De Paula a 21 de Setembro de 2011
E ESTÁ TUDO DITO.
Quanto aos professores que dizem ser "obrigados" a fazer isto ou aquilo, juntem-se também, que sozinhos não conseguem nada. Com essa de não ter culpa se vai impondo a inércia e aceitando o inaceitável. Ninguém diz que os professores não trabalham, nem ninguém está a exigir que um professor não efectivo se insurja contra este disparate. Mas os que são efectivos podem e devem fazê-lo. Junto com os pais.
De JPG a 21 de Setembro de 2011
Aparentemente isto não tem nada a ver mas, se virmos bem, tem tudo a ver.

Aí pelos idos de 97 fiz um estudo (a pedido do CE, na altura CD) sobre absentismo e aproveitamento no Básico e no Secundário. Quando apresentei os resultados, um volumoso calhamaço por turma, ano, disciplina, docente (faltas) e notas (de cada aluno, um a um), na última página cruzei em gráfico a função pretendida, ou seja, que relação existiria (ou não) entre absentismo e aproveitamento. A conclusão irrefutável, que se via até de relance, de tal forma ambas as curvas seguiam em progressão geométrica, foi de que o "aproveitamento" (as notas) são tanto mais elevadas quanto mais o respectivo professor falta às aulas...

No ano seguinte, do meu grupo de 7, houve um único prof a quem não foi renovado o contrato. Por mera coincidência, talvez.

Quero ilustrar com isto, simplesmente, que o sistema de "ensino" português é - hoje por hoje - uma portentosa máquina de demolição, verdadeiro camartelo intelectual e moral que tudo esborracha sem piedade, terraplanando de imediato seja o que for que se destaque na paisagem desértica ou mesmo quem apenas se atrever a "levantar cabelo", um só que seja.

Para os contratados é fácil, basta esperar pelo fim do contrato. Para os profs " do quadro, bem, para esses alguma coisinha de muito aborrecido se há-de arranjar também, até que este ou aquele se farte de "armar aos cucos". Expediente(s) não falta(m).

Quero dizer com isto: (acho que) compreendo a expressão cifrada "não crie um problema à «minha» colega". Mas admito perfeitamente poder estar enganado, é claro.
De Bic Laranja a 21 de Setembro de 2011
«Um prof. a quem não foi renovado o contrato» ou a quem foi?...
Compreendo a sua ideia. Cuido que é como ilustra. As alpacas trituram tudo, dos professores aos ministros, creio.
Cumpts.
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.