De Inspector Jaap a 30 de Abril de 2019
Ai que saudades...
Devo confessar que, por motivos vários comecei um pouco mais tarde do que o caro Bic, graças às bibliotecas itinerantes da Fundação Gulbenkian; alguém conheceu? Eram umas carrinhas da marca Citröen que semanalmente paravam em sítios previamente designados; no meu "baptismo de fogo" fui aconselhado por um antigo professor primário (o CEO da furgoneta, ora essa!) a ler aqueles livros, já que tinha, ao tempo, 10 anos.
Calhou-me em sorte "Os cinco e o comboio-fantasma"; estava um dia de chuva, lembro-me bem, e eu comecei a leitura à lareira - enorme - dos meus avós. Fui corrido para a cama na fase em que eles descobriram que os carris de uma linha abandonada (até podia ser aqui que se passava a acção, caramba!) estavam bem luzidios; fui-me deitar e estive prestes a apanhar uns tabefes quando o meu pai descobriu, noite adentro, que eu tinha o candeeiro debaixo dos lençóis para conseguir ler; mas, verdade seja dita, que a ameaça foi devidamente temperada com um leve sorriso e o conselho:
- Amanhã acabas de ler que não perdes por isso!
E não perdi; demorei tempo, que o dinheiro não abundava, mas valeu bem a pena.
Só mais uma nota: alguém conheceu uma outra colecção de livros mas muito mais volumosos em que o “Tim" foi substituído pela catatua “Didi”? Era uma série “Uma Aventura em…"de 5 ou 7(?) livros; o tio Alberto era James Cunningham, homem dos Serviços Secretos Britânicos e os seus sobrinhos…
Obrigado, caro Bic, por me fazer - ainda que fugazmente - voltar à minha meninice. Bem-haja por isso.
Cumpts
De Bic Laranja a 1 de Maio de 2019
Colecção Aventura. Deles só apanhei a «Aventura no Mar», que era do meu irmão. Edição de 1969, com capa dura.
Cumpts.
De inspector Jaap a 7 de Maio de 2019
Lamento por si , por não ter lido a totalidade da colecção (7 volumes????), uma vez que a achei superior à dos "Cinco", imagine!
Ainda se lembra do "Bufo" e do "Bufão"?
Cumpts
De Bic Laranja a 11 de Maio de 2019
Também lamento. «A Aventura no Mar» só peguei nela depois de esgotar «Os Cinco», «Os Sete» e todos os «Mistério». Teria já uns 12. O livro, como disse, era do meu irmão. Andava lá por casa e era de maior fôlego do que aqueloutros, de modo que enveredei por ele com dúvida se me agradaria como aqueloutros que já lera da Enid Blyton. Foi entusiasmenante. O Bufo e o Bufão eram os papagaios-do-mar (cuido que na tradução portuguesa se diziam mergulhões). Lembro-me melhor deles que do enredo da história ou o nome dos pequenos heróis.
Infelizmente não tive arte nem engenho de procurar os mais.

Grande abraço!
De Inspector Jaap a 12 de Maio de 2019
Justamente; eram mesmo papagaios-do-mar; curiosamente, estou como o caríssimo Bic: lembro-me mais deles que do resto da história, com a excepção dum pequeno trecho quase no começo da aventura em que o tio leva os sobrinhos, suponho que para as Órcades, de avião e como queria uma certa zona do avião só para ele(s), fingiu um furioso ataque de tosse para afugentar os outros passageiros... (suspiro)!
Um grande abraço por mais esta viagem no tempo.
Cumpts
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.