Sexta-feira, 18 de Junho de 2010

Sucedâneo de mentiroso

 Esteve o deputado Semedo com tantos rodeios para não chamar mentiroso a ninguém e toma lá! Um finório dado à acção directa ferrou-o ainda assim como pré-concebido acusador de mentirosos. E lá se pôde assim compensar de viva voz o mentiroso que não se encontrou na inquirição.


Pinóquio (Estampa de Dick Duerrstein)
Pinóquio. Estampa de Dick Duerrstein.

Escrito com Bic Laranja às 17:15
Verbete | comentar
Quinta-feira, 17 de Junho de 2010

O país da fantasia

 Hoje ouvi que o tal dr. poderoso (a primeira vítima da designada pedofilia a receber uma indemnização) se deu mal no seu recurso para a Relação. Nem parece deste país. Mas basta ouvir do cozinhado par[a]lamentar acerca do paté TVI, em que só se não provou o que se não fez por provar (donde por omissão se prova exactamente o que se não deu como provado), para verificar que Portugal acabou. Isto hoje é só já uma fantasia.
 Pois fantasia por fantasia, prefiro a lenda; sempre tem mais alma.

Castelo de Guimarães - (c) 2006
Castelo de Guimarães. (c) 2006

Escrito com Bic Laranja às 23:17
Verbete | comentar | comentários (2)
Quarta-feira, 16 de Junho de 2010

Jean-Baptiste Lully


J.-B. Lully, Psyché; Gardez-vous beautés sévères (2ª copla das musas)
Celina Ricci & Ana Quintans, in "Lully l'Incommode"...

Escrito com Bic Laranja às 23:39
Verbete | comentar | comentários (2)

Decadência

Hospital de Arroios - (c) 2010

Hospital de Arroios. (c) 2010
Escrito com Bic Laranja às 23:38
Verbete | comentar | comentários (4)
Terça-feira, 15 de Junho de 2010

Sociedade de informação

Sociedade de informação. (c) 2010

Picoas, Lisboa. (c) 2010

Escrito com Bic Laranja às 21:49
Verbete | comentar | comentários (4)

Sem comentário

Escrito com Bic Laranja às 01:12
Verbete | comentar | comentários (2)
Segunda-feira, 14 de Junho de 2010

Diário do Mundial



 Dantes havia cadeias; agora há estabelecimentos prisionais. Antigamente presos eram presos... - Vede! O famoso calcetado do Rossio foi feito pelos grilhetas do Castelo de São Jorge. E a sede da Polícia Judiciária também foi construída com mão de obra dos condenados. Era duro, mas é como se diz: o trabalho liberta e, se não, o pagamento que receberam, tanto os grilhetas do Castelo como os presidiários na Gomes Freire, algum jeito lhes há-
-de ter feito.
 Pois hoje não há presos; há reclusos. Se dantes trabalhavam, agora bailam. Por isso não admira vê-los no pátio do presídio estabelecimento prisional de Aveiro meneando-se ao som dessa mariquice dos Gata-fílins. Diz que é para dar sorte aos queirosianos. Não é uma ternura?


(Imagem da R.T.P.)

Escrito com Bic Laranja às 21:41
Verbete | comentar | comentários (10)
Domingo, 13 de Junho de 2010

Rio de Mouro. Quinta da Gravata

Quinta da Gravata, Rio de Mouro - (c) 2010

Escrito com Bic Laranja às 21:51
Verbete | comentar | comentários (2)

Lisboa. Residências do Saldanha

Picoas, Lisboa (L.Gonçalves, 2010)

Escrito com Bic Laranja às 21:49
Verbete | comentar

Diário do Mundial

Vuvuzela, Lisboa - (c) 2010

Vuvuzela. (c) 2010
Escrito com Bic Laranja às 11:58
Verbete | comentar | comentários (4)

Em Lisboa

Flor azul dos Alpes - (c) 2010

Flor azul dos Alpes.  (c) 2010

Escrito com Bic Laranja às 10:04
Verbete | comentar
Sábado, 12 de Junho de 2010

A placa do aeroporto da Portela

 Curiosa fotografia do aeroporto da Portela tirada do meio dum depósito de bidões. A aerogare vê-se ainda em obras, mas na placa já havia movimento de aviões.
 Estou cá curioso sobre estes aviões...

