Quinta-feira, 14 de Outubro de 2010

Igreja Matriz (*)

 Numa recente passagem por Mértola ouvi com enfado, no posto de turismo, chamarem «mesquita» à igreja matriz. Já no adro torci o nariz ao texto de descrição do monumento: - «Em 1238, quando Mértola foi integrada no Reino de Portugal [...]»
 Integração. Que maneira tão asséptica de dizer Reconquista.
 Este despojar-se de si por sujeição ao outro que é agora escola seria melhor aplicado a futebóis para evitar indigestões (« – Inté os comemos, carago!») do que à História de Portugal. E logo em Mértola, onde os trabalhos da arqueologia tanto nos têm dado.
 Depois disto que conto ia procurando o que havia sobre Mértola nalguns livros mais antigos, de antes do advento desta «língua de pau» que hoje medra até das pedras e dos caquinhos da arqueologia, e enfim estaquei n' O Tempo e a Alma – um périplo do prof. Hermano Saraiva por Portugal, salvo erro em 1984-85, com o intuito de «pôr as terras a falar».
 Vede o que escrevia ele em Mértola naquele tempo:

“ A nota mais curiosa está no nome que agora lhe dão: «mesquita». Não lhe chamam «igreja matriz» – «antiga mesquita» ou qualquer expressão equivalente. É «mesquita» o que se pode ler, por exemplo, nas placas indicativas do percurso turístico. É um deslize que tem uma explicação: a avidez com que em Portugal se procuram vestígios de arquitectura árabe, que não existiam. São numerosos na Andaluzia, mas inexistentes em Portugal. Pode haver várias razões para isso, e uma delas é a violência da guerra religiosa. Tudo quanto aqui recordava a fé dos vencidos foi implacavelmente destruído. As mesquitas de Mértola (devia ser mais que uma, porque a cidade era capital dum pequeno reino) não fizeram excepção.”

José Hermano Saraiva, Jorge de Barros, O Tempo e a Alma; Itinerário Português, 2º vol., Círculo de Leitores, [Lisboa], imp. 1986, p. 64.
 

 Vá lá o benévolo leitor ler na tal integração «a violência da guerra religiosa»...
 E vá lá o leitor ver uma mesquita com interior gótico de fins do séc. XIII e portal renascentista. Com a fiada de ameias denticuladas e os coruchéus cónicos também ameados, o que eu vejo lá é uma igreja de belo estilo alentejano.

Igreja Matriz de Mértola - (c) 2010
Igreja Matriz de Mértola. © 2010.


(*) De Mértola; da invocação de N.ª S.ª da Assunção ou de Entre-Ambas-as-Águas (Raul Proença, Guia de Portugal, vol. II); ou simplesmente da de Santa Maria conforme indicado no local.

Escrito com Bic Laranja às 23:45
Verbete | comentar | comentários (6)
Quarta-feira, 13 de Outubro de 2010

Dizem que o inferno nunca acaba...

 Os mineiros do Chile lá vão sendo resgatados. Estão de boa saúde e, naturalmente, bem dispostos. Mas os psicólogos, que deram consulta aos jornalistas, fizeram o diagnóstico aos... mineiros: transtorno obsessivo-
-compulsivo, crises de pânico, catatonia ou até esquizofrenia
.
 O panorama parece mais negro agora que no fundo da mina.

Míudos mineiros, Companhia Mineira de Carvão da Pensilvânia (Lewis Wickes Hine, 1911)
Miúdos mineiros, Pensilvânia, 1911.
Lewis Wickes Hine, in Shorpy.

Escrito com Bic Laranja às 18:12
Verbete | comentar | comentários (9)
Terça-feira, 12 de Outubro de 2010

Projecto corn..., Crono



 "A intervenção é sempre em locais esteticamente deprimidos. Transformamos o impacto negativo em algo de estimulante e criativo", explica ao D.N. Pedro Soares Neves, arquitecto,
designer urbano e um dos mentores em Portugal do projecto [Crono].

Luís Fontes, D.N., 11/10/2010.
 

 As avenidas de Fontes e da Liberdade têm prédios deprimidos?!...
 Deprimido é o espaço entre as hastes daqueles Cronos e que só provoca borrascas nas cacholas dessa espécie de m... - perdão! - de arquitectos/designeres (sub)urbanos. Tivessem aquelas cavalgaduras e seus mentores municipais alguma pressão na vizinhança das respectivas cronaduras e veriam logo que prédios deprimidos precisam é de obras, não de antidepressivos em spray.

(Imagem, D.N.)

