5 comentários:
De zazie a 25 de Novembro de 2015
Não me diga que ainda não lhe explicaram que os refugiados fogem para cá, destes que até são belgas e franceses e fruto dos males do capitalismo.

De Bic Laranja a 26 de Novembro de 2015
Sim, mas não serem já terroristas, antes reles drogados?!...
Maldita cafeína.
Cumpts.
De Josephvs a 26 de Novembro de 2015
The Thief in the Night :

Would you want to die singing the song "Kiss the Devil"? A song that chorus actually says "I will love the devil and sing his song". In fact there is not any substance to it, it almost reads as a satanic parody of the Divine Praises. That was the song that apparently the band Eagles of Death metal started performing according to the Daily Mail when the gunmen showed up and starting their killing spree.


http://unamsanctamcatholicam.blogspot.ca/2015/11/the-thief-in-night.html

De Bic Laranja a 26 de Novembro de 2015
Bem visto.
Cumpts.
De [s.n.] a 28 de Novembro de 2015
Sim, Josephvs, de facto tem razão. Só o título da cantiga é apavorante.

Há uns anos largos, talvez trinta ou mesmo quarenta (isto diz-vos alguma coisa?), uma senhora alentejana, creio que de Portalegre, escrevia no jornal O Tempo, nas cartas ao Director, uns importantes avisos, entre os quais alguns em que argumentava com toda a razão - o que, tenho a certeza, para muitos leitores seria possìvelmente um exagero desmesurado - que as bandas musicais Heavy Metal e quejandas, bem como os concertos-rock, que já estavam desde há muito na berra lápor fora e começavam então a proliferar em Portugal, eram uma forma sub-reptícia de alienar a juventude. A RTP, por exemplo, a mando nos novos mandantes do País, chegava a transmitir por essa altura emissões de quatro horas (sim, leram bem, quatro horas ininterruptas e por vezes mais!!!) destas músicas, melhor, ruído satânico. Eu, que já as detestava pelo ruído insuportável, ausência de melodia e a inestética a olhos vistos, ainda assim fiquei a pensar se esta senhora teria total razão nos argumentos que desenvolvia a este propósito. Claro que tinha carradas de razão. E, note-se, isto foi escrito há tanto tempo! Os resultados desta alienação da juventude tràgicamente são hoje mais do que conhecidos. E continuam a agravar-se tremendamente a cada ano que passa. Todo este mal que levou gerações de jovens em todo o mundo a perderem-se e por arrasto a igual número de famílias destroçadas, ambas as tragédias consequência directa e inquestionável desta praga infernal e sem sentido que assolou o mundo, só pode ter tido origem em mentes doentes - seres estes apoiados e incentivados pelos próprios governantes norte-americanos desde então até ao presente - ou, para sermos mais precisos, em verdadeiros psicopatas. Como aliás todos aqueles são classificados desde há muitas décadas pela maioria do povo americano. Do povo são, bem entendido.

Comentar