11 comentários:
De Carlos Portugal a 28 de Junho de 2010
Caro Bic:

Coitados dos «expressionistas»... Custava-lhes tanto escrever na Língua de Camões, habituados que estavam a qualquer linguajar pseudo-globalista. Assim, optaram por escrever em crioulo, dialecto que nem os nossos antigos Territórios Ultramarinos já usam...
Só os brasileiros, mas o que eles falam e escrevem já não é português, mas sim uma mistura dos mil e um dialectos dos emigrantes que povoaram aquelas que foram, em tempos áureos, as Terras de Vera Cruz.

Mas nem para eles tal aberração serve, já que só visa a ortografia, e a sintaxe brasileira é abismalmente diferente da portuguesa.

Então porquê o disparate do «acordo ortográfico»? Só se for para destruir ainda mais Portugal, tentando-o abastardar na sua Alma: a Língua Pátria.

Felizmente, a maior parte das Editoras Portuguesas dignas desse nome, ignoram por completo tal «acordo» saído de iletrados.

Cumprimentos.
De Bic Laranja a 29 de Junho de 2010
Pois! São institucionalões e avançam na asneira sem o Vocabulário estatuído no estúpido acordo. Este parece que é para vigorar a todo o custo.
Cumpts.

Comentar