6 comentários:
De Attenti al Gatti a 20 de Novembro de 2011
É curioso! Lembro-me, nos primórdios da minha infância, de vêr o arco e a liha do eléctrico, na mesma perpectiva em que se apresentam. Mas isso foi mais de vinte anos depois da data da foto. Talvez por isso não me recorde de todos aqueles prédios à direita. Não sabia que o arco tinha ficado assim, tanto tempo, naquele triste estado.
A.v.o.
De Bic Laranja a 21 de Novembro de 2011
O arco, velha porta de S. Vicente da cerca fernandina, durou talvez além das últimas demolições. Hesitou-se em demoli-lo, mas por fim...
Cumpts.
De João Paulo a 21 de Novembro de 2011
E aqui virá a nascer o "buraco" do Largo do Martim Moniz!
De Bic Laranja a 21 de Novembro de 2011
Foi a esse buraco na imagem que proveio da demolição do palácio do marquês de Alegrete que o povo deu em chamar Martim Moniz, porque era esse o nome da rua por onde seguem as calhas do eléctrico à direita. A câmara foi demolindo e o Martim Moniz assenhoreou-se do chão pela voz popular. Não sei como os novos povoadores lhe chamarão.
Cumpts.
De Pedro Sá a 17 de Abril de 2015
Esta perspectiva corresponde a qual, actualmente?
De Bic Laranja a 17 de Abril de 2015
Provavelmente do 1.º andar no n.º 2 da Rua da Mouraria, olhando para S. Domingos.
http://binged.it/1DPsFfU
Cumpts.

Comentar