Sexta-feira, 2 de Maio de 2008

Bolas de Berlim

 Dantes havia um grande problema com as bolas de Berlim e não era a A.S.A.E.. Era o creme: dificilmente chegava ao fim da bola. As padarias e as pastelarias cujas bolas tivessem creme até meio eram coisa rara. Na maior parte das vezes lá vinha uma desilusão; um embuste; o creme não passava duma tira à superfície e comer o resto da bola seca só com o açucar granulado era um tremendo sacrifício. Aos ciganos via-
-os eu comerem alarvemente até ao fim do creme e deitar o resto fora. A minha mãe nunca me deixou fazer isso. Que não eram modos de gente, dizia. Hoje talvez ela omitisse a gente, o que vendo bem continuaria sendo inteiramente apropriado...
 À tarde comi uma bola de Berlim muito refinada, com açúcar em pó e creme mesmo mesmo até ao fim. Um regalo quase obsceno numa civilização que deixa de cultivar pão para refinar biocombustíveis.

 
(A bola é de wax115, via 
A aba de Heisenberg.)

Escrito com Bic Laranja às 23:56
Verbete | comentar
23 comentários:
De O Réprobo a 3 de Maio de 2008
Inteiramente de acordo, Caríssimo Bic, com a lástima na conclusão. Quanto ao resto, sempre evitei a fraude através da privação - adorava bolas de Berlim, mas sem creme. No entanto, reconheço o gosto de quem exalta la crème de la crème...
Abraço
De JA a 3 de Maio de 2008
Bolas....Bic, sabe o que é estar a 3700 km da bola de "Berlim" mais próxima e, ter de aturar esta imagem com aquele amarelinho/limão..??? Sabe quanta água na boca e sofrimento isto já me causou? E mais...fiquei a sonhar com ela(s) num dia de praia, depois de um belo banho de água salgada, num Atlântico com aquelas ondas que gritam: Mergulha !!!
Bolas...mesmo !!!!

De Bic Laranja a 3 de Maio de 2008
Réprobo: fui atriçoado pela minha gulodice, está bom de ver. // J.A.: Lamento os cuidados em que o deixei. Mas segure essa ideia pra o momento certo. Afinal o tempo ainda não está de feição para mergulhos. // Cumpts. a ambos.
De Ricardo a 3 de Maio de 2008
Caro Bic. Obrigado por me fazer recuar quarenta anos atrás. Às Bolas da Maria que as vendia na praia da Conceição em Cascais, mas que eram mais deliciosas, quando compradas na casa dela na Rua dos Navegantes , em que as comíamos acabadas de fritar numa grande frigideira, e as mergulhávamos num tabuleiro cheio de açúcar , por diversas vezes, e que eu saiba ninguém ficou doente por isso, felizmente não havia a ASAE .
De Bic Laranja a 4 de Maio de 2008
Tal como a Dª Maria da Rua dos Navegantes havia uma loja de bolas a sair da frigideira na Rua Actor Vale em Lisboa. Cumpts.
De [s.n.] a 6 de Maio de 2008
Lembro-me tão bem dessa casa! Andava na escola mesmo em frente, e era só sair das aulas, atravessar a rua comprar 1 bola de-li-ci-o-sa ao casal idoso que já me conhecia!
Já tenho 45 anos mas ainda consigo sentir o cheiro, a até o sabor dessas bolas!
De Bic Laranja a 9 de Maio de 2008
:)
Cumpts.
De Júlia a 4 de Maio de 2008
eu tiro-lhe o creme,sempre, não gosto
De Bic Laranja a 4 de Maio de 2008
Ah! Mas eu sou guloso, que hei-de fazer!... Cumpts.
De Atentti al Gatti a 5 de Maio de 2008
Também eu sou testemunha dessa loja na esquina da R. Actor Vale com a R. Actor Joaquim de Almeida (não é o actual, embora também mereça homenagem semelhante) onde se fabricavam gelados de "cone" e de "copo" no Verão, comidos com colherzinhas metálicas e de Inverno fabricavam bolas de Berlim, com e sem creme, à vista da clientela. O estabelecimento mudou de ramo, provávelmente devido ao falecimento da proprietária, cujo nome a minha fraca memória não reteve, mas lembro-me da sua simpatia para com os "putos" mais desfavorecidos, a quem permitia que se empanturrassem com o gelado rapado dos recipientes onde era confeccionado. Nos dias de hoje, tal facto tería certamente ocasionado o fecho do estabelecimento, não por falta de higiene, que nisso a caritativa senhora era irrepreensível mas, porque não sendo uma multinacional, não estava autorizada a contribuir para o aumento da obesidade infantil.
A.v.o.
De Bic Laranja a 9 de Maio de 2008
Lembro-me vagamente da senhora. E senti uma grande desilusão quando verifiquei a mudança de ramo há anos. Uma grande desilusão.
Cumpts.
De Scarlata a 5 de Maio de 2008
Signor bic, é muito feio fazer pirraça a uma pobre gaiata que anda aqui fora a lutar pela vida!

