8 comentários:
De Luciana a 30 de Agosto de 2009
Que coisa mais curiosa… Após ler a sua resposta no texto da Praça da Figueira, fui procurar o projecto de que falou, e que eu também tenho, nesta mesma revista de onde agora retirou este desenho.
Ele há coisas… Às vezes andamos a trilhar exactamente os mesmos caminhos sem sabermos!

Abraço
De Bic Laranja a 30 de Agosto de 2009
Acabei também por dar com ele quando fui buscar o alçado das ruas principais. Cumpts. :)
De Luciana a 30 de Agosto de 2009
Está na página 148, o horrendo ante-projecto para a Praça da Figueira, de 1949.
Confesso que, neste caso, prefiro a estúpida inutilidade actual, ao total disparate então previsto!... :-X

Abraço
De Luciana a 30 de Agosto de 2009
Cruzes! Mandei esta mensagem ao mesmo tempo que a sua sobre o dito!...
Isto hoje está bonito! Andarão por aí as almas penadas e revoltadas da antiga Praça da Figueira?!

Abraço
De Bic Laranja a 30 de Agosto de 2009
Como trocamos impressões sobre o mesmo é natural que aconteça. A inutilidade actual é perigosíssima quando age. Cumpts.
De Luciana a 30 de Agosto de 2009
Verdade nas duas coisas.

Abraço
De Luciana a 30 de Agosto de 2009
Já agora… também tenho esse livro de Suzanne Chantal, comprado na Feira do Livro, juntamente com a vida quotidiana na Rússia no tempo dos Czares (pancadas minhas…).
E também ando quase sempre por esses caminhos do passado. Penso que nem sempre fará lá muito bem… Mas o total esquecimento - ou alheamento - é bem pior!

Abraço
De Bic Laranja a 30 de Agosto de 2009
:) Cumpts.

Comentar