Domingo, 15 de Maio de 2011

Português: o fado do esparafuso

- Pédro! Onde instão os livro dim português qui tim déu o avô?
- Dei no Luís a guardar.

Lula lê 'os livro' para a fotografia

 


Imagem, em língua oficial da O.N.U., apanhada na rede; cantiga Domingo à Tardinha, em variante do mesmo idioma, por Parafuso (i.e. Romão Félix).

Escrito com Bic Laranja às 13:32
Verbete | comentar | comentários (8)
Sábado, 14 de Maio de 2011

Quinta da Fonte do Calhariz

Quinta da Fonte, Calhariz, 2007.
Quinta da Fonte, Calhariz, 2007.

Escrito com Bic Laranja às 14:08
Verbete | comentar | comentários (9)

De como Gaspar Estaço empregava o tempo

« Como a erudição seja ornamento nas cousas prosperas, e nas adversas refúgio, e esta se aquira por meio de livros antigos.... determinei dar-me á lição dos taes livros, por empregar bem algũas horas boas.»
Gaspar Estaço, Varias Antiguidades de Portugal, Lisboa, 1625, prólogo, § 1, apud O Archeologo Português, vol. I, nº 8, Agosto de 1895, p. 213.


Endovélico (In Archeologo Português, v. I, nº 2, 1895)
(In O Archeologo Português, vol. I, nº 2, 1895.)

Escrito com Bic Laranja às 12:36
Verbete | comentar
Sexta-feira, 13 de Maio de 2011

Pharmacia

Eu digo pharmacia hellenicamente, com 'ph'. Se há quem oiça ali um bárbaro 'f' não é problema meu.


Pharmacia, Estephania - (c) 2008
Pharmacia, Lisboa, 2008.

Escrito com Bic Laranja às 23:30
Verbete | comentar | comentários (11)

Estremunhado

Rua das Manhãs, Alvito - (c) 2010
Rua das Manhãs, Alvito, 2010.

Escrito com Bic Laranja às 07:00
Verbete | comentar | comentários (4)
Quinta-feira, 12 de Maio de 2011

Artesanato alentejano

E.M. 510, Amendoeira (prox.) - (c) 2010
E.M. 510, Amendoeira (prox.), 2010.

Escrito com Bic Laranja às 23:04
Verbete | comentar
Terça-feira, 10 de Maio de 2011

Dos calhaus da calçada

 A Comissão de Boas Práticas da C.M.L. cheira-me a invencionice deloittiana. Tal, para mim, é suficiente para não fazer da coisa mais caso. Todavia, o mesmo não seria de esperar da C.M.L., já que foi quem na pariu. No entanto, segundo o Público (apud Lisboa S.O.S.), a Câmara apenas aceitou uma única sugestão da tal coisa das boas práticas; uma recomendação que tem que ver com riscos da calçada à portuguesa nos passeios (sic).
 Calçada à portuguesa não sei o que seja...
 A calçada portuguesa é um risco nos passeios?... A calçada portuguesa é riscos nos passeios! Riscos que, em conjunto, são arte. ARTE! Feita com mestria e engenho, ao contrário de sarapintadelas em fachadas que certos trogloditas é só o que sabem fazer (e a Câmara incentiva), cuidando que recriam Altamiras com sprays de supermercado. O risco (perigo) — não da, mas para — a calçada portuguesa nos passeios (e não só) são ideias de gente parva e sem tino para perceber que os passeios são para se calcetarem sempre que se estragam. Qualquer que seja o tipo da calçada.


Praça do Areeiro, Lisboa (H. Novais, c. 1950)
Praça do Areeiro, Lisboa, c. 1950.
Fotografia: Estúdio de Horácio de Novais, in Biblioteca de Arte da F.C.G..

Escrito com Bic Laranja às 17:10
Verbete | comentar | comentários (23)
Segunda-feira, 9 de Maio de 2011

Folias espanholas

Jordi SavallVariações sobre as folias espanholas.

Composto por Antonio Martin y Coll (16... - 1734?).
Intérpretes: Rolf Lislevand, Pedro Estevan, Jordi Savall, Arianna Savall,
Adela Gonzalez-Campa, Michael Behringer, Bruno Cocset.

Escrito com Bic Laranja às 23:12
Verbete | comentar | comentários (4)

Não me apetece escrever, apetece-me ler

Escrito com Bic Laranja às 23:11
Verbete | comentar

Vista para o Guadiana sobre os telhados de Mértola

Rio Guadiana, .JPG
Vista para o Guadiana sobre os telhados de Mértola, Alentejo, Outono de 2010.

Escrito com Bic Laranja às 21:55
Verbete | comentar | comentários (6)
Domingo, 8 de Maio de 2011

Variedades: Nat King Cole Show


Nat King Cole, When I Fall In Love
(Nat King Cole Show, 1957)

Escrito com Bic Laranja às 23:00
Verbete | comentar | comentários (2)
Sábado, 7 de Maio de 2011

Um recado...

