Quinta-feira, 10 de Abril de 2014

Anibal Milhaes

 [...] Milhaes estava encarregado d'uma das suas [do C.E.P.] metralhadoras Lewis. Durante a «Operação Georgette» [Batalha de La Lys], quando o Exercito Allemão attacou a sua divisão, Milhaes manteve-se firme com a sua metralhadora Lewis [alcunhada luisinha] e derrotou, quasi sozinho, dois assaltos allemães debaixo de intenso fogo, deixando cahidos centenas de allemães. Conseguiu cobrir a retirada dos Portugueses, a par da dos Escoceses, apesar de fortemente acossado ele próprio. Disparou em todas as direcções e manteve a sua posição até esgotar as munições. A sua bravura em circumstancias tão adversas convenceu os allemães de estarem a enfrentar uma unidade entrincheirada em lugar d'um só soldado português com uma metralhadora. Por fim, decidiram os allemães avançar rodeando a resistencia e Milhaes achou-se sozinho atrás das linhas inimigas onde permaneceu por tres dias sem quasi comer ou beber.
 No terceiro dia, Milhaes, sempre com a sua metralhadora, salvou um major escocês dum pantano e ambos alcançaram as linhas dos Alliados.  Milhaes foi calorosamente acolhido mas nada disse dos seus feitos. Foi do official que elle ajudara relatar a historia no Quartel-General Britannico e de varios outros testemunhos que os seus feitos foram conhecidos.

(«Aníbal Milhais», in Wikipaedia em inglês.)

 Ontem passou mais um 9 de Abril, mas a antenna radiofonica da emissora nacional só dá o 25. A liberdade não admitte interferencias.

Homenagem do Presidente da República, Almirante Américo de Deus Rodriguez Thomaz  ao soldado Aníbal Augusto Milhais

Homenagem do presidente Thomaz ao soldado 'Milhões', [s.l.], [s.d.].
Imagem em «Aníbal Augusto Milhais, 'Herói Milhões'», Município de Murça, IV/2009.

Escrito com Bic Laranja às 18:35
Verbete | comentar | comentários (7)
Terça-feira, 8 de Abril de 2014

Há 14 112 assinaturas (faltam 20899)

nAONão concorda com o Acordo Ortográfico e deseja subscrever a Iniciativa Legislativa de Cidadão? Simples, bastam dois passos:

  1. Versão PDF ilcassinaturaindividual.pdf ou Versão Word ilcassinaturaindivmanual.doc
  2. Remeter para

Apartado 53

2776-901 Carcavelos (se por CTT)

 A ILCao, não é uma Petição, é um Projecto de Lei redigido e submetido a aprovação parlamentar por parte de um grupo de cidadãos, sendo esta a primeira sem qualquer patrocínio ou instituição subjacentes. A ILCao, é a forma directa e apartidária de exprimir a vontade popular à Assembleia da República.
 A ILCao está redigida e publicada. Todas as informações estão disponíveis no sítio oficial http://ilcao.cedilha.net/

 

Não se resigne, mova-se!

Escrito com Bic Laranja às 20:31
Verbete | comentar | comentários (2)

Shelfie: a erudição de prateleira (importada)

 O blog da LER (uma revista que se diz de cultura portuguesa, mas que se publica em Portugal redigida no novo brasileiro oficial) deu o mote: partilhar uma «shelfie» (lestes bem, com h, de shelf (= prateleira), mas sem aspas, apesar de ser vocábulo amaricano, cousa de menos caso para uma revista que se diz de cultura portuguesa e que se publica em Portugal redigida no novo brasileiro cuadutado pelos governos de Portugal e Brasil).
 
A rubrica «Inspira-me» dos blogos do Sapo (uma marca duma companhia telefónica portuguesa -- Oi! -- apostada em abrasileirar Angola e Moçambique) aproveitou a... inspiração e desatou em destacar as shelfies dos blogos todos, convidando-me a juntar-me à dita... inspiração, aconselhando-me usar a «tag shelfie» (outra vez sem aspas nem outros pruridos linguísticos, certamente por admitirem sapudamente que tag e shelfie são já léxico formalmente português brasileiro e... não sei se oficial...)

 Resolvi seguir a proposta sapuda e dei com isto: Shelfie: Biblioteca Nacional do Brasil, escrito ontem por uma Ana Paula Motta cujos livros favoritos são «Os Maias» e «Dom Casmurro». -- Um cliché de erudição, esta Ana Paula... -- Não sei cá porquê, convenço-me que a sua Biblioteca Nacional do Brasil preferida é uma nossa, da Universidade de Coimbra. Não vos parece?!...

