Terça-feira, 31 de Outubro de 2023

Santos e defuntos

Espelho de Portuguezes / Alberto  Pimentel. — Vol. II. — Lisboa : Parceria A. M. Pereira, 1901. — 186 p.; 18cm. — Collecção Antonio Maria Pereira, 43

 Prosa deliciosa, cheia de graça e poesia. Muito bem escrevia Alberto Pimentel. O volumesinho percorre habitos e costumes dos portuguezes, tão perdidos hoje como perdidos estão os portuguezes n’ este Portugalinho finado. Sem os costumes que eram seus, e que os faziam ser o que eram, os portuguezes deixaram de ser.
 Tudo isto anda já esquecido e quasi ninguem dá por ele. Sobra o livrinho, a bem poucos recordar.

SANTOS E DEFUNTOS

« Referindo-se à festa de Todos os Santos, dizia o correspondente lisbonense do Commercio do Porto:

   Em Lisboa a festividade do dia limita-se ás cerimonias religiosas que se praticam nas egrejas, aos passeios, ao jantar um pouco mais lauto do que o costume e em que as familias se reunem em alegre convivio, e, para coroar a festa, aos espectaculos theatraes que n'estes dias téem, em regra, casas cheias, auferindo as respectivas emprezas uma boa receita.

  Isto é exacto, e dá a medida da indifferença com que Lisboa e quasi todas as capitaes olham para as festas tradicionaes da provincia, cheias de pittoresco e, porventura, de ingenuidade patriarchal.
 Porque, a bem dizer, e segundo a veridica observação do correspondente, Lisboa passa o dia de Todos os Santos como qualquer outro dia santificado, a saber:
 Vai á missa;
 Dá o seu passeio;
 Conversa á mesa com a familia;
 Vai, finalmente, ao melhor theatro, se tem dinheiro para isso.
 E disse.
 Se na mesma semana ou na seguinte houvesse outro dia santificado, Lisboa procederia certamente de identico modo:
 Missa;
 Passeio;
 Jantar;
 Theatro.
 Assim, póde affirmar-se, como fez o correspondente, que a capital olha para o dia de Todos os Santos com a mesma indifferença que para qualquer outro dia santo de guarda.
 Mas aposto que já assim não aconteceria se, no calendario politico, houvesse em cada anno um dia consagrado a Todos os Ministros, os que foram, e podem tornar a ser, e os que são, e estão com a mão no cofre das graças. »

Alberto Pimentel, Espelho de Portuguezes, v. II, Lisboa, Parceria A. M. Pereira, 1901. pp. 113-114.

Escrito com Bic Laranja às 20:55
Verbete | comentar
Domingo, 29 de Outubro de 2023

Ind' há tempo

Manobras, Senhora da Hora (Gricer, 1974)
Manobras, Senhora da Hora, 1974.
Gricer, in Flickr.

Escrito com Bic Laranja às 14:45
Verbete | comentar
Sábado, 28 de Outubro de 2023

Quarenta anos de aviação

Quarenta Anos de Aviação / Eduardo Alexandre Viegas Ferreira de  Almeida. — [s.l.] : [Edição de autor], 1995. — 330 p.; 23cm

 Quarenta anos da vida de aviador de Eduardo Alexandre Viegas Ferreira de Almeida, o Alferes Viegas da Aeronáutica Militar, um dos «11 de Inglaterra», o Comandante Ferreira de Almeida dos/da T.A.P., da S.A.T.A. e da D.T.A. de Angola. Relato de interessantíssimos espisódios pessoais que o A. qualifica modestamente como «estórinhas».
 Ao leitor interessado ficará demonstrado que não são só isso, pois que muitas destas «estórinhas» são fonte directa da História, não só da Aviação Portuguesa, mas da própria História de Portugal.

 

*   *   *

 

Despedida do Cte. Viegas, Lumiar, 1956. Esp. Cte. Amado da Cunha, col. Sr. Ant.º Fernandes.
Legenda no v., pelo C.te Amado da Cunha:
[Da esq.:]A/B Ana [Duarte], Com.te Viegas, A/B Margarida Pedro.
Jantar de homenagem e despedida da T.A.P., ao Com.te Eduardo Viegas Ferreira de Almeida no restaurante Castanheira de Moura (Lumiar).