Escrito com Bic Laranja às 23:39
Verbete | comentar | comentários (2)

Comércio português contra a mutilação do idioma

 Comerciantes portugueses recolhem assinaturas contra a mutilação do idioma. Em Carcavelos, Coimbra, Oeiras, Porto, São Domingos de Rana (para já...); cafés, restaurantes, lavandarias, reprografias são lojas onde se pode assinar a Iniciativa Legislativa de Cidadãos nacionais contra o Acordo Ortográfico de 1990.
 A dissolução da Assembleia permitiu prolongar o prazo de recolha de assinaturas até 15 de Setembro. Se o benévolo leitor é contra o Acordo Ortográfico e pretende revogar a Resolução 35/2008 da Assembleia que lho impõe, não desista. Leia, assine e divulgue a proposta de lei de cidadãos contra o Acordo Ortográfico. Muitos a assinaram. Se tiver uma loja conhecida que queira colaborar como ponto de recolha, deixe uns impressos para os clientes assinarem. Melhor será o dono da loja afixar o boneco aí à vista no estabelecimento que, cuido, motivará a curiosidade dos clientes. No fim, enviar por correio para a morada inscrita nos impressos ou, digiltalizando, remeter por correio electrónico para ilcao_assinaturas@cedilha.net
 Quem me conhece sabe que sou pouco dado a militâncias, mas os deputados precisam de entender que isto não pode ficar assim. Já é demais.

 

Não ao Acordo Ortográfico (Assine aqui)
I.L.C. contra o Acordo Ortográfico.

Escrito com Bic Laranja às 12:20
Verbete | comentar | comentários (6)
Quinta-feira, 5 de Maio de 2011

Teledisco de MCMLXXXVII (*)


Cock Robin, Just Around The Corner
(After Here Through Midland
, 1987)

(*) MCMLXXXVII...

Escrito com Bic Laranja às 17:06
Verbete | comentar | comentários (4)
Quarta-feira, 4 de Maio de 2011

Cuido que não sou, mas mais valia...

 Ontem a conversa foi sobre o que a troika não vai fazer. Que pensa o benévolo leitor que a troika prestamista não vá fazer?...
 Hoje dizem que por causa do grande empréstimo externo é obrigatório o Estado vender a TAP, a EDP/REN, as acções da GALP... Não admira mas espanta-me. A TAP há quem discuta se dá lucro ou prejuízo, é coisa para o Tribunal de Contas; mas as outras são monopólios ou oligopólios muitíssimo lucrativos. Ora um prestamista, razoavelmente, só empresta a quem disponha de renda para ir pagando a dívida e os juros. Qual é a natureza do prestamista que empresta impondo ao devedor a contrapartida de vender os bens que produzam renda e que possam servir de penhor?... Se vende o pouco que lhe dá renda, que outras espécies de renda se cuida que um propalado «mau pagador» vá arranjar para pagar a dívida?...
 De toda a rematada intrujice que ressoa para aí na imprensa o exemplo acabado com que me descaradamente tacham de parvo é dizerem-me que facilitar despedimentos promove o emprego. Então não é óbvio que despedindo o resultado é logo desemprego?!

Festa do Chocalheiro, Mogadouro (Selo dos C.T.T.) 
"Festa do Chocalheiro" (Mogadouro - Bragança)

Escrito com Bic Laranja às 13:01
Verbete | comentar | comentários (2)

Setembro 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
17
19
21
23
25
26
27
28
29
30

Visitante


Contador

Selo de garantia

pesquisar

Ligações

Adamastor (O)
Apartado 53
Arquivo Digital 7cv
Bic Cristal
Blog[o] de Cheiros
Carmo e a Trindade (O)
Chove
Cidade Surpreendente (A)
Corta-Fitas(pub)
Delito de Opinião
Dragoscópio
Eléctricos
Espectador Portuguez (O)
Estado Sentido
Eternas Saudades do Futuro
Fadocravo
Firefox contra o Acordo Ortográfico
H Gasolim Ultramarino
Ilustração Portuguesa
Lisboa
Lisboa de Antigamente
Lisboa Desaparecida
Menina Marota
Mercado de Bem-Fica
Meu Bazar de Ideias
Paixão por Lisboa
Pena e Espada(pub)
Perspectivas(pub)
Pombalinho
Porta da Loja
Porto e não só (Do)
Portugal em Postais Antigos(pub)
Retalhos de Bem-Fica
Restos de Colecção
Rio das Maçãs(pub)
Ruas de Lisboa com Alguma História
Ruinarte(pub)
Santa Nostalgia
Terra das Vacas (Na)
Tradicionalista (O)
Ultramar

arquivo

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

____