De Je Maintiendrai a 17 de Novembro de 2006
Oásis de invocações sãs e formosas.
A bomba de água! Há anos que não me lembrava de uma igual que havia num jardim de meu Avô! E só quem em miúdo não se agarrou a uma dessas manivelas, é que não evoca a pega de tamanho desmesurado, o arranque do balanço , o ruído chiado, o tal "soco" da inércia, e o inevitável chapinhar a que obrigávamos as botas ou o coiro das sandálias de verão...
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.