Lisboa, Abril de 1956.

Fotografia do esp. do C.te. Amado da Cunha, col. do Sr. Ant.º Fernandes.

______
(Quarenta Anos de Aviação / Eduardo Alexandre Viegas Ferreira de Almeida. — [s.l.] : [Edição de autor; Coord. Tereza Ribeiro Reis], 1995. — 330 p.; 23cm.
Imagem: in-Libris.)

Escrito com Bic Laranja às 15:46
Verbete | comentar
Quinta-feira, 26 de Outubro de 2023

Jardim Constantino com portugueses

Jardim Constantino, Lisboa (A.I. Bastos, 1968)
Jardim Constantino, Lisboa, 1968.
Artur Inácio Bastos, in archivo photographico da C.M.L.

Escrito com Bic Laranja às 20:33
Verbete | comentar | comentários (14)
Terça-feira, 24 de Outubro de 2023

Notícia de ontem há 81 anos

«A visita do sr. general Carmona a diversos melhoramentos em curso na cidade», Diario de Lisbôa, 23/X/942.
«A visita do sr. general Carmona a diversos melhoramentos em curso na cidade», Diario de Lisbôa, 23/X/942.

Escrito com Bic Laranja às 21:18
Verbete | comentar | comentários (4)
Segunda-feira, 23 de Outubro de 2023

Das musas da Carris

 Das etymologias tenho que tôdo o museu é templo ou santuário de musas. O da Carris também o será e, assim sendo, cuido que haverá de por lá rondar principalmente Clio, a musa da História. Todavia parece-me uma ronda meia de esguelha, meia daltónica, meia vesga… Ou amba-las três, pois que — já por aqui o disse antes — baralhou as cores dos volantes dos autocarros A.E.C. históricos. Lembra-me a memória e não mo nega a História que eram êles, os ditos volantes, verdes nos autocarros dum só piso e vermelhos nos autocarros altos de dois andares. Sucede que andam ao contrário nos autocarros do museu da Carris.
 Isto, de Clio ser daltónica.
 De andar por ali de esguelha, ou de mesmo ser vesga, descobri agora que o 301 se passeia luzidamente por aí com o emblema da Carris mal centrado na carroçaria.

A.E.C. Regent V, n.º de frota 301 (c/ logótipo mal centrado), Belém (Museu da Carris, 2023.)
A.E.C. Regent V, n.º de frota 301 (c/ logótipo mal centrado), Belém, 2023.
Fotografia: A. n/ id., Museu da Carris, in Livro das Fuças.


A.E.C. Regent III n.º de frota 240 na carreira 4A [?], Rossio de Lisboa, c. 1960. Fototipia animada dum original de Portimagem, in Flickr.
A.E.C. Regent III n.º de frota 240 na carreira 4A [?], Rossio de Lisboa, c. 1960.
Fototipia animada dum original de Portimagem, in Flickr.


 E, pois, assim é. Clio a precisar de óculos?!… Ou, alguma partida de Thália. Ao fim e ao cabo já é hábito firmado dizer que se a História repete é como comédia.

Escrito com Bic Laranja às 14:42
Verbete | comentar
Sábado, 21 de Outubro de 2023

Lisboa doutro tempo

«Avenida», Lisboa, c. 1960. Portimagem, Saudade 1445, in Flickr.
Avenida, Lisboa, c. 1960.
Portimagem, in Flickr.

Escrito com Bic Laranja às 19:41
Verbete | comentar | comentários (2)

Das gordas (e dum gordinho)

Expesso (assim mesmo), 20/X/23.
Expesso (assim mesmo), 20/X/23.

 

 Um baluarte dêstes!… Ali há 500 anos, rodeado de água por 400… Nunca se afundou. E agora dizem que vai a baixo com uma ninharia: alterações climá®ticas. — Tempo de artistas…

 

- - -  // - - -

 

Sol, 20/X/23.
Sol
, 20/X/23.

 

 Só agora se deram conta?! Já faliram em 74… Até a capa da Sábado (um magazine brasileiro que se publica às sextas [quintas] em Lisboa) dá fé do caso (também só agora); não fôra êle assim, não houvera a debandada de que volta não volta tornam e retornam a dar notícia.

 

Sábado, 19/X/23.

Sábado, 19/X/23.

