16 comentários:
De Carlos Portugal a 3 de Fevereiro de 2011
Caro Bic:

Esta canalha quer institucionalizar a imbecilidade, a estupidez e a incultura para que a população se reduza a povoléu e seja mais facilmente dominável. Chegam ao ponto de quererem obrigar os professores de Português a alterarem não só a grafia de muitas palavras para «brazuquês» como também a sua pronúncia (!). Assim, já alguns se queixam de que os querem obrigar a ministrar aos alunos a imbecilidade que é escrever e dizer «hormônio» em vez de hormona, e muitas calinadas semelhantes.

O problema é que se queixam e nada fazem, nem sequer ridicularizar junto dos alunos a incultura desta cambada desgovernativa, fazendo-os comparar as grafias - dizendo que, como ministros, secretários de estado, «boys» e políticos em geral são pouco mais do que analfabetos, querem que todos também o sejam por decreto, para a sua insuficiência crassa não avultar tanto.

Os meus filhos, por exemplo, já fizeram constar aos respectivos docentes que escreverão sempre em Português, e não na «novilíngua» importada das favelas.

Enfim, tempos bem tristes estes, Caro Amigo...

Cumprimentos.
De Bic Laranja a 3 de Fevereiro de 2011
Bem verdade.
Cumpts.
De PALAVROSSAVRVS REX a 4 de Fevereiro de 2011
Tal e qual, meu caro. Eu resisto e resistirei. Abraço.

Comentar