De pedro macieira a 24 de Abril de 2009
caro biclaranja,
Depois de ver a quase unanimidade de opiniões, em defesa da liberdade de escolha do nome e do dia,da dita praça não resisto em pensar o que teria acontecido se em algum local deste País durante a vigência salazarista/marcelista alguém pretendesse atribuir o nome a uma praça de um resistente antifascista.
Um abraço
De Bic Laranja a 25 de Abril de 2009
Gostava de ter essa estatística: a toponímia mudada por razão ideológica no Estado Novo e depois dele. E na viradeira da 1ª República, já agora, também. Para ter uma medida da liberdade dos regimes e da sua voracidade sobre a memória colectiva.
Se souber dalguma obra ou tese agradeço.
Cumpts.
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.