinho
Porta da Loja
Porto e não só (Do)
Portugal em Postais Antigos(pub)
Retalhos de Bem-Fica
Restos de Colecção
Rio das Maçãs(pub)
Ruas de Lisboa com Alguma História
Ruinarte(pub)
Santa Nostalgia
Terra das Vacas (Na)
Ultramar

arquivo

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

RSS

____