8 comentários:
De cb a 25 de Setembro de 2011
Uma boa ideia, planeada em cima do joelho.
O INAC ainda não licenciou, segundo parece por não reunir as condições necessárias e suficientes para operar com o tipo de helicóptero militar ao serviço na ilha adjacente. Há quem fale entre outras razões, a do peso da máquina voadora.
Salvo melhor opinião, não teria sido previdente (senão mesmo exigível)que os doutos engenheiros "políticos" que planearam a coisa tivessem consultado os especialistas ?
Ou fizeram-no e estes são tão maus como aqueles ?
De Bic Laranja a 26 de Setembro de 2011
Especialistas consultaram; empreiteiros de obras.
Cumpts.

Comentar