Placa do Aeroporto da Portela (H. Novais, c. 1942)

 O primeiro tem um par de macânicos de roda dum motor. Traz as insígnias portuguesas na cauda e deduzo-lhe a matrícula: [CS]-ADD (1); um Lockheed 18 Lodestar da Aero-Portuguesa. Da célebre linha de Casablanca e de Tânger, aqui em manutenção na placa da Portela. Conta a História que houve uma encomenda de 6 Lockheed 18 pela Air Afrique, da Argélia francesa, em 1940. O advento da II.ª Grande Guerra pode ter feito gorar a entrega da encomenda e cuida-se que os aviões hajam tido um destino militar (2). É certo, porém, que um deles (este aqui) acabou por ser adquirido pela Aero-Portuguesa. Se via Air Afrique (F-ARTG era a matrícula prevista), se directamente da Lockheed, não sei. Foi vendido em Julho de 53 para os E.U.A..
 Segue-se o D-AAIF (Douglas DC-3-220A, c/n 2024). Matriculado originalmente OK-AIF, foi vendido em Maio de 1938 pela Fokker (representante da Douglas na Europa) à C.L.S. da Checoslováquia (Ceskoslovenska Latencka Spolecnost). Com a invasão dos Sudetas pela Alemanha e a anexação da Checoslováquia veio a passar à posse da Lufthansa (Maio de 39) com cuja matrícula e insígnias alemãs aqui se vê estacionado no aeroporto da Portela. A Lufthansa procurava manter os DC-3 operativos segundo as recomendações da aeronáutica civil dos E.U.A. e as especificações da Douglas através de países neutrais (3). Estacionado como está, com as entradas de ar dos motores tapadas, pode dar-se o caso de o avião estar porventura aguardando peças. A sorte da guerra ditou que acabasse destruído por um bombardeamento aliado em 1943.
 O último parece ser um DC-2 espanhol, da Iberia. Não se vê a matrícula mas é idêntico ao que se vê numa chapa batida do ângulo oposto e em que está o da Lufthansa na mesma posição que aqui. Se for o mesmo que se lá vê é o EC-AAB, que parece ter tido um acidente em Outubro de 1945 de que não encontro grandes detalhes.
 A pista da Portela foi posta ao serviço em Outubro de 1942. A aerogare. todavia, só foi inaugurada em 43. Do estado em que se vê a aerogare e de tudo o que ficou dito, a fotografia há-de ser de dum tempo entre estes dois acontecimentos.
 Ao fundo, sem nada que tolha a vista até lá, pode ver-se a quinta das Teresinhas. O colégio Valsassina.

 


(1) Civil Aircraft Register (Portugal), in Golden Years of Aviation.
(2) Ben R. Guttery, Encyclopedia of African Airlines, McFarland, Jefferson, 1998, p.12
(3) Arthur Percy, Jnr., «The Douglas DC-3 (pre 1942)», in Profile Publications, nº 96, 1966.
Fotografia: estúdio de Horácio de Novais, in Biblioteca de Arte da F.C.G..

Escrito com Bic Laranja às 22:00
Verbete | comentar | comentários (4)

Aerogare da Portela

Interior da aerogare da Portela (H.Novais, 1942) 
 
 Com esta agora consigo fazer ideia de como era o interior original do aeroporto da Portela.
 À entrada o balcão do S.N.I. fazia de recepção. No tecto a bela rosa dos ventos dá-me o Norte. Atrás os correios, com um belo fresco na parede – de quem seria? – Dali a passagem ao bar-restaurante que não sei como seria... 
 À esquerda, na direcção da pista, a área de embarque; com balança para as bagagens (e passageiros) e escritórios das companhias. Uma delas, mais cá, percebo-lhe o nome: C.T.A., Companhia de Transportes Aéreos; fundada em 1945, operou a rota regular Lisboa-Porto até 47. Outra – quero adivinhar-lhe o emblema – era a A.P., Aero-Portuguesa; voou a rota Lisboa-Casablanca durante a II.ª Grande Guerra que ficou imortalizada no conhecido filme. Mais tarde vieram ambas a ser absorvidas pela TAP.
 Ora é justamente a ausência da TAP aqui nesta imagem que me leva a circunscrever a fotografia ao ano de 45. A TAP foi fundada em 45 mas só inaugurou o serviço regular (Lisboa-Madrid) em Setembro de 46.


Fotografia: estúdio de Horácio de Novais, in Biblioteca de Arte da F.C.G..

Escrito com Bic Laranja às 12:10
Verbete | comentar | comentários (2)
Sexta-feira, 11 de Junho de 2010

10 de Junho: o dia seguinte

  A matrafona do barrete frígio acha-se bastante popular; como este ano o aniversário é redondo vai ela de se colar às marchas pelo Santo António. – Depois deve ir à mama do tinto e das sardinhas para o arraial, a misturar-se com o povo...
  Enfim! Isto não é nada ao pé da desgraçada colagem da Ouropa aos Jerónimos, que nos enegrece a alma para gáudio duns certos salvadores da pátria, afinal desiludidos... – Há pedaço andavam os das notícias grasnando o que disse o irmão do dr. Tertuliano sobre as cabeças de cherne que bóiam hoje por Bruxelas. Talvez tenha razão; no tempo em que ele rasurou Portugal na Europa havia mais cabeçudos. E até as cabeças por cá eram maiores: – haviam bem de ser de atum, começando pela sua, cuja liderou o cardume direitinho ao copejo. À armação de há 25 anos devemos progressos como o comboio do Tua arvorado em Metro de Mirandela e velhas estações transmontanas travestidas em Jean Monet e Jacques Delors. – Mas tomemos a coisa pela positiva: com cabeças de cherne, agora, talvez o deslumbramento ouropeu siga cego pelo luxo do Grande Vitesse e deixe o que resta do Portugal castiço passar despercebido.


