19 comentários:
De António Viriato a 23 de Setembro de 2008

Esta linguagem confrange; num Ministro que tutela o Sector da Energia, deprime, mas que se há-de fazer quando os Economistas, os Financeiros e os Advogados se acham especialistas no ramo só porque os nomearam titulares desta tutela, ainda que não distingam unidades de potência das de energia e confundam este conceito com o de mercadorias ou matérias-primas.

Teremos um dia de solicitar à OE que lhes ministre caridosamente um Seminário em conceitos básicos da Física e da Engenharia e, por acréscimo, em unidades do SI.

Provavelmente, será preciso chamar-lhe antes uma Pós-Graduação ou MBA ou qualquer coisa de equivalente coturno universitário, caso contrário recusar-se-ão a comparecer às palestras regulares.

Entretanto, haja paciência...

PS : Obrigado ainda pela correcção de ontem.
De MCV a 23 de Setembro de 2008
Assino por baixo de António Viriato.
Abraço
De Bic Laranja a 24 de Setembro de 2008
Soma mais um. Cumpts. a ambos.
De [s.n.] a 23 de Setembro de 2008
Pois, mas saloios eram os outros que sabiam que era a força do vento que movia as pás dos moínhos. Por estas e por outra, é que eu acho muito bem que se facilite ao máximo os exames. Assim, de futuro, ainda será mais fácil arranjar ministros.
A.v.o.
De Bic Laranja a 27 de Setembro de 2008
Essa será a fase piloto. Depois poderia 'implementar-se' no âmbito do 'simplex' o certificado do 12º ano em lugar da certidão de nascimento. E numa 2ª fase a licenciatura (agora diz-se mestrado) será tangível ao abrigo das 'novas oportunidades'.
Cumpts.
De Carlos Portugal a 24 de Setembro de 2008
Pois é, realmente tanta ignorância seria confrangedora se não viesse de um desgovernante da classe política, que como sabemos é bárbara e de um analfabetismo funcional inacreditável. Assim, as «boutades» do senhor Pinho são perfeitamente adequadas aos da sua laia.

Se ele dissesse que há DEZ MIL anos a «ideia de produzir energia a partir do vento pareceria uma miragem», talvez estivesse certo. Só que aqueles malandros da cidade de Ur, na Caldeia, estragaram-lhe o arranjinho há 7000 anos, construindo moinhos de eixo vertical para moer trigo, aproveitando assim a energia eólica, tranformando-a noutro tipo de energia mecânica para produzir farinha. Uns malandros, a desdizerem assim a douta e asinina sabedoria do senhor Pinho! E todos os outros que se lhes seguiram. Parece também que o dito senhor desconhece por completo - tal como o Caro Bic muito bem nota - que quase todos os navios até à Revolução Industrial eram movidos pela energia do vento (salvo as galés, movidas à força dos braços dos remadores)...

Um poço de sabedoria, este senhor Pinho!

Cumprimentos, meu Caro Bic.
De Bic Laranja a 24 de Setembro de 2008
Pior agora que o governo não se cala com o Magalhães...
Cumpts.
De Luciana a 27 de Setembro de 2008
É o governo e o Chávez...
Os maiores feitos do governo são as palhaçadas!

ver em:
http://www.youtube.com/watch?v=S2EkimKcwzA

Abraço
De Bic Laranja a 27 de Setembro de 2008
Chamarem Sócrates à geringonça não teria sido mais apropriado?
Cumpts.
De Luciana a 27 de Setembro de 2008
Ainda esta semana vi uma reportagem na RTP Memória – talvez do início dos anos 80 - sobre o mundo rural em Portugal e o aproveitamento ancestral da energia do vento e dos seus recursos naturais…
Parece que o nosso governo não gosta dos Canais “mais temáticos”. Aliás, nem sequer gosta muito de memórias. Ou de memorizar o que quer que seja…

Abraço
De Bic Laranja a 27 de Setembro de 2008
Não confundamos o mundo rural com a 'sociedade do conhecimento'; coisas ancestrais são demasiado retrógradas e a memória são as 'inciativas' de amanhã sobre a 'inovação' que jorra dos cérebros liofilizados de hoje.
Cumpts.
De Once a 24 de Setembro de 2008
lamentável, rídiculo, próprio de quem nem o trabalho de casa faz ..
enfim .. resta-nos o sorriso complacente com o qual desculpamos as tropelias da criançada.

De Bic Laranja a 24 de Setembro de 2008
Só consigo sorrir com desprezo. Cumpts.
De cabo carvoeiro a 24 de Setembro de 2008
Os nórdicos têm a fama de serem tristes, pelo menos em aparência , dizem que é a falta de sol e que deprime, eles não têm a sorte de possuírem ministros como os nossos, logo compensavam a falta sol com rizadas todos os dias, e é isso que temos de fazer, porque não temos a sorte de possuir como eles ministros (sinistros) competentes.
Cumps
De Bic Laranja a 24 de Setembro de 2008
Pois!... Paciência. Cumpts.
De Paulo Cunha Porto a 24 de Setembro de 2008
Meu Caro Bic Laranja,
vamos lá tentar harmonizar o que o Amigo bem relembra com o que deu na pinha, perdão no Pinho, do Governo.
O que o homem queria dizer é que, em tempos anteriores, as palavras dos responsáveis não eram levadas pelo vento. Grande diferença para hoje, evidentemente!
Abraço
De Bic Laranja a 24 de Setembro de 2008
O sr. ministro Pinho ainda há-de escrver um livro. Com tanto para dizer... Cumpts.
De Atentti al gatti a 25 de Setembro de 2008
Sim e com prefácio do "Jámê".
A.v.o.
De Bic Laranja a 25 de Setembro de 2008
Oh meu Deus!
Cumpts.

Comentar