Segunda-feira, 28 de Agosto de 2006

Correntes da memória

50 centavos A primeira corrente que tive notícia chegou por carta dactilografada prometendo boa sorte aos que a mantivessem. A minha mãe não deu importância àquilo mas o meu irmão, meio crescidote e com modos de responsável tomou o assunto em mãos. Não quis ele arriscar – a coisa podia dar para o torto em quebrando a corrente. Era necessário enviar uma cartinha igual a, se não me engano, cinco destinatários, sem esquecer de pôr uma moeda de $50 em cada. Lá convenceu a minha mãe a dar-lhe 25 tostões. Mas dinheiro para selos (talvez 20$00), isso é que a minha mãe não lhe deu. Se quisesse prosseguir no intento que deitasse ele por mão própria as cartas no correio dos destinatários.
 Afinal a boa fortuna acabou por sorrir a mim: julgo que comprei pastilhas com os 2$50 que a minha mãe me deu para igualar o que lhe dera.

Portugal, 4$00 Vem isto a propósito duma corrente que, pelas memórias me foi amavelmente passada pela Margarida. Manda a corrente que divilgue aqui seis dicas sobre mim, uma tarefa árdua, considerando o minimalismo daquele Bic Laranja ali no cabeçalho...
 Cá vai: 1) gosto de dias longos e noites abafadas; 2) gosto de conservar hábitos (aliás: se algo está bem, mudar serve para quê?); 3) aflige-me não haver limite para o aumento do P.I.B.; 4) desconsolam-me os eufemismos politicamente correctos; 5) não tenho telefone móvel; 6) um melão, não sendo pepino, sabe sempre a Verão.

 Quebrados assim os grilhões (a estimada Margarida que me perdoe a sinceridade) sinto-me incapaz de acorrentar mais alguém.

Escrito com Bic Laranja às 18:11
Verbete | comentar
6 comentários:
De Bic Laranja a 9 de Setembro de 2006
Desde que não sejam ofensivos, os comentários são bem-vindos. Cumpts.
De Phelpudozinho a 7 de Setembro de 2006
Desde sempre também assim fiz no que respeita a correio sem remetente e em especial as correntes, morreram sempre no caixote do lixo.

Continuo com a grande dúvida se essa atitude influência a minha vida, presente passada ou futura. Se sim paciência. Não consigo compreender e não aceito que não exista uma atitude critica dos demais.

Com o advento dos “mailing” e outros que tais como as vendas agressivas via telefones, (que neste mundo moderno os accionistas das multi-telecoms agradecem) sempre aparecem novas adaptações das correntes, e levam o mesmo tratamento, mas ainda assim parece que nos blogs até as respostas não desejadas são bem vindas.
De Bic Laranja a 5 de Setembro de 2006
Agradeço-lhe as boas palavras, obrigado. (E sobrevive-se bastante bem...) Cumpts.
De Rui Silva a 5 de Setembro de 2006
Gostei particularmente da introdução que fez, ao utilizar uma história familiar numa simples corrente blogueira. Os meus parabens.

P.S. - Não tem telefone móvel? Como consegue sobreviver neste mundo louco?
De Bic Laranja a 29 de Agosto de 2006
Achei melhor 'esvaziar' a corrente... Cumpts.
De Paulo Cunha Porto a 29 de Agosto de 2006
Um Sacrificado pela Liberdade alheia!
Abraço.

Comentar

Junho 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Visitante


Contador

Selo de garantia

pesquisar

Ligações

Adamastor (O)
Apartado 53
Arquivo Digital 7cv
Bic Cristal
Blog[o] de Cheiros
Carmo e a Trindade (O)
Chove
Cidade Surpreendente (A)
Corta-Fitas(pub)
Delito de Opinião
Dragoscópio
Eléctricos
Espectador Portuguez (O)
Estado Sentido
Eternas Saudades do Futuro
Fadocravo
Firefox contra o Acordo Ortográfico
H Gasolim Ultramarino
Ilustração Portuguesa
Lisboa
Lisboa de Antigamente
Lisboa Desaparecida
Menina Marota
Mercado de Bem-Fica
Meu Bazar de Ideias
Paixão por Lisboa
Pena e Espada(pub)
Perspectivas(pub)
Pombalinho
Porta da Loja
Porto e não só (Do)
Portugal em Postais Antigos(pub)
Retalhos de Bem-Fica
Restos de Colecção
Rio das Maçãs(pub)
Ruas de Lisboa com Alguma História
Ruinarte(pub)
Santa Nostalgia
Terra das Vacas (Na)
Tradicionalista (O)
Ultramar

arquivo

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

____