11 comentários:
De Bic Laranja a 2 de Janeiro de 2008
Um desencantamento antecedido de 'dúvida sistemática' e substanciado em dados de observação empírica. Agora eu passei abruptamente da Terra do Nunca para o laboratório de Física. Um 2008 com muita saúde e alegria é que desejo. Obrigado!
De riacho a 2 de Janeiro de 2008
eh eh eh... Eu lembro-me que a dada altura--ainda sob a ilusão de que recebia prendas do Menino Jesus--já, talvez, com uns 5 ou 6 anos, comecei a achar estranho o facto de ser o rebento do dia a nos dar presentes, quando devia ser ele a recebê-los... Depois tudo se clarificou :-) quando certo dia encontrei, por acaso, uns brinquedos escondidos na cave lá de casa. Coisas de vidas... Já agora: Desejos de um ano magnífico, Bic. :-)
De Bic Laranja a 29 de Dezembro de 2007
Obrigado TCL. Feliz 2008 para si!
De tcl a 29 de Dezembro de 2007
Sei do que falas Bic. A tradição de Natal em minha casa era igual. Sapatinho na chaminé e abrir as prendas pela manhã na cama dos pais.
Depois veio o Pai Natal e quebrou-se o encanto. Na minha cabeça não podia haver dois a distribuir presentes, tanto mais que era óbvio que o pai Natal não cabia na chaminé.

Bom ano para ti.
De Bic Laranja a 28 de Dezembro de 2007
Manuel: É uma memória quase banal; e a saudade dos carrinhos também. // Pois havia isso tudo. Saudações, Marreta! // Grato pela indicação, Cabo Carvoeiro. O Francês não atrapalha. // Olá olá, Neves de Ontem! Claro que os Reis Magos faz todo o sentido. Festas Felizes! // José Quintela Soares: Eu foi tal e qual. // E eu as suas, Réprobo. Esperar pelo dia seguinte já não se ensina. // Cumpts. a todos!
De O Réprobo a 27 de Dezembro de 2007
Pois, Caro Bic, a mim sempre a ~minha Mãe disse que eram os Pais que davam os presentes, mas que como era o Menino Jesus que dava saúde aos Pais para o poderem fazer, se podia dizer que era Ele. E que não fazia mal brincar com o Pai Natal, era como as fadas. Quanto à impaciência, fui convencido de que a prova de que as prendas eram importantes para mim se media pela minha capacidade de esperar pelo dia seguinte.
Adorei partilhar as Suas Memórias.
Abraço
De jose quintela soares a 27 de Dezembro de 2007
Foi bem rever os carros da Matchbox...

Que saudades!
De nevesdeontem a 27 de Dezembro de 2007
A minha filha disse-me que tinha de escrever a carta aos reis (por aqui são eles a concurrência do Pai Natal) e eles com certeza iam concretizar os meus sonhos. Cumprimentos.
De cabocarvoeiro a 27 de Dezembro de 2007
um feliz natal um site bastante interessante embora seja em frances: http://www.mesminiatures.com/histoire/miniature/majorette.php
um abraço
De Marreta a 26 de Dezembro de 2007
... e havia também a Mecano para construir, e os bonecos da Airfix, e...
Saudações do Marreta.

Comentar