Segunda-feira, 13 de Novembro de 2006

À aldeia chamam-lhe Azinhaga (1)

Saramago, Azinhaga A Azinhaga vem logo ao princípio. Aí segue-se a enxurrada...

 « Foi nestes lugares que vim ao mundo [...] Sem que ninguém de tal se tivesse apercebido, a criança já havia estendido gavinhas e raízes, a frágil semente que então eu era havia tido tempo de pisar o barro do chão com os seus minúsculos e mal seguros pés, para receber dele, indelevelmente, a marca original da terra, esse fundo movediço do imenso oceano do ar, esse lodo ora seco, ora húmido, composto de restos vegetais e animais, de detritos de tudo e de todos, de rochas moídas, pulverizadas, de múltiplas e caleidoscópicas substâncias que passaram pela vida e à vida retornaram, tal como vêm retornando os sóis e as luas, as cheias e as secas, os frios e os calores, os ventos e as calmas, as dores e as as alegrias, os seres e o nada. Só eu sabia [...] que ainda teria de voltar à Azinhaga para acabar de nascer.» (2)
 

 Ufa!...
 É irresistível não ler este trecho em voz alta e tom monocórdico!... Melhor só talvez dividir-lhe as orações segundo a T.L.E.B.S..
 Mas adiante.
 Diz que as pequenas memórias do escritor Saramago lhe andavam na mente há mais de vinte anos. Aposto ser há mais e que as da Azinhaga lhe andam seguramente na ideia desde que ele nasceu; ou talvez mesmo antes disso, pelo que acima julgo ler nas entrelinhas. Melhor assim, não fosse algum espírito vivaz brincar com a ordem do Mundo e pôr a hipótese de elas serem uma boleia à Justa medida do Táxi do sr. Casaca!
 Calhando voltarei cá com pequenas memórias da Azinhaga do escritor Saramago, ou com as minhas. Quais vos menos maçarem...


(1) José Saramago, As Pequenas Memórias, Lisboa, Caminho, 2006, p. 11. Na verdade chamam-lhe a Azinhaga.
(2) Idem, pp. 12, 13.
A fotografia é de
Kungl. biblioteket.

Escrito com Bic Laranja às 23:03
Verbete | comentar
8 comentários:
De Bic Laranja a 15 de Novembro de 2006
Essa fez-me rir, caro Je Mantiendrai! // Obrigado pela pela preferência e pela informação, Dona T. // Cumpts. a ambos.
De T a 14 de Novembro de 2006
Subscrevo por completo o P.C.P (só neste caso, risos).
Ainda falando do Quebra Bilhas, vi uma referência na História do Fado do Tinop a este retiro. Página 45, na edição da Dom Quixote. Quanto a datas é vago: funciona depois de 1846 e duma grande lista enunciada , é um dos mais recentes ( o livro é de 1903).
De Je Maintiendrai a 14 de Novembro de 2006
Venham as suas e deite fora as do Saramogo mais as cascas das castanhas do passado S. Martinho.
De Bic Laranja a 14 de Novembro de 2006
Obrigado Amigo Paulo, igualmente! Mas irá perdoar-me que verta o 'c' de criador para minúscula. Já me sinto mui pouco confortável por se poder pensar que me quero comparar ao escritor; não quero agora dar azo a pensar-se no sacrilégio que é igualar-me - nem que seja tipograficamente - ao Criador. Cumpts. :)
De Paulo Cunha Porto a 14 de Novembro de 2006
Pela escrita de Saramago tenho respeito, mas não afecto, o que é mais do que posso dizer do autor. Já a escrita do Bic Laranja inspira-me ambos os sentimentos e, ainda assim, ficam muito aqúem da estima que nutro pelo seu Criador. Tenho de ser mais claro quanto às memórias que prefiro? Abraço.
De Bic Laranja a 14 de Novembro de 2006
Grato pela preferência, caro Manuel. Obviamente só se justifica por estarmos aqui no meu blogo. // Confesso-lhe, D. MFBA, que só a Azinhaga me leva aos escritos do Saramago. Se ele escreve como se diz, não ficarei por aqui. // A ambos: as minhas memórias só terão interesse aqui se tocarem nas de quem visita o blogo. Cumpts.
De mfba a 14 de Novembro de 2006
Gosto muito das suas Caro Bic Laranja, mas também gosto da escrita da maior parte dos livros de Saramago.
De Manuel a 14 de Novembro de 2006
As suas, amigo Bic, as suas! Abraço.

Comentar

Setembro 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
17
19
21
23
24
25
26
27
28
29
30

Visitante


Contador

Selo de garantia

pesquisar

Ligações

Adamastor (O)
Apartado 53
Arquivo Digital 7cv
Bic Cristal
Blog[o] de Cheiros
Carmo e a Trindade (O)
Chove
Cidade Surpreendente (A)
Corta-Fitas(pub)
Delito de Opinião
Dragoscópio
Eléctricos
Espectador Portuguez (O)
Estado Sentido
Eternas Saudades do Futuro
Fadocravo
Firefox contra o Acordo Ortográfico
H Gasolim Ultramarino
Ilustração Portuguesa
Lisboa
Lisboa de Antigamente
Lisboa Desaparecida
Menina Marota
Mercado de Bem-Fica
Meu Bazar de Ideias
Paixão por Lisboa
Pena e Espada(pub)
Perspectivas(pub)
Pombalinho
Porta da Loja
Porto e não só (Do)
Portugal em Postais Antigos(pub)
Retalhos de Bem-Fica
Restos de Colecção
Rio das Maçãs(pub)
Ruas de Lisboa com Alguma História
Ruinarte(pub)
Santa Nostalgia
Terra das Vacas (Na)
Tradicionalista (O)
Ultramar

arquivo

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

____