20 comentários:
De Bic Laranja a 25 de Junho de 2008
Houve dois. Tenho a certeza. Na Picheleira, claro.O que o Pitxaime fala é do segundo.
Obrigado pelas coordenadas do Luís Maluco. Tinha uma mota, não era...?
Cumpts. :)
De Atentti al Gatti a 26 de Junho de 2008
Esse mesmo. Tinha uma bela máquina, sim senhor. Uma vez vi-o eu em renhida competição com o triciclo motorizado de um vendedor de fruta, Rua Nova fora, em direcção à Barão de Sabrosa. Se no cagaçal que faziam, ambos os contendores se equiparavam, já em velocidade, o Luís deu um bigode ao triciclo.
As últimas notícias que tive dele, através de uma vizinha, a D. Rosa, foram no Verão de 1998. Estava albergado numa instituição de caridade, para as bandas de Algés. Segundo a mesma fonte, encontrava-se de boa saúde mas, por óbvia falta de espaço, tinha abandonado o motociclismo.
A.v.o.
De Bic Laranja a 26 de Junho de 2008
As coisas que vossemecê se lembra e sabe! É extraordinário!
O Luís Maluco tinha-se-me completamente apagado. Mesmo com todas as corridas que o vi dar na praça do Chile.
Cumpts. :)
De Atentti al Gatti a 29 de Junho de 2008
Obrigado. São as vantagens (se é que há vantagens) da idade: a memória de longo prazo começa a funcionar melhor que a de curto prazo. Ou se calhar é esta que funciona tão mal que a outra parece funcionar melhor.
A.v.o.

Comentar