Sexta-feira, 27 de Agosto de 2010

27.000 dias... disto!...

Salazar, Terreiro do Paço (H. Novais, s.d.)
Salazar, Terreiro do Paço, [s.d.].
Horácio de Novais, in Biblioteca de Arte da F.C.G..

 A propósito da sua demanda dum poema e da fugaz menção pelo prof. Marcelo de Sousa, há tempos, dum livro do poeta Rodrigo Emílio, refere a escritora Rita Ferro a confrangedora prosa wikipédica sobre o dito poeta – "vão direitos à secção «pós-25 de Abril» e adjectivem a gosto." – Tem razão a escritora, mas da Wikipédia [e quejandas] não se pode esperar demais; qualquer um lá bota discurso. Já da Antena 1 não; aquilo que havia de ser uma rádio sóbria confrange muito mais. Ouça o benévolo leitor ao José Nuno Martins & C.ª na rádio hoje e veja lá, mesmo sendo de esquerda, se precisa adjectivar mais.

 

 27.000 dias de rádio, Antena 1, 27/8/2010.

 

(Revisto às 11h20 da noute.)

Escrito com Bic Laranja às 17:52
Verbete | comentar
11 comentários:
De Daniel a 27 de Agosto de 2010
Caro Bic,

Eu estou é aparvalhado com os comentários que se fazem no blog dessa senhora. A certa altura alguem diz "A Arte, Rita, é de Esquerda! Ser Artista e de Direita é uma impossibilidade: é gelo quente, chuva seca." e a partir desse momento começa-se uma grande verborreia sempre com esta premissa por base.
Tanto barulho por tão pouco. Estes "esquerdistas" estão sempre muito irritadiços.

De Bic Laranja a 27 de Agosto de 2010
Dá dó ver esse leitor logo na frase seguinte equivocar-se: 'claro que há equívocos'. A besta ferrou-se. Saberá ele quem é a Rita Ferro?
Cumpts.
De Luísa a 27 de Agosto de 2010
Não consegui ouvir nada. Quanto ao link sobre o poeta (que até era do meu concelho, mas de quem eu nunca tiva ouvido falar!!)... só me veio uma palavra à cabeça: porra!! Mas depois estive a ver o site, que também era coisa que desconhecia, e aí voltou-me a mesma palavra à cabeça, mas de forma repetitiva... O mundo perde-se aos poucos, não?!
De Bic Laranja a 27 de Agosto de 2010
Para ouvir na fonte:
http://tv1.rtp.pt/multimedia/progAudio.php?prog=4199&clip_wma=71961
Cumpts.
De Luísa a 27 de Agosto de 2010
Agradeço-lhe o facto de ter colocado a ligação.
Mas, das duas uma, ou eu estou exausta e estou a perceber tudo mal, ou os senhores que falam estão altamente parciais. Tal e qual como o tal artigo, só que na direcção oposta. Os jornalistas não deviam ser mais isentos? Juro que não entendo como é possível...
E acho que não é hora de entender, pois amanhã levanto-me demasiado cedo para estar aqui a matutar...
De Bic Laranja a 27 de Agosto de 2010
Percebeu bem. São faces da mesma moeda.
Boa noite! :)
De Bic Laranja a 27 de Agosto de 2010
Perde-se aos pouco mas vai em aceleração.
Cumpts.
De MCV a 27 de Agosto de 2010
Indo para a lateral - é uma grande fotografia.
Tirada de cima de um escadote? De braços muito esticados para cima?
Abraço
De Bic Laranja a 27 de Agosto de 2010
É bem possível, sim. bem possível.
Cumpts.
De Maria a 28 de Agosto de 2010
Embora goste muito da poesia de Rodrigo Emílio, não é dela que quero comentar, mas sim da fotografia que reproduz.
Que bela imagem! Diz tudo sobre o quanto aquelas centenas de milhar de portugueses ali presentes (aquele sim, era o verdadeiro povo) apreciavam Salazar. E ainda falta ver os muitos milhares que a fotografia não abrange. Mais espaço houvera no Terreiro do Paço e mais gente teria aparecido. E não venham cá dizer hipòcritamente que aqueles portugueses eram "obrigados" a estar ali, porque é uma rotunda mentira. Ou será que a esquerda aldrabona ainda é capaz de propagandear o contrário nos dias que correm? Claro que já quase se calou com essa cassette que durou dezenas d'anos. Contràriamente a Salazar, é precisamente isso que ela faz há 36 anos para ter gente com fartura nos comícios e manifestações (e nunca chegaram a esta mole, note-se), além dos que são mesmo obrigados a comparecer - militantes, quadros do partido, etc. - as outras poucas centenas, eventualmente um milhar, excepcionalmente dois, de simpatizantes e curiosos, só lá vai à custa de comes e bebes, presentes de toda a ordem, viagens gratuitas d'ida e volta para a santa terrinha e, para os mais sortudos, cargos os mais diferenciados mormente na administração pública, estes estão sempre assegurados (por isso mesmo ela está quase a explodir - à imagem do próprio país, aliás) nem que para isso a grande maioria desses cargos, completamente supérfluos, diga-se, tenham de ser inventados..., como efectivamente tem sucedido ao longo dos anos até aos dias de hoje. E não só nos partidos da esquerda, esclareça-se.
Porventura Salazar alguma vez retribuiu deste modo embusteiro e oportunista aqueles muitos milhares de pessoas que estão a vitoriá-lo no Terreiro do Paço e que também o fizeram em muitas outras alturas de igual modo? Nunca! Quem disser o contrário mente com quantos dentes tem na boca.
Mas se o fizerem não admira: mentir está-lhes na massa do sangue. Na verdade é a única matéria em que todos eles são doutorados com distinção.

Parabéns pela belíssima fotografia.
Maria
De Bic Laranja a 28 de Agosto de 2010
Mérito do fotógrafo, mas obrigado!
Com sua licença respondo-lhe mais detalhadamente a seguir...
Cumpts.

Comentar

Maio 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
21
23
25
26
27
29
30
31

Visitante


Contador

Selo de garantia

pesquisar

Ligações

Adamastor (O)
Apartado 53
Arquivo Digital 7cv
Bic Cristal
Blog[o] de Cheiros
Carmo e a Trindade (O)
Chove
Cidade Surpreendente (A)
Corta-Fitas(pub)
Delito de Opinião
Dragoscópio
Eléctricos
Espectador Portuguez (O)
Estado Sentido
Eternas Saudades do Futuro
Fadocravo
Firefox contra o Acordo Ortográfico
H Gasolim Ultramarino
Ilustração Portuguesa
Lisboa
Lisboa de Antigamente
Lisboa Desaparecida
Menina Marota
Mercado de Bem-Fica
Meu Bazar de Ideias
Paixão por Lisboa
Pena e Espada(pub)
Perspectivas(pub)
Pombalinho
Porta da Loja
Porto e não só (Do)
Portugal em Postais Antigos(pub)
Retalhos de Bem-Fica
Restos de Colecção
Rio das Maçãs(pub)
Ruas de Lisboa com Alguma História
Ruinarte(pub)
Santa Nostalgia
Terra das Vacas (Na)
Tradicionalista (O)
Ultramar

arquivo

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

____