5 comentários:
De Bic Laranja a 8 de Setembro de 2007
Vai ver-se e até gente grada foi enganada... Ou talvez não. Cumpts.
De asdrubal a 7 de Setembro de 2007
«(...) Fernando Santo afirmou que, dos actuais 314, «não faz sentido existirem mais de 60/70 cursos de engenharia».
Isto porque, na sua opinião, «não vale a pena fazer marketing de cursos por nomes», lamentando que existam «cursos que têm três designações mas são um 3 em 1, para enganar as pessoas(...)». (TSF)

Simplesmente não se pode viver num País assim.




De Bic Laranja a 6 de Setembro de 2007
Grazie Scarlata! // Até errando se fracassa. Haverá futuro? // Cumpts.
De O Réprobo a 6 de Setembro de 2007
Meu Caro Bic, não é um falhanço do ensino, pois a governação das últimas décadas há muito prescindiu dele como objectivo principal. Ergueu um novo, o de cativar a universalidade discente para a escola. Eis agora, posta ao léu, toda a medida do seu fracasso. Ab.
De Scarlata a 6 de Setembro de 2007
A situaçao é grave... mas nao pude deixar de sorrir com a tua proposta. :D

Comentar