Segunda-feira, 8 de Dezembro de 2008

Jardim Constantino

 Li há tempo no Carmo e a Trindade (era notícia do Público, parece-me) o plano da C.M.L. para arranjar o Jardim Constantino (requalificação; é requalificação que se diz). A data, provável, que o sr. vereador José Fernandes anunciou para concluir o arranjo foi Junho do ano que vem. Bem, a jardinagem (intervenção nas zonas verdes, no falar do sr. vereador) havia de começar em Novembro. - Eu de facto já vi lá cortarem as pernadas a umas árvores. Menos mal. - Seguir-se-ia o arranjo da calçada (intervenção nos pavimentos deve ser isso, presumo) e dos edifícios à volta (no jardim propriamente, há só um quiosque com sanitários, mais nenhum edifício). Como anunciou também cafetaria, esplanada, cuido dever ser nisso que consiste a apregoada requalificação. Não sabe o sr. vereador Fernandes dos cafés e restaurantes voltados ao jardim, ou até dum quiosque de jornais ao virar da esquina?
 O que mais estranhei no anúncio foi que depois (só depois, tende atenção) a srª vereadora da acção social dará uma mão ao jardim para encaminhar os mendigos que lá pernoitam para lugares de acolhimento. Só no Verão de 2009, portanto, se não houver atrasos na empreitada de... requalificação. Até lá, para amenizar, arranjaram-se umas castanhas pelo São Martinho e pôs-se a rede da Internete no jardim. Só é pena é que no Inverno faça frio e esteja a chover.

Jardim Constantino (c) 2008
Jardim Constantino, Lisboa, 2008.

Escrito com Bic Laranja às 13:15
Verbete | comentar
14 comentários:
De Paulo Nunes a 9 de Dezembro de 2008
Já lá vão 30 anos, mas costumava brincar neste jardim. Estava sempre cheio de outros miúdos.
Ía a pé da Portugália na Almirante Reis até ao Jardim só para brincar nos baloiços.
Não sei se hoje deixava um filho meu fazer isso nesta zona...
De Bic Laranja a 9 de Dezembro de 2008
Pode-se lá ir para os baloiços. As crianças divertem-se e habituam-se à rica civilização do milénio.
Cumpts.
De KI a 10 de Dezembro de 2008
Eu tb costumava brincar neste jardim, é sombrio mas mt fresco de Verão, e conhecia a Portugália e a CEntral de Cervejas na António Pedro por dentro e por fora devido a familiares q trabalhavam lá. o 4o passava por la e dps mais tar, já sozinha, e a caminho de casa dos meus padrinhos, constatava como o velhinho jardim estava a ficar tão degradado.

Bic Laranja gostava de o relembrar se quer participar no blog de Natal, agradeço a sua

disponibilidade.
De Bic Laranja a 10 de Dezembro de 2008
Parece que o dinheiro do casino não chega para conservar jardins, que são um luxo a que nos não podemos dar.
Como participo?
Cumpts.
De aromas-ibericos a 12 de Dezembro de 2008
Nos últimos meses tenha cruzado o Jardim Constantino com alguma frequência e o estado de abandono a que se encontra votado é constrangedor. O lago como é obvio está vazio de água e apenas o lixo por lá se acomoda.Poderá ser coincidencia, mas sempre que por lá passo vejo sacos de plático em tudo quanto é sitio. O quiosque (fechado como é evidente) está redecorado com grafitis. Os canteiros de plantas votados a um esquecimento confrangedor (há quanto tempo não serão objecto de uma intervenção?). O curioso é que, alguns metros mais abaixo, está a sede da Junta de Freguesia (em instalações degradadissimas por sinal)onde, pelo sim pelo não, se encontra um aviso explicando que o estado de degradação do Jardim Constantino nada têm a ver com a JF mas sim com a CML. Não entrando em polémicas de competencia, o facto é que o Jardim, a dois passos da sede da JF, está abandonado, e este facto é do seu conhecimento, e nada se faz. Para que raio nos serve então a Junta de Freguesia?
P.S. pois é que eu habito na freguesia de S.Jorge de Arrois.
De Bic Laranja a 12 de Dezembro de 2008
Parece-me que tem as mesmas competências que o Presidente da República. Não interferir em nada.
Cumpts.
De Luciana a 13 de Dezembro de 2008
A primeira máquina fotográfica que tive – ainda nem teria dez anos – andei a experimentá-la por este jardim, na altura bem mais decente e agradável…
Eu andava sempre a chatear os meus pais para me oferecerem uma e, logo nessa altura, a primeira coisa que fiz foi andar a fotografar Lisboa. E que pena não ter andado por mais sítios!…
Se encontrar essa jóia do meu passado fotográfico logo lha mostro! :-)