Lagos c. 1910 ( in M.P.T.-Algarve)
Lagos, c. 1910 (in M.P.T.-Algarve).


(Texto revisto às 10h00 da noute.)

Escrito com Bic Laranja às 18:16
Verbete | comentar | comentários (4)
Quinta-feira, 10 de Junho de 2010

Teatro Luís de Camões

Teatro Luís de Camões, Lisboa (E. Portugal, 1937)
Teatro Luís de Camões, Calçada da Ajuda, 1937.
Espólio de Eduardo Portugal, in Arquivo Fotográfico da C.M.L..

Escrito com Bic Laranja às 09:30
Verbete | comentar | comentários (6)
Sábado, 5 de Junho de 2010

Entrada no castelo aumenta 40%

Notícia: entradas no castelo mais caras (JN, 4/6/10)(J.N., 4/6/2010)

 Aqueles malandros do Estado Novo é que são os culpados. 'Requalificaram' o castelo nos anos 40 e por décadas a fio nunca tiveram engenho de embolsar um tostão com as entradas. Agora estamos nisto.

Escrito com Bic Laranja às 12:31
Verbete | comentar | comentários (12)

Concurso para almeidas

Factor preferencial (presumo): rodriguinhos de linguagem.

Concurso para almeidas (C.M.L., 2010)

(Na página da C.M.L.: http://www.cm-lisboa.pt/?idc=481.)

Escrito com Bic Laranja às 11:26
Verbete | comentar | comentários (6)

Retiro da Perna de Pau...?!


Retiro da Perna de Pau [?!], Lisboa, [c. 1910].
In Arquivo Fotográfico da C.M.L..

 

 No Arquivo Fotográfico da Câmara Municipal de Lisboa encontra-se esta fotografia com o título Retiro A Perna de Pau, junto ao apeadeiro do Areeiro, na antiga estrada de Sacavém. A estrada arrabaldina até podia ser a de Sacavém, mas as casas, apesar de terem um ar rústico como as da Perna de Pau, não são as do antigo retiro, isso é notório.
 O arquivista não dá mais pistas; o autor não é conhecido; a data não é mencionada. Sobram-me dois palpites. Um é perfeitamente intuitivo e não há nada que o fundamente: a fotografia foi tirada à roda do ano de 1910.
 O outro é menos descabido: o cavalheiro ao centro, no grupo da esquerda, tem todo o ar de ser o 2º visconde de Castilho.
 A ser verdade, bem provável é estas casas serem para os lados do Lumiar.




Júlio de Castilho
(Malhoa, retrato a carvão, 1920)

 


(Revisto.)

Escrito com Bic Laranja às 00:01
Verbete | comentar | comentários (10)
Quinta-feira, 3 de Junho de 2010

Bicha para a praia

Estrada Marginal, Caxias (N.B.R. da Silveira, 1970)
Estrada Marginal, Caxias, 1970.
Nuno Barros Roque da Silveira, in Arquivo Fotográfico da C.M.L..

Escrito com Bic Laranja às 17:38
Verbete | comentar | comentários (12)

Dia de praia...

Estrada Marginal, Caxias (N.B.R. da Silveira, 1970)
Estrada Marginal, Caxias, 1970.
Nuno Barros Roque da Silveira, in Arquivo Fotográfico da C.M.L..

Escrito com Bic Laranja às 17:37
Verbete | comentar | comentários (4)

Agosto 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
13
20
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Visitante


Contador

Selo de garantia

pesquisar

Ligações

Adamastor (O)
Apartado 53
Arquivo Digital 7cv
Bic Cristal
Blog[o] de Cheiros
Caminhos de Ferro Vale Fumaça
Carmo e a Trindade (O)
Chove
Cidade Surpreendente (A)
Corta-Fitas(pub)
Delito de Opinião
Dragoscópio
Eléctricos
Espectador Portuguez (O)
Estado Sentido
Eternas Saudades do Futuro
Fadocravo
Firefox contra o Acordo Ortográfico
H Gasolim Ultramarino
Ilustração Portuguesa
Lisboa
Lisboa de Antigamente
Lisboa Desaparecida
Menina Marota
Mercado de Bem-Fica
Meu Bazar de Ideias
Paixão por Lisboa
Pena e Espada(pub)
Perspectivas(pub)
Pombalinho
Porta da Loja
Porto e não só (Do)
Portugal em Postais Antigos(pub)
Retalhos de Bem-Fica
Restos de Colecção
Rio das Maçãs(pub)
Ruas de Lisboa com Alguma História
Ruinarte(pub)
Santa Nostalgia
Terra das Vacas (Na)
Ultramar

arquivo

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

RSS

____