Bibliotheca da Universidade, Coimbra (Postal, in Porf2000.pt)
Bibliotheca da Universidade, Coimbra, [s.d.].
Postal in Prof2000.

 

Adenda (11/IV/14): a boa da Ana Paula Motta teve a humildade de substituir a imagem da biblioteca joanina da Universidade de Coimbra. Fê-lo pela calada e, ficaríamos assim: ela como se nada fosse e os outros feitos parvos, implicando com a santinha, sem lógica nem razão; isto, não fora a cache do Google destapar-lhe as asneiras.

Captura Google (11/IV/14)


(A próxima adenda, aposto, há-de ser por o verbete da Ana Paula Motta ter sido eliminado.)

Escrito com Bic Laranja às 12:35
Verbete | comentar | comentários (5)

Av. da Igreja em dia farrusco (Lisboa, 1974)

Largo Frei Heitor Pinto, Alvalade (Av. de Roma)
Largo Frei Heitor Pinto e Av. da Igreja, Alvalade, 1974.
Arthur Pastor, in Archivo Photographico da C.M.L.

Escrito com Bic Laranja às 07:40
Verbete | comentar | comentários (12)
Domingo, 6 de Abril de 2014

Addendum III

A proposito do 1.º jacto da T.A.P. em Lourenço Marques, tive recentemente do estimado leitor Joe Bernard esta informação:

  [Da esq. para a dir.] Rego; ... ; Morão; …; Sedas(?); Odete Rei; T.V. [Tec. de Voo] Damaso; [Odete;] Cop [Co-Piloto] ... — voei com ele muito e hei-de lembrar-me do nome; C.te Gouveia da Cunha; C.te Amado da Cunha.
  As caras das A/B [Assistentes de Bordo] são familiares, havemos de chegar lá.

Confirmam-se os que já estavam e sommam-se os que agora soubemos. Havemos de chegar lá.



Addendum: diz-me o sr. Ant.º Fernandes que o primeiro da esquerda é o supervisor de cabina Rêgo.
Addendum II: soube do meu prezado Fernando C. que o 4.º da dir. é o mechanico de voo Dâmaso; informe que agradeço.


Photographia: espólio do C.te Amado da Cunha; collecção. do Sr. Ant.º Fernandes.

Escrito com Bic Laranja às 13:51
Verbete | comentar | comentários (2)
Sexta-feira, 4 de Abril de 2014

Carpintaria Mecânica de Santa Isabel, Ld.ª


Vista do Campo Grande, 174-182 em direcção a Nascente, Lisboa, 1945.
Eduardo Portugal, in Archivo Photographico da C.M.L.

Escrito com Bic Laranja às 17:17
Verbete | comentar
Quinta-feira, 3 de Abril de 2014

Uma prova de projecção internacional

1574_001.jpg
(Inter TAP, n.ºs 34/35, 3.º e 4.º trimestres, 1971.)

Escrito com Bic Laranja às 14:47
Verbete | comentar | comentários (6)
Quarta-feira, 2 de Abril de 2014

Os três primeiros aviões dos T.A.P.

 Perfeitamente identificados à esquerda o CS-TDA e à direita o CS-TDC. Entre eles quero adivinhar o CS-TDB. Os três primeiros aviões dos Transportes Aéreos Portugueses.
 Hum! Insígnias por pintar... -- o TDA não se lhe vêem insígnias nacionais na cauda e parece ter pintura da Aeronáutica Militar; nos outros as insígnias dos T.A.P. muito sumidas, como esboçadas só; pareciam os aviões em preparo para entrar ao serviço.  -- O que deita a fotografia muito provàvelmente para 1946. -- A criação dos T.A.P. fôra em Março de 45 no âmbito do Secretariado da Aeronáutica Civil; os primeiros pilotos foram treinados nesse ano em Inglaterra (na B.O.A.C.), mas os T.A.P. só começarem a operar rotas comerciais em 46, depois de levarem a cabo neste último ano, já em Portugal, outro treino de pilotos, a par dum primeiro treino de assistentes de bordo. Entretanto fôra ensaiada a Linha Aérea Imperial com três voos experimentais também nesse ano (v. TAP Portugal, Voa Portugal. 60 Anos na Rota do Futuro, TAP, 2005, p. 16). -- A torre do aeroporto, com a varanda envidraçada no topo, parece ser bem a desse tempo.

Aeroporto da Portela, Lisboa (E. Portugal 1945-46)
Aeroporto da Portela, Lisboa, 1946.
Eduardo Portugal, in Arquivo Fotográfico da C.M.L.


