6 comentários:
De Bic Laranja a 19 de Agosto de 2007
Ah! Ah! Que história engraçada. Cumpts.
De Luar 2 a 19 de Agosto de 2007
Caro Bic Laranja, lembrou-me do tempo em que também chamava «plim-plins» aos eléctricos. Só não me recordo de fazer qualquer menção a Xabregas. Nessa altura, além de ignorar quase todos os nomes de ruas e bairros de Lisboa, procurava, aos raros que conhecia, dar um sentido. Se me perguntavam, por exemplo, onde morava, respondia: «Na rua sem pai e pina (Sampaio e Pina)». E acrescentava, rapidamente: «Mas tenho pai!»
De Bic Laranja a 18 de Agosto de 2007
Pois! Senão era um bela vista para o... próximo eléctrico. :) Cumpts.
De T a 18 de Agosto de 2007
Quando vim viver para Lisboa e morava na Belavista à Lapa era mais o plim! Plim! olhó o vinte óito e a corrermos que nem doidas para a paragem. Era uma casa de "estudantas" :)
De Bic Laranja a 18 de Agosto de 2007
Obrigado eu!
De me a 18 de Agosto de 2007
Desculpe-me, pelas omissões!
Vós (Vexa) tem tido um trabalho monumental, de excepção e interessantíssimo sobre o passado.
O Bic Laranja tem sido um dos meus locais de Paz, de desagravo, de boas memórias.
Muito grato.
Bem haja!

Comentar