6 comentários:
De O Réprobo a 16 de Junho de 2008
Hoje o transporte é vendido a Metro e, salvo nos melhores dias do clube do Amigo Bic, um entreposto de mercadoria humana em trânsito para outras paragens. É o Progresso, deixou-se de ir a um sítio, para se passar por ele. Abraço
De Bic Laranja a 19 de Junho de 2008
Vendido a Metro e mentendo água. Cumpts.
De Attenti al Gatti a 17 de Junho de 2008
Quando o eléctrico chegava à churrasqueira, ainda nao existia o hororoso mamarracho erigido nas traseiras da mesma, ocupando parte dos jardins do Palácio Valença. E ainda existiam, na Alameda das Linhas de Torres, bonitas moradias e a Escola Prática de Administração Militar. Salvou-se o Sanatório D. Carlos I, mas teve que mudar de identidade e actividade. A inversão de marcha, no Lumiar, era feita num cenário que mais parecia um prolongamento da Malveira, difícil de descrever e ainda mais de imaginar. Carnide ainda aguentou mais algum tempo, mas também faleceu, por fim.
Requiescat in pace.
A.v.o.
De Bic Laranja a 19 de Junho de 2008
O Lumiar também é vendido a metro... E a Malveira tornou-se um prolongamento do Lumiar. Cumpts.
De Paulo a 21 de Junho de 2008
Ainda não tinham construido o horroroso viaduto (2ª circular) que veio tapar completamente este Palácio.
De Bic Laranja a 22 de Junho de 2008
Nem os donos haviam ainda vendido o quintal para fazer mamarrachos. Cumpts.

Comentar