Terça-feira, 30 de Junho de 2009

Um desejo chamado eléctrico

Amarelo.
 

 Duma estética original com as suas molduras [das janelas] em bico, este carro construído em 1927 sobre uma zorra inglesa do tipo Peckham tinha uma suspensão pendular que oferecia um maior conforto. A série de doze viaturas idênticas viria a ser abatida em 1972. O itinerário ao longo da Avenida da Liberdade veio a ser suprimido aquando da inauguração do metro em 1959.



MTUIR, Os eléctricos europeus em 1950-60, Lisboa.

Escrito com Bic Laranja às 16:12
Verbete | comentar
16 comentários:
De Margarida a 30 de Junho de 2009
Lindíssimo...
Do mesmo ano do 'Metropolis', do Fritz Lang.
De Bic Laranja a 1 de Julho de 2009
Estes eléctrico tinham uma distância entre eixos algo avantajada para as curvas mais apertadas dos trajectos alfacinhas. Por isso eram sobretudo usados nos itinerários das avenidas. Talvez por isso tenham sido reformados tão cedo. Cumpts.
De Funes, el memorioso a 30 de Junho de 2009
No Porto, ainda temos a circular eléctricos muito parecidos com este.
De Bic Laranja a 1 de Julho de 2009
Bem sei. Cumpts.
De Paulo a 1 de Julho de 2009
Mas existiam uns mais longos, por exemplo lembro-me dos que faziam agulha mo campo Pequeno (Av. da República), íam salvo erro para Benfica, e outros claro.
De Bic Laranja a 2 de Julho de 2009
Havia. Tinham duas zorras (bogies) direccionais. Refere-se a esses?
Cumpts.
De Attenti al Gatti a 7 de Julho de 2009
Na gíria, chamam-se "trucks"
A.v.o.
De Bic Laranja a 24 de Julho de 2009
Assim vem na legenda original do MTUIR. Cumpts.
De paulo a 3 de Julho de 2009
Exacto.
De André Santos a 3 de Julho de 2009
Estes carros, numerados de 601 a 612, tinham de facto uma estetica muito bonita, talvez por serem diferentes daqueles com os quais nos cruzamos hoje em dia. E por terem 8 janelas laterais ao invés das habituais 6, claro.
Ainda hoje existe a duvida se o primeiro terá sido construido pela C.C.F.L, ou se terá vindo - talvez até em 2ªmão - da empresa Brill, EUA.

Ficaram conhecidos na giria por "Carros da Estrela", pois tinham travões potentes para as ingremes ruas dos bairros antigos - por onde passa o 28 - mas devido ao seu tamanho foram circular por outras paragens.
Até 1972 algumas unidades ainda sofreram alterações a nivel das janelas laterais, como uniformização com o resto da frota.

Após o afastamento, um esteve muito tempo perto da rotunda de Algés.

Como curiosidade, não existe nenhum no Museu da Carris. Mas não por falta de vontade.
O ultimo avistamento de um "Carro da Estrela" terá ocorrido na zona da Caparica/Aroeira, em meados da decada de 80, num terreno particular.
Se alguém souber de alguma coisa... toda a infrmação é util!

Cumprimentos!
De Luciana a 3 de Julho de 2009
Será esse o eléctrico que agora serve de bar, desde os anos 70/80, “às portas” duma praia da Caparica?
Esse foi sendo lentamente descaracterizado e agora está praticamente destruído, na sua forma original.
Penso até que tenho fotos dele, em três ou quatro épocas diferentes…
Será?...

Abraço
De Bic Laranja a 24 de Julho de 2009
Pois! Só vendo...
Cumpts. :)
De Bic Laranja a 24 de Julho de 2009
Desconhecia. Grato pela informação.
Cumpts.
De Pedro Filipe Pereira Cação a 29 de Maio de 2015
Ao olhar para as janelas deste eléctrico,pensei que era
uma montagem,mas apercebi-me que não ao ler os comentários dos outros utilizadores.Sei que a abertura das janelas laterais neste era na horizontal.Gosto da estética delas.Embora que este eléctrico não esteja no museu da Carris,seria boa ideia fabricar uma maquete para expor.Na Espanha,em Barcelona,zona de Tibidabo,existe um semelhante, de cor azul,conhecido por TRAMVIA BLAU que possui essas janelas nas laterais.
De Bic Laranja a 2 de Junho de 2015
Um maqueta seria bom, mas refazer um eléctrico completo é que era.
Cumpts.
De Pedro Filipe Pereira Cação a 8 de Abril de 2016
No museu da CARRIS existem 5 STANDARDS que aproveito aqui para divulgar:
-os bidireccionais 535 e 260,os unidireccionais 777 e 549 e o salão 329.O CARRO DA ESTRELA seria o sexto.Cumpts

Comentar

Maio 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
21
23
25
26
27
28
29
30
31

Visitante


Contador

Selo de garantia

pesquisar

Ligações

Adamastor (O)
Apartado 53
Arquivo Digital 7cv
Bic Cristal
Blog[o] de Cheiros
Carmo e a Trindade (O)
Chove
Cidade Surpreendente (A)
Corta-Fitas(pub)
Delito de Opinião
Dragoscópio
Eléctricos
Espectador Portuguez (O)
Estado Sentido
Eternas Saudades do Futuro
Fadocravo
Firefox contra o Acordo Ortográfico
H Gasolim Ultramarino
Ilustração Portuguesa
Lisboa
Lisboa de Antigamente
Lisboa Desaparecida
Menina Marota
Mercado de Bem-Fica
Meu Bazar de Ideias
Paixão por Lisboa
Pena e Espada(pub)
Perspectivas(pub)
Pombalinho
Porta da Loja
Porto e não só (Do)
Portugal em Postais Antigos(pub)
Retalhos de Bem-Fica
Restos de Colecção
Rio das Maçãs(pub)
Ruas de Lisboa com Alguma História
Ruinarte(pub)
Santa Nostalgia
Terra das Vacas (Na)
Tradicionalista (O)
Ultramar

arquivo

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

____