 

- - -  // - - -

 

 E de vivermos um tempo de artistas, ahi está a prova. Em tôda a linha.

 

Me®dina pintalgado de verde (Ant.ª Cotrim/Lusa, — © 2023)

 


Recortes dos jornais do Sapo. Me®dina pintalgado de verde, Ant.º Cotrim / [Brasi]Lusa, in D.N.

Escrito com Bic Laranja às 13:08
Verbete | comentar | comentários (7)
Sexta-feira, 20 de Outubro de 2023

Cantata barrôca

 Uma gravação memorável: como não era fácil achar um soprano rapaz para esta cantata, Gustavo Leonhardt decidiu pedi-lo a Mariana Kweksilber, que tinha uma voz de menino («Knabenhafte Stimme»). Ela gloriosamente sobreviveu às muitas exigências desta gravação. (Max van Egmond)

João Sebastião Bach, Cantata n.° 51, Jauchzet Gott in allen Landen (Aria: «Höchster, Mach Deine Güte»).
Maestro: Gustavo Leonhardt. Soprano: Marianne Kweksilber.
Leonhardt-Consort (com instrumentos originais), TELDEC, 1974.

Escrito com Bic Laranja às 12:03
Verbete | comentar
Quinta-feira, 19 de Outubro de 2023

Quem não tem que dizer fala do tempo

Tem chovido. 

Gente à chuva na Ec-xepó, Olivais (Luís d’Orey, 1998)
Gente à chuva na Ec-xepó, Olivais, 1998.
Luís d’Orey, in archivo photographico da C.M.L.

Escrito com Bic Laranja às 18:59
Verbete | comentar | comentários (2)
Terça-feira, 10 de Outubro de 2023

Música barroca

 Concerto para 2 bandolins de Vivaldi (com um extraordinário Pedro Nuno Santos — barbado à moda e tudo — no bandolim da esquerda).


Vivaldi, Concerto para 2 bandolins em sol maior.
Barrocade Ensemble, Museu de Telavive, 2016.

Escrito com Bic Laranja às 20:31
Verbete | comentar | comentários (7)
Domingo, 8 de Outubro de 2023

Hoje é mais assim… ↘️

Escrito com Bic Laranja às 20:31
Verbete | comentar | comentários (6)

Fevereiro 2024

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
14
15
16
17
20
22
23
24
25
26
27
28
29

Visitante



Selo de garantia

pesquisar

Ligações

Adamastor (O)
Apartado 53
Bic Cristal
Blog[o] de Cheiros
Carmo e a Trindade (O)
Chove
Cidade Surpreendente (A)
Corta-Fitas(pub)
Dragoscópio
Eléctricos
Espectador Portuguez (O)
Estado Sentido
Eternas Saudades do Futuro
Fadocravo
Firefox contra o Acordo Ortográfico
Fugas do meu tinteiro
H Gasolim Ultramarino
Ilustração Portuguesa
Kruzes Kanhoto
Lisboa
Lisboa Actual
Lisboa de Antigamente (pub)
Lisboa Desaparecida
Menina Marota
Meu Bazar de Ideias
Paixão por Lisboa
Pena e Espada(pub)
Perspectivas(pub)
Planeta dos Macacos (O)
Pombalinho
Porta da Loja
Porto e não só (Do)
Portugal em Postais Antigos(pub)
Retalhos de Bem-Fica
Restos de Colecção
Rio das Maçãs(pub)
Ruas de Lisboa com Alguma História
Ruinarte(pub)
Santa Nostalgia
Terra das Vacas (Na)
Tradicionalista (O)
Ultramar

arquivo

Fevereiro 2024

Janeiro 2024

Dezembro 2023

Novembro 2023

Outubro 2023

Setembro 2023

Agosto 2023

Julho 2023

Junho 2023

Maio 2023

Abril 2023

Março 2023

Fevereiro 2023

Janeiro 2023

Dezembro 2022

Novembro 2022

Outubro 2022

Setembro 2022

Agosto 2022

Julho 2022

Junho 2022

Maio 2022

Abril 2022

Março 2022

Fevereiro 2022

Janeiro 2022

Dezembro 2021

Novembro 2021

Outubro 2021

Setembro 2021

Agosto 2021

Julho 2021

Junho 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

____