12 comentários:
De Carlos Caria a 18 de Maio de 2011
Preferia a Predilecta, a melhor para o avô e para a neta.
Abraço
Carlos Caria
De Bic Laranja a 18 de Maio de 2011
Mas não dava cartas de condução.
Cumpts.
De Carlos Caria a 18 de Maio de 2011
Mas dava diplomas de Engenheiro.
De Bic Laranja a 18 de Maio de 2011
Aos domingos também?...
Cumpts.
De Carlos Caria a 18 de Maio de 2011
A qualquer hora e dia. É pré-impresso e a cores.
De Daniel a 18 de Maio de 2011
Eu realmente em miudo ouvia nao poucas vezes "aquele ganhou a carta na farinha amparo" mas nunca percebi porquê. será que me podem explicar?
De Bic Laranja a 19 de Maio de 2011
Parece que dava brindes.
Cumpts.
De Paulo Cunha Porto a 19 de Maio de 2011
No meu tempo de militar, "Processo de Amparo" era o que livrava da tropa. E desta que nos governa, não há moagem que nos liberte?

Abraço, Caro Bic
De Bic Laranja a 19 de Maio de 2011
Isto não é tropa que anda aí. É uma coisa que nem sei dizer o nome.
Cumpts.
De Carlos Caria a 19 de Maio de 2011
Grande confusão que vai por aí.
A Farinha Amparo dava muitos brindes bem como outros produtos tal como os Caldos Royco de galinha.
Quando se queria brincar como alguém que tinha uma licença ou diploma e não sabia nada, dizia-se que tinha ganho o mesmo na farina Amparo ou nos Caldos Royco .
Já o amparo na tropa é verdade, mas o mesmo era dado aos soldados que não tinham Pai e eram o amparo de mãe dado que a mesma não tinha rendimentos trabalhar fora de casa.
Assim os filhos que eram o único amparo da mãe e não todos ficavam isentos do serviço militar.
Espero ter sido claro, e se estiver mal alguém que me corrija .
Abraço amizade
Carlos Caria
De Bic Laranja a 19 de Maio de 2011
Sim senhor, foi claro. Muito obrigado, prezado Carlos.
Cumpts. :)
De Paulo Cunha Porto a 19 de Maio de 2011
Muito obrigado, Meu Caro Carlos, mas suponho que não tenha lido esse "todos" no meu comentário...
À frente da Secção de Justiça do Quartel-General da Região Militar Sul, elaborei mais de duzentos, mesmo passados vinte e tal anos uma tal imprecisão merecer-me-ia um novo recrutamento, em unidade disciplinar, caso ainda existissem.

Abraços

Comentar