12 comentários:
De Luísa a 21 de Dezembro de 2009
O problema é que esses matulões nunca levaram umas belas de umas palmadas quando eram crianças e, infelizmente, não têm outros do mesmo tamanho que lhes faça frente.
De Bic Laranja a 23 de Dezembro de 2009
Pois! Parece que não quem faça frente à matulagem.
Boas festas!
De Gastao de Brito e Silva a 21 de Dezembro de 2009
...deves ter andado na Manuel da Maia...anos 70...
De Bic Laranja a 23 de Dezembro de 2009
De vez em quando levavam-me à geladaria Surf, mas os anos 70 foram algo desviados dali.
Cumpts,
De Attenti al Gatti a 22 de Dezembro de 2009
Havia uma variante aos "dois decelitros" (dizia-se "dois celitros") e que constava de uma boa cuspidela aos pés do oponente que, de seguida, era pisada e, acto contínuo, mandavam-se-lhe os cinco dedos à cara.
A.v.o.
De Bic Laranja a 23 de Dezembro de 2009
Era dois 'celitros' era. E havia aqueloutra variante, é verdade.
Boas Festas! :)
De [s.n.] a 22 de Dezembro de 2009
Conhecia as duas variantes,mas a sua aplicação nestas circunstâncias é deliciosa.Parabéns e muito Boas Festas.Fernando C.
De Bic Laranja a 23 de Dezembro de 2009
Muito obrigado! Boas festas para si e para os seus também, caríssimo Fernando C..
Abraço.
De MCV a 22 de Dezembro de 2009
Na minha zona, passava-se o dedo cuspido por detrás da orelha do agravado.
Se não tivesse lido agora, nunca mais me lembraria de tal.
Tinha uma designação mas não era essa.
Abraço
De Bic Laranja a 23 de Dezembro de 2009
Que designação teria nem imagino...
Boas festas!
De cabo carvoeiro a 22 de Dezembro de 2009
A todos os níveis acontecem estas situações , é assim que as guerras acontecem com ódios que duram uma eternidade, só um exemplo durante a II guerra mundial bancos ingleses emprestavam dinheiro ao III Reich , que estava em guerra com a Inglaterra, nada mudou só é pena que a humanidade não tivesse aprendido nada.
De Bic Laranja a 23 de Dezembro de 2009
Acirrar só pelo prazer da guerra parece-me que é da natureza destes primatas.
Boas festas!

Comentar