Abraço
De Bic Laranja a 13 de Dezembro de 2008
Fico à espera. Cumpts. :)
De ines queiroz a 16 de Janeiro de 2009
Moro muito perto deste jardim há quse seis anos. Primeiro na Rua José Estêvão e agora na Rua Jacinta Marto. E, nestes últimos anos o estado de degradação do jardim tem-se acentuado de uma forma assustadora. Lixo por todo o lado. sofás, cadeiras e muitos sem-abrigo. Revolta-me muito o estado em que está aquele jardim e, ao contrário de si, não acho boa ideia levar para lá crianças. Aquela areia é um ninho de infecções...
Não querendo parecer uma fascista acho curioso quando oiço dizer que nada se pode fazer para tirar dali aquelas pessoas. Grande parte delas são estrangeiras e passeiam-se por alí há anos. Onde é que conseguem vistos de residência? Gostaria de saber. Juro que gostaria...
De Bic Laranja a 2 de Fevereiro de 2009
Cuido que essa gente que deambula por ali tem direito a voto. Mas nem por isso lhes dão abrigo. Só depois dumas avenças para obras no jardim e para as esplanadas de amigo... talvez.
Cumpts.
De ines queiroz a 2 de Fevereiro de 2009
Eu gostava de ter as suas certezas... a grande parte das pessoas que por ali anda recusa-se a ir para os abrigos municipais, faz as suas necessidades no jardim, à frente de toda a gente, reclama quando não lhes damos moedas e enche os passeios com caixas de sopa e restos de comida quando lhes dão uma refeição quente. A minha avó sempre me ensinou que pobreza não é sinónimo de porcaria. Eu percebo as condições em que vivem, percebo os sonhos que não conseguiram concretizar, percebo a miséria que se tornou a sua vida. Mas estou a mentir se disser que o estado daquele jardim não se deve, em grande parte, às pessoas que lá vivem.
E isso levanta muitas questões. eu não acho que se deva varrer a pobreza para longe dos olhos para se criar a ilusão de que o que não se vê é porque não existe, mas enquanto utilizadora daquele jardim sinto-me lesada e questiono-me sobre muitas coisas. A minha empregada, por exemplo, é caboverdiana e tem licença de residência em Portugal.De dois em dois anos tem de pedir nova licença, apesar de ter contrato de trabalho e descontos para a SS em dia. A sua licença deste ano caducava a 31 de Janeiro. Ela foi tratar de pedir uma nova no início do mês mas, mesmo assim, e apesar de não estar em falta, teve de pagar quase 50 euros de multa, porque tinha de entrar entrada no processo um mês antes da dita licença caducar... estranho, não acha? è nestes momentos, e neste contexto que coloco muitas questões, muitas mesmo.
Obrigada
De Bic Laranja a 3 de Abril de 2009
Eu tenho a certeza que aquela gente valerá uns votos... É deixá-los até às eleições. Então a caridade vale um papel dobrado em quatro com um xis riscado.
Cumpts.
De Sara Almeida a 14 de Maio de 2009
Estive hoje no jardim constantino a recolher dados para um pequeno trabalho que estou a desenvolver sobre alguns jardins de Lisboa e cheguei à conclusão que as promessas que se falam não cumpridas. O jardim está completamente degradado e as limpezas são feitas uma vez por semana. Será que os espaços verdes em Lisboa valerão a pena como espaço de lazer?!
De Bic Laranja a 15 de Maio de 2009
Os jardins, todos juntos num megaprojecto de requalificação como fica bem dizer, talvez valham a pena. Um jardinzinho isolado não dá comissão.
As promessas são conversa fiada. Sobra muito tempo livre para dizer coisas.
Obrigado pelo seu comentário. Cumpts.

Comentar

Maio 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
21
23
25
26
27
29
30
31

Visitante


Contador

Selo de garantia

pesquisar

Ligações

Adamastor (O)
Apartado 53
Arquivo Digital 7cv
Bic Cristal
Blog[o] de Cheiros
Carmo e a Trindade (O)
Chove
Cidade Surpreendente (A)
Corta-Fitas(pub)
Delito de Opinião
Dragoscópio
Eléctricos
Espectador Portuguez (O)
Estado Sentido
Eternas Saudades do Futuro
Fadocravo
Firefox contra o Acordo Ortográfico
H Gasolim Ultramarino
Ilustração Portuguesa
Lisboa
Lisboa de Antigamente
Lisboa Desaparecida
Menina Marota
Mercado de Bem-Fica
Meu Bazar de Ideias
Paixão por Lisboa
Pena e Espada(pub)
Perspectivas(pub)
Pombalinho
Porta da Loja
Porto e não só (Do)
Portugal em Postais Antigos(pub)
Retalhos de Bem-Fica
Restos de Colecção
Rio das Maçãs(pub)
Ruas de Lisboa com Alguma História
Ruinarte(pub)
Santa Nostalgia
Terra das Vacas (Na)
Tradicionalista (O)
Ultramar

arquivo

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

____