12 comentários:
De João Nuno Sequeira a 18 de Novembro de 2008
Sem querer imputar culpas ao dono deste blogo, a quem, mais uma vez endereço os meus cumprimentos pelo excelente trabalho, permito-me duvidar do conteúdo da notícia do Expresso.
De facto, o Monumento do Cristo Rei é um monumento nacional, pelo que acompanho a posição dos que criticam a sua utilização para fins mercantis, mas não é propriedade nem está na alçada da Câmara Municipal de Almada, pertencendo sim ao Seminário do Cristo Rei, dependente do Patriarcado de Lisboa.
Não enjeito a possibilidade de a Câmara de Almada ter dado algum parecer favorável, mas nem sequer esta acção se encontra anuciada no seu programa de festejos para a quadra natalícia.
Penso estar correcto nesta avaliação e, se não o estiver, agradeço que me corrijam.
Volto a frizar que discordo por completo com a venda da imagem dos nossos monumentos para campanhas publicitárias, o que, ultimamente, tem sido hábito recorrente.

Com os melhores cumprimentos.
De Bic Laranja a 19 de Novembro de 2008
Não me espantaria que a notícia não fosse inteiramente verdadeira. Mas veja lá se a aparente notícia não é toda ela publicidade?
No mais estamos de acordo. Cumpts.

Comentar