9 comentários:
De Bic Laranja a 29 de Setembro de 2007
Obrigado! Tem que ter som, sem o que se perde a musicalidade. Cumpts.
De Je Maintiendrai a 27 de Setembro de 2007
Que bela ideia a de incluir o som. E que beleza as últimas 4 linhas... Ouvia-as um dia na boca inspirada desse grande latinista que foi Virgílio Fereira.
De Bic Laranja a 24 de Setembro de 2007
De nada! Cumpts.
De Xantipa a 24 de Setembro de 2007
Obrigada pela referência!
De Bic Laranja a 22 de Setembro de 2007
Ó meu grande amigo! Que surpresa 'ver-te' aqui. É verdade! A pancada de quando em vez torna a dar-me. Um grande abraço para ti.
De Manitas a 22 de Setembro de 2007
Tenho saudades, já há muito tempo que não ouvia, lia...
Continuas ainda com essa pancada...
De Bic Laranja a 22 de Setembro de 2007
Faz sentido caro Réprobo. :) // Dª Luar II: Para mim é outra forma de assimilar o mundo antigo, algo que não consigo escutar no 'silêncio' dos livros. :) // Cumpts.
De Luar 2 a 22 de Setembro de 2007
Caro Bic, é muito curioso e agradável ouvir o latim - som e cadência - como se julga que terá sido falado na antiguidade. Nas aulas que tive, há já uns anos, a professora desenvolveu esforços titânicos para nos melhorar a pronúncia, mas não conseguiu que deixássemos de ler os «esses» finais em «ch», à portuguesa.
De O Réprobo a 21 de Setembro de 2007
A imagem lembrou-me Mata-Hari...
Abraço

Comentar