De T a 24 de Abril de 2009
Penso o mesmo sr Bic. Chamem-lhe o que quiserem. Foi um homem digno.
De Bic Laranja a 25 de Abril de 2009
Tão digno que discordou do seu nome na ponte. Tão arguto que contradisse: - ponham lá o nome na ponte, mas depois de mim não há-de durar...
Ele percebia os homens e a História; a ponte era um cartaz demasiado grande para exibir a sua memória.
Do mesmo modo acredito que rejeitaria, não o nome no pequeno largo da sua terra, mas o 'folclore' da liberdade. Desta liberdade...
Cumpts. :)
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.