4 comentários:
De Carlos Portugal a 19 de Outubro de 2010
Caro Bic:
A nota no recibo é quase uma justificação... Na verdade, a Livraria Sá da Costa era conotada com a oposição ao Estado Novo. Mas, como o preço pedido era muito mais em conta, Salazar viu-se quase na obrigação de anotar a diferença de preços com a Bertrand, como que a justificar ter adquirido os dicionários numa livraria oposicionista. Curiosíssimo!

É claro que qualquer comparação com os membros do actual desgoverno é completamente descabida...

Cumprimentos
De Bic Laranja a 19 de Outubro de 2010
A nota é uma justificação, sem dúvida. Se é como diz, por outra razão, ou por todas juntas vá lá saber-se...
Cumpts.
De Gastao de Brito e Silva a 20 de Outubro de 2010
Dizem que Salazar deixou Portugal com um atraso de trinta anos....hoje estamos, segundo alguns economistas, com um atraso económico entre 50 e 100 anos....Volta Salazar....estás perdoado!!!
De Bic Laranja a 22 de Outubro de 2010
E com quantos 'anos de atraso' encontrou ele Portugal? Para ter as continhas todas certas.
Cumpts.

Comentar