De Attenti al Gatti a 26 de Junho de 2010 às 00:37
A possibilidade de inverter a marcha invertendo a admissão de vapôr nos cilidros, já anteriormente considerada, deixa-me dúvidas pelo seguinte: o êmbolo, no interior do cilindro, tem sempre o mesmo movimento, quer se inverta ou não a admissão do vapôr ou seja, neste caso, anda sempre para trás e para a frente. Idem, no que toca à biela e assim sucessivamente, pelo que parece que deverá haver uma engrenagem intercalar (à semelhança da caixa de velocidade nos automóveis)que altere o sentido da fôrça que provem das bielas. Mas isto é apenas produto das minhas congeminações logo, passível de erro.
De todo o modo, os meus agradecimentos pela atenção dada ao caso.
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.