 É curioso que o primeiro avião da série, o TDA (T de Transportes Aéreos, D de Dakota e A por ser o primeiro da série), andou ao serviço da Aeronática Militar antes de passar aos T.A.P. em 45; passou para D.E.T.A. de Moçambique ao depois, em 58, e acabou de novo (e definitivamente) na Força Aérea Portuguesa, atingido por um míssil «strella» da Frelimo em 6 de Maio de 74... Uma semana e meia depois do grande acidente nacional, portanto, mas isto não é para agora...
 Fiquemo-nos por que o TDB se despenhou desafortunadamente no Monte da Caparica em 27 de Janeiro de 48 durante um voo de treino e o TDC foi graciosamente entregue ao P.A.I.G.C. juntamente com a Guiné e Cabo Verde em 75. Não sei que mais fim tenha levado.

Escrito com Bic Laranja às 22:11
Verbete | comentar | comentários (7)

Lisboa modernista, annos cincoenta


Rua Ramalho Ortigão, Lisboa, 195...
Judah Benoliel, in Archivo Photographico da C.M.L.

 

Nota: verifiquei hontem que o Archivo Photographico da Câmara Municipal de Lisboa tirou a marca d' agua das imagens em rede.

Escrito com Bic Laranja às 12:58
Verbete | comentar

Lisboa modernista, 1935


Rua Ramalho Ortigão, Lisboa, 1935.
Eduardo Portugal, in Archivo Photographico da C.M.L.

Adenda d' um leitor attento:

Caro amigo, a fotografia não mostra a Rua Ramalho Ortigão, mas a Avenida Ressano Garcia, que conheço bem, pois nela residi durante quinze anos, apesar de ignorar que a mesma alguma vez houvesse tido uma placa central. De resto, o único automóvel que se vê na fotografia, está estacionado junto ao actual nº 17 da dita Avenida Ressano Garcia.

Escrito com Bic Laranja às 07:30
Verbete | comentar | comentários (4)
Terça-feira, 1 de Abril de 2014

Da estiagem e da invernia mental

 O que se diz hoje em dia para aí sobre a mundanice mais prosaica e o modo de o dizer denuncia bem quanto os contemporâneos apreendem do Mundo por catálogo e como papagueiam trivialidades com foros de acontecimento.
 Esta manhã às oito e meia a rádio não anunciava mau tempo; antes enfatizava o alerta laranja do catálogo do meteorologista -- fazia-o apocalipticamente, como é costume. Concomitantemente exortava a gente a -- vede só a linguagem -- «usar autoprotecção individual». Dizer para vestir gabardina ou levar guarda-chuva não é linguagem de manuais certificados, sejam os do redactor do boletim meteorológico, sejam os de locução na rádio. Nada, pois, como método científico e procedimentos normalizados -- não é como se o progresso faz, seguro e com rigor?!... Vêm daqui as mais estrondosas descobertas, como agora uma dos cientistas paineleiros da O.N.U. sobre a estiagem e a invernia: parece que vai passar a haver constantemente calor no Verão e frio no Inverno; uma coisa nunca antes vista.

Estio&Invernia.JPG
I, 1/IV/14.

Escrito com Bic Laranja às 18:16
Verbete | comentar | comentários (3)

Junho 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Visitante


Contador

Selo de garantia

pesquisar

Ligações

Adamastor (O)
Apartado 53
Arquivo Digital 7cv
Bic Cristal
Blog[o] de Cheiros
Carmo e a Trindade (O)
Chove
Cidade Surpreendente (A)
Corta-Fitas(pub)
Delito de Opinião
Dragoscópio
Eléctricos
Espectador Portuguez (O)
Estado Sentido
Eternas Saudades do Futuro
Fadocravo
Firefox contra o Acordo Ortográfico
H Gasolim Ultramarino
Ilustração Portuguesa
Lisboa
Lisboa de Antigamente
Lisboa Desaparecida
Menina Marota
Mercado de Bem-Fica
Meu Bazar de Ideias
Paixão por Lisboa
Pena e Espada(pub)
Perspectivas(pub)
Pombalinho
Porta da Loja
Porto e não só (Do)
Portugal em Postais Antigos(pub)
Retalhos de Bem-Fica
Restos de Colecção
Rio das Maçãs(pub)
Ruas de Lisboa com Alguma História
Ruinarte(pub)
Santa Nostalgia
Terra das Vacas (Na)
Tradicionalista (O)
Ultramar

arquivo

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

____