Escrito com Bic Laranja às 22:43
Verbete | comentar | comentários (10)

Pop 1981-2006



The Human League, Don't You Want Me
(1981 - 2006).

 

 

(O Tempo parece que desconsiderou mais as senhoras que os homens...)

Escrito com Bic Laranja às 22:12
Verbete | comentar | comentários (6)
Segunda-feira, 11 de Outubro de 2010

Formação no campus

A antiga Emissora 2 anunciava esta manhã um curso formação de políticos. - "No campus da Universdade Católica do Porto" - disse o locutor.
Deve ser um curso ao ar livre.

'Campus' mertolengo (L.Gonçalves, 2010)
Campus mertolengo. Luísa Gonçalves (c) 2010.

Escrito com Bic Laranja às 18:33
Verbete | comentar | comentários (4)
Domingo, 10 de Outubro de 2010

Lei n.º 2.037 de 19/8/1949

Estatuto das Estradas Nacionais

 

CAPÍTULO I – Organização geral dos serviços

 

III) – Serviços externos

 

-----------

 

A) – Demarcação

Artigo 13.°

 

     As estradas nacionais serão demarcadas por marcos miriamétricos, quilométricos, hectométricos [...] demarcação esta que obedecerá às seguintes normas:

 

            1.º Os marcos miriamétricos deverão conter: na face anterior, as indicações da estrada a que se refiram; na posterior, as do distrito, concelho e altitude; e, em cada uma das laterais, as da cidade ou vila mais próxima e do ponto extremo da estrada, com as respectivas distâncias, encimadas estas indicações pela do quilómetro correspondente ao marco;

----------

 


A este enroscaram-no ¼ de volta mais que a conta, foi o que foi.

 

E.N. 385 (km 20),  proximidades da Amareleja - (c) 2010
E.N. 385 (km 20, face lateral), Amareleja (proximidades), 2010.  

Escrito com Bic Laranja às 19:01
Verbete | comentar | comentários (4)

O mundo Disney

Livro das caras...

 Haverá vida além desse Mundo-Disney que é o livro das caras?
 Uma estimada leitora perguntou-me: - o Bic anda pelo 'Facebook'? Se não... - alguém me usurpara, não a identidade, mas o nome que dá título a este blogo.
 Não ando pelo livro das caras. Passeei lá por motivo muito concreto e, claro, tive de proceder ao inevitável registo. Desactivei entretanto a conta e fechei a loja.
 Ora hoje tropeço numa coisa chamada 'Networked Blogs', que vive alapada no livro das caras, e topo com... Não imagino a alminha que se desse ao trabalho de cadastrar tão modesto blogo (com BIC titulado em maiúsculas, ena! ena!) e que até o tenha classificado nos 'topics' do 'form' de registo como de reflexões, nostalgias (saudade seria mais poético) e fotografia antiga (desprezaram as do autor que são modernas, pois...)
 Espero que haja tido justa retribuição pelo labor de pôr os meus pobres desabafos na montra da moda, todavia - o/a vitrinista e o 1 seguidor 'gosto disto' que me desculpem - informo que me dei já ao trabalho de retirar o artigo da vitrina. É artigo exclusivo e desvaloriza se for massificado. Além disso os do livro das caras tem o mau hábito de tutear os fregueses.

Tutear

Escrito com Bic Laranja às 11:07
Verbete | comentar | comentários (11)

TV Rural

Aquele programa de escárnio das meias-noutes de sábado na SIC-N hoje tem um palrador novo com 'microchip' na orelha.

Brincos Walmur para identificação de bovinos

(Imagem em...)

Escrito com Bic Laranja às 00:26
Verbete | comentar | comentários (4)
Sábado, 9 de Outubro de 2010

O palácio real da Ajuda

 Acabo de ver o programa "A Alma e a Gente" do professor Hermano Saraiva. Depois dum enjoo da República nesta semana, o professor escolheu falar do palácio real da Ajuda. Uma finíssima ironia, na minha opinião, com recado bem dado e destinatários certos.

Ajuda, Lisboa - © 2008
Ajuda, Lisboa, 2008.

