8 comentários:
De Bic Laranja a 13 de Março de 2006
Brincar com pedras e pregos... Imagine-se hoje, com a febre da segurança que para aí vai. Cumpts.
De luar a 13 de Março de 2006
Ainda me lembro que no Colégio nos proibiram de jogar pois o barulho era irritante ( imaginem mais de 20 meninas a deixar cair pedrinhas no chão com o som aumentado pelos Claustros...) daí a aparecerem os "saquinhos" foi uma pressa eram feitos de tecido e cheios de arei ou serradura E NÃO FAZIAM BARULHO!!! Pirolito tenho um lá em casa daqueles todos em vidro mas foram as minhas irmãs que mo deram pois no peu tempo já tinham um parte plástica...morernices... O prego jogava-se na praia com uns pregos enormes que se compravam nas lojas de ferragens era bem divertido mais tarde apareceram uns forrados a plástico azul ou vermelho.
De Bic Laranja a 12 de Março de 2006
Eu também sorrio. Cumpts. a si e à sua mãe. :)
De Butterfly a 12 de Março de 2006
Que recordação tão amorosa! Veja lá que me fez lembrar quando era uma menininha de 10 aninhos e a minha Mãe, numa solarenga e quente tarde de férias, na praia, me ensinou esse jogo! Parabéns, acabou de colocar um sorriso no meu rosto! Beijinhos!
De Bic Laranja a 12 de Março de 2006
Tempos divertidos... Obrigado!
De floreca a 12 de Março de 2006
Tantas vezes que joguei às pedrinhas, quando era pequenita! Jogos tão simples, mas que nos ocupavam muito...
De Bic Laranja a 12 de Março de 2006
Caro Paulo: de feito, a moça parece erguer o olhar com devoção. Já a de cá poderia trazer uma galinha na cesta... E a senhora que observa lá adiante: será a patroa temendo pelo pote? Da maravilha que é a fotografia, mérito ao fotógrafo que alindou a cena. Obrigado e cumpts.
De Paulo Cunha Porto a 12 de Março de 2006
Meu Caro Bic Laranja:
Os levantamentos deste blogo estão bem próximos da fecundidade de investigador de um Pires de Lima, por exemplo. Queria, acerca da imagem, salientar apenas duas notas: o olhar de atenção da jogadora passava bem por invocação de Divinas ou Santas protecções; e que me parece jogo muito perigoso para ser disputado por portadora de um tal recipiente. Desde Galileu que sabemos que há o grave risco de acabar rachado, se a aterragem de uma das pedrecas for incompetente...
Abraço. E parabéns, que a fotografia é excelente.

Comentar