;D

O meu reino por uma bola de Berlim!


De Bic Laranja a 9 de Maio de 2008
Será possível que não haja equivalente por aí?
Cumpts.
De Luciana a 5 de Maio de 2008
Não sei bem porquê, mas só gosto de Bolas de Berlim quando estou na praia. E daquelas bem cheiinhas de creme!... :-)
Belos tempos os das senhoras de branco pelas praias, com as malas carregadinhas de enormes Bolas (não havia A.S.A.E., felizmente!). Primeiro – em pequenina - comia-as enquanto assistia ao velho “Teatro dos Robertos”. Mais tarde comia umas duas enquanto lia um belo policial da Colecção Vampiro, que o meu pai tinha completa! :-)
De JA a 6 de Maio de 2008
Ora bem Sra. Luciana.....quem nunca comeu uma bola CHEIA de creme (duas de preferência), num belo dia de praia.....só viveu meia vida....
De Bic Laranja a 9 de Maio de 2008
J.A. e Luciana: E no fim vieram os fiscais das colheres de pau...
Cumpts.
De marta a 6 de Maio de 2008
E eu que sempre só gostei delas sem creme.

Já não vou a tempo de discutir com o Ricardo, mas as melhores bolas de Cascais inteiro, eram as da Amélia.
As da Maria eram as melhores da Noite, disso não há dúvidas.
De Ricardo a 7 de Maio de 2008
As bolas da Amélia não as conheci, por isso não posso comentar, mas havia mais tarde as da Maria do Carmo, que também eram boas, mas não tinham a tradição, de os carros ficarem parados a interromperem o trânsito e as pessoas eram civilizadas e não apitavam.
De Bic Laranja a 9 de Maio de 2008
:)
Cumpts.

Comentar

Junho 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Visitante


Contador

Selo de garantia

pesquisar

Ligações

Adamastor (O)
Apartado 53
Arquivo Digital 7cv
Bic Cristal
Blog[o] de Cheiros
Carmo e a Trindade (O)
Chove
Cidade Surpreendente (A)
Corta-Fitas(pub)
Delito de Opinião
Dragoscópio
Eléctricos
Espectador Portuguez (O)
Estado Sentido
Eternas Saudades do Futuro
Fadocravo
Firefox contra o Acordo Ortográfico
H Gasolim Ultramarino
Ilustração Portuguesa
Lisboa
Lisboa de Antigamente
Lisboa Desaparecida
Menina Marota
Mercado de Bem-Fica
Meu Bazar de Ideias
Paixão por Lisboa
Pena e Espada(pub)
Perspectivas(pub)
Pombalinho
Porta da Loja
Porto e não só (Do)
Portugal em Postais Antigos(pub)
Retalhos de Bem-Fica
Restos de Colecção
Rio das Maçãs(pub)
Ruas de Lisboa com Alguma História
Ruinarte(pub)
Santa Nostalgia
Terra das Vacas (Na)
Tradicionalista (O)
Ultramar

arquivo

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

____