Terça-feira, 31 de Março de 2009

Beringela

Bouquet beringela (flores.pt)

 Há dias as senhoras lá no trabalho apareceram quase todas vestidas de roxo ou lilás, uma cor assim. Perguntei a uma se o roxo estava na moda (foi mais afirmar que perguntar) e recebi a resposta:
  - Beringela.
 
(Bouquet Beringela em flores.pt.)

Escrito com Bic Laranja às 14:49
Verbete | comentar
14 comentários:
De Once a 31 de Março de 2009
(risos)

Por aqui dá-lhes de vez em quando a mesma "fotossíntese" ;)
De Bic Laranja a 1 de Abril de 2009
:) Cumpts.
De j. a 31 de Março de 2009
o que eu já me fartei de rir a pensar em como Cesário Verde estava avançado para a sua época...

imaginando uma natural de Lisboa vestida dessa forma, não fica nada prático - alfacinha acondicionando uma beringela... não se poderia descomplicar com um dois-em-um?, uma prosaica couve-roxa?

De Bic Laranja a 1 de Abril de 2009
Menos mal que arranjei um bouquet, que pôr aqui uma beringela ou uma couve-roxa poderia indispor as senhoras contra mim.
Cumpts. :)
De Luciana a 4 de Abril de 2009
Olhe que não... Já existem ramos de couve-roxa para oferecer às senhoras! :-)

Abraço
De Bic Laranja a 4 de Abril de 2009
Deve ser coisa pós-moderna. Demasiado eleaborada para o meu entendimento simples. Cumpts.
De Maria a 1 de Abril de 2009
Será que é desta? Veremos se finalmente consigo colocar um comentário neste calmo e tão agradável Blog, repleto de lindas fotografias da adorável cidade de Lisboa.
Devo dizer-lhe que certas respostas que volta e meia dá aos seus leitores envoltas numa fina ironia umas vezes, noutras, cheias de subtileza, são uma delícia. A mesma que encontro em alguns dos seus escritos. Ironia fina que na minha modesta opinião é a mais inteligente.

Parabéns pelas imensas fotografias que tem reproduzido, de prédios, moradias, palacetes e até d'algumas das nossas principais avenidas ainda em fase de construção na primeira metade do séc. XX, todas elas são um gosto para a vista. Construções, algumas com a assinatura de grandes arquitectos, de cuja traça exemplar só nos restam belos registos fotográficos devido ao criminoso camartelo que, a mando de tiranetes armados em senhores feudais e os verdadeiros culpados destes crimes imperdoáveis de lesa-património, tem sido rei e senhor por todo o país mas muito particularmente nas nossas outrora magníficas cidades e até vilas, muitas das quais irremediàvelmente desfiguradas para sempre. Afinal o vivo retrato de quem tem presidido às câmaras do país nas últimas três décadas.


De Bic Laranja a 2 de Abril de 2009
Talvez este seja o comentário mais gratificante que cá recebi.
Muito obrigado!
De Attenti al Gatti a 3 de Abril de 2009
Concordo consigo, MARIA, em tudo excepto "...retrato de quem tem presidido às câmaras deste país nos últimos trinta anos." Pode parecer que os atentados ao património edificado sejam recentes, mas não é verdade. Mudou apenas a mentalidade (parcialmente) e fala-se mais nisso, o qué é positivo. O velho mercado da praça da Figueira, a Cêrca Fernandina (nomeadamente os arcos da Graça e do Marquês do Alegrete, o Martim Moniz, etc., são atentados que têm mais de cinquenta anos. Sabe que se não tivessemos a sorte de termos D. Fernando II que, talvez por ser austríaco, estava muito acima da mentalidade vigente na época e hoje não teríamos os Jerónimos ou a Batalha? Dê uma volta pelo país e veja o pouco que sobrou do nosso património medieval. Foi arrazado há mais de cem anos em nome do progresso, fora o que o desleixo típico também delapidou. Não tenha dúvidas, o mal já vem de trás. o que não desculpa as atrocidades do presente. Pelo contrário.
A.v.o.
De Bic Laranja a 4 de Abril de 2009
Tem razão. Acontece que o óbvio erro da demolição da Mouraria não ensinou nada aos últimos, sempre lestos a condenar os do 28 de Maio. São todos escravos da mesma 'massa'. E em suma, os últimos, não aprendendo com o erro, demonstram hipocrisia e só agravam o pior que têm feito.
Grato pela sua simpatia!
Cumpts.
De Luciana a 4 de Abril de 2009
No liceu havia quem me chamasse carinhosamente “Roxinha”, porque vestia muito de roxo (e ainda visto, independentemente das modas). Para se meterem comigo chamavam-me “Senhora dos Passos”. :-)
Confesso que, quando ciclicamente vem a moda do roxo, me divirto a ironizar com as senhoras que, quando não “está na moda” (argumento completamente pateta), nunca pegam numa peça de roupa de tal cor! :-)

Abraço
De Bic Laranja a 4 de Abril de 2009
Pois se a moda não manda...
Cumpts. :)
De Lady-Bird a 5 de Abril de 2009
Olá Sr.Bic...há quanto tempo!
Não pude deixar de comentar... para fazer um pequeno reparo... roxo e beringela eram a cores da estação anterior... agora impera mais o lilás e o azulão arroxado...lol
Mas este movimento de cores, há muito que vejo nas ruas, inclusive nas gravatas de muitos "ilustres senhores da nossa praça"...estranho é que o Engenheiro Sócrates ainda não tenha aderido à moda, e ande tão "old fashion" com as suas "simples" gravatas azuis

beijinho
De Bic Laranja a 6 de Abril de 2009
São cores extravagantes. Talvez seja para não chocar os eleitores. Ou talvez seja das ralações...
Cumpts.

Comentar

Setembro 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
17
19
21
23
24
25
26
27
28
29
30

Visitante


Contador

Selo de garantia

pesquisar

Ligações

Adamastor (O)
Apartado 53
Arquivo Digital 7cv
Bic Cristal
Blog[o] de Cheiros
Carmo e a Trindade (O)
Chove
Cidade Surpreendente (A)
Corta-Fitas(pub)
Delito de Opinião
Dragoscópio
Eléctricos
Espectador Portuguez (O)
Estado Sentido
Eternas Saudades do Futuro
Fadocravo
Firefox contra o Acordo Ortográfico
H Gasolim Ultramarino
Ilustração Portuguesa
Lisboa
Lisboa de Antigamente
Lisboa Desaparecida
Menina Marota
Mercado de Bem-Fica
Meu Bazar de Ideias
Paixão por Lisboa
Pena e Espada(pub)
Perspectivas(pub)
Pombalinho
Porta da Loja
Porto e não só (Do)
Portugal em Postais Antigos(pub)
Retalhos de Bem-Fica
Restos de Colecção
Rio das Maçãs(pub)
Ruas de Lisboa com Alguma História
Ruinarte(pub)
Santa Nostalgia
Terra das Vacas (Na)
Tradicionalista (O)
Ultramar

arquivo

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

____