Escrito com Bic Laranja às 20:03
Verbete | comentar | comentários (2)

E.N. 385

Mourão © 2010

Mourão - (c) 2010

Escrito com Bic Laranja às 18:45
Verbete | comentar | comentários (10)

E.N. 257

E.N. 257 - © 2010

E.N. 257 (Viana do Alentejo). Cliché de Luísa Gonçalves - (c) 2010

Escrito com Bic Laranja às 00:37
Verbete | comentar | comentários (7)
Sexta-feira, 8 de Outubro de 2010

Enchente diluvial

Mértola, 1876 - © 2010

Mértola, 1876 - (c) 2010

Escrito com Bic Laranja às 23:59
Verbete | comentar | comentários (10)
Quarta-feira, 6 de Outubro de 2010

∞ 45

E.N. 119, Quinta Grande (Coruche). © 2008

E.N. 119, Quinta Grande (Coruche). (c) 2008

Escrito com Bic Laranja às 08:45
Verbete | comentar | comentários (7)
Terça-feira, 5 de Outubro de 2010

Retratos da República

  Na televisão S.I.C. uma reportagem, há pedaço, duma banda num coreto comemorando a República num jardim vazio, em Faro. Há qualquer coisa nesta República que falha. Como em 1910, gente grada insufla o Largo do Pelourinho, em Lisboa, de conversa que a Portugal não lhe interessa. Em Faro, nem os reformados nem os transeuntes sabem do rei há cem anos ou do presidente hoje de manhã. Um velhote ainda dá mostras de simples entendimento da vida (cito de cor): - "Com os reis passava-se de pais para filhos. Agora muda a cada quatro anos, e só andamos para trás".
 Bem-vindos ao 5 de Outubro, cidadãos. No canal da Memória está a dar o Duarte & C.ª...

D. Manuel II, o bibliófilo (angelfire.com)
(Imagem in angelfire.com)

Escrito com Bic Laranja às 13:35
Verbete | comentar | comentários (8)

Portugal, 2010

Quinta da Gravata, Rio de Mouro - (c) 2010

Quinta da Gravata, Rio de Mouro. (c) 2010

Escrito com Bic Laranja às 07:55
Verbete | comentar | comentários (17)
Segunda-feira, 4 de Outubro de 2010

Da pendura (ou dos adesivos)

 O prof. Marcelo de Sousa disse ontem com a ligeireza que lhe conhecemos que a porção de monárquicos em Portugal deve ser de 20-25%, contra 75-80% de republicanos.
 É um palpite.
 Com a mesma ligeireza podia também ser que a porção fosse 80% de monárquicos se amanhã restaurássemos a monarquia.

Comboio real (Estúdio de M. Novais, s.d.)
Comboio real, [s.l.], [s.d.].
Estúdio de Mário de Novais (1933-1983), in Biblioteca de Arte da F.C.G..

Escrito com Bic Laranja às 10:06
Verbete | comentar | comentários (8)
Domingo, 3 de Outubro de 2010

Jardim do Torel

Jardim do Torel, Lisboa - © 2007

Jardim do Torel - (c) 2007

Escrito com Bic Laranja às 18:30
Verbete | comentar | comentários (4)
Sábado, 2 de Outubro de 2010

Postal comemorativo

Palácio da Ajuda, Lisboa (ed. do centenário da República)

Escrito com Bic Laranja às 15:26
Verbete | comentar | comentários (2)

Vistas da Pena

Vistas da Pena - © 2007

Mem Martins - (c) 2007

Escrito com Bic Laranja às 14:10
Verbete | comentar | comentários (2)

Aroma

Aroma - © 2007

Mem Martins - (c) 2007

Escrito com Bic Laranja às 13:49
Verbete | comentar | comentários (2)

Junho 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Visitante


Contador

Selo de garantia

pesquisar

Ligações

Adamastor (O)
Apartado 53
Arquivo Digital 7cv
Bic Cristal
Blog[o] de Cheiros
Carmo e a Trindade (O)
Chove
Cidade Surpreendente (A)
Corta-Fitas(pub)
Delito de Opinião
Dragoscópio
Eléctricos
Espectador Portuguez (O)
Estado Sentido
Eternas Saudades do Futuro
Fadocravo
Firefox contra o Acordo Ortográfico
H Gasolim Ultramarino
Ilustração Portuguesa
Lisboa
Lisboa de Antigamente
Lisboa Desaparecida
Menina Marota
Mercado de Bem-Fica
Meu Bazar de Ideias
Paixão por Lisboa
Pena e Espada(pub)
Perspectivas(pub)
Pombalinho
Porta da Loja
Porto e não só (Do)
Portugal em Postais Antigos(pub)
Retalhos de Bem-Fica
Restos de Colecção
Rio das Maçãs(pub)
Ruas de Lisboa com Alguma História
Ruinarte(pub)
Santa Nostalgia
Terra das Vacas (Na)
Tradicionalista (O)
Ultramar

arquivo

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

____