Terça-feira, 5 de Junho de 2007

A envolvente

Depois da inauguração do túnel da Rotunda recebi esta mensagem da prezada leitora Isabel.

 Olá Caro Bic,

 Vinha fazer-lhe um desafio e pedir-lhe uma opinião. Quando tiver tempo, leve a sua máquina fotográfica [...] ao Marquês de Pombal, na entrada para o túnel do lado da Fontes Pereira de Melo. O vereador dos espaços verdinhos anda a falar da envolvente, dos jacarandás mas o que eu vejo não é isso. O que vi foi o desaparecimento visual de uma praça, da visão de conjunto, substituida por barreiras e obstáculos. Tudo muito jeitoso para os carros [...] Se quer que lhe diga, aquilo é um pesadelo. Mas é a minha opinião. Depois dá-nos a sua? Conhece a cidade e para mim isso é importante. Até agora não ouvi ninguém falar da envolvente. Desconfio que estou de má fé.
 :)
 Obrigada,
 Isabel

 Enviado por ISABEL em 25/04/07 às 10:04 PM


Preâmbulo:


Boca do túnel, Lisboa © 2007


Resposta:


 Prezada Isabel,
 Honra-me o desafio que me faz e o interesse em saber o que penso. Oxalá me perdoe tanta demora e tão desinspirada resposta.
 O que me ocorre advém do que objectivamente vejo no início da Av. Fontes Pereira de Melo: duas embocaduras do túnel e quase 300m de alcatrão repartido por dez faixas de rodagem separadas por muros e frades, bordejadas longitudinalmente por dois passeios, e encimadas por duas passadeiras: uma em chegando à Rotunda e outra - a seguinte na avenida - acima do entroncamento com a António Augusto de Aguiar. À roda há um pedaço ajardinado do Parque e vários mamarrachos - deitam sombra à avenida mas encobrem-lhe o castelo e o Tejo.
 Para os automobilistas que se não atrapalhem com tanta largueza de vias a obra está muito bem: cinco faixas em cada sentido numa avenida é um luxo. Para os que jornadeiem por ali a pé assiste-lhes porém maior estreiteza; no lado do Parque o passeio é para magrinhos; há sitios onde só cabe o candeeiro, que, claro, nunca se desvia; desvia-se o peão. Mas que importa. Quem mais anda ali a pé são turistas; não dão votos.
 Mas adiante.
 Prossigamos nos obstáculos que fragmentam a vista da Rotunda: este lugar na Fontes Pereira de Melo está [ainda] livre dos grandes cartazes de publicidade - os edis cá nisso agora foram prudentes. Menos mal. A sinalização de trânsito tapa a vista, sim senhora, mas a obra ali acabada é tão superior a uma auto-estrada que quase se consegue desculpar. Deixando a ironia, a verdade é que acima da Sidónio Pais, em qualquer dos passeios, o vislumbre da Rotunda é prejudicado pelo diverso... mobiliário urbano, como agora se diz, e pelo permanente trânsito de carros...
 As imagens que aqui ficam valem o que valem; quem queira passear por ali e apreciar a cidade do futuro deve fazê-lo de popó: uma voltinha para lá, uma voltinha para cá e ele obtém-se os melhores ângulos para apreciar as vistas desde a moleza dos engarrafamentos. Fazê-lo a pé pelo meio da avenida também podia... Dá mais amplos panoramas mas - mesmo ao domingo de manhã - desaconselho. Os carros são como flechas apontadas a nós.


Rotunda © 2007 Av. de Fontes Pereira de Melo, Lisboa © 2007 Rotunda © 2007

 Pois bem! Do que digo acima o crédito é certamente do vereador ou vereadora do trânsito; mas a prezada Isabel falava no vereador dos jardins. Pois a ele, ainda que lhe conceda haver um jacarandá ao fundo da Sidónio Pais, mais o aparente aprumo em se que se vê o Parque desde a Av. Fontes Pereira de Melo, não quero deixar de lhe endereçar esse arranjo da varanda do Metro que ponho aí adiante.
 À prezada Isabel, os mais respeitosos cumprimentos!
Lixo, Lisboa, © 2007  Sana Mato Hotel, Lisboa © 2007
Escrito com Bic Laranja às 06:47
Verbete | comentar
20 comentários:
De Bic Laranja a 7 de Junho de 2007
:]
De T a 7 de Junho de 2007
Para mim cobravam só aos alemães:)
De Bic Laranja a 7 de Junho de 2007
E se cobrassem entradas no castelo só aos da Guiné? Mas deixe! Deixe! Cumpts.
De T a 7 de Junho de 2007
Bem a reclamação do castelo devia ter seguido para Bingo e Presidente com ela. O pior é que da câmara se fizeram mil empresas municipais. Não sei se o Castelo está a ser gerido pela EGEAC, mas penso que sim. Mas os lisboetas continuam a ter entrada livre. Acho mal, mas é uma tendência em todos os países.

No caso do Arkivo é pior ainda. A temática é gira, há conteúdo e pespegam lá um herói com K. Como se houvera necessidade. Quando fizemos o blogue e o sítio infantil optámos por escrever em português, sem usar aproximações absurdas. Nem por isso os miúdos deixam de o ler.
Mas no mínimo, deveriam ter respondido . Deve estar o seu e-mail repousando adormecido numa secretária qualquer. Tem que os espevitar.
De T a 7 de Junho de 2007
Ladrão que rouba a ladrão...
Vou ler os seus verbetes. Se mete portagens a tendência é inflacionar sim.
De Bic Laranja a 7 de Junho de 2007
Não acredito que roubasse. E os carrinhos do Bº Pe. Cruz não são 'fashion'... Reclamar já fiz: sobre as portagens no castelo (v. http://biclaranja.blogs.sapo.pt/arquivo/726312.html ) e sobre o jornalinho do arquivo municipal (v. http://biclaranja.blogs.sapo.pt/arquivo/863700.html ). A 1ª teve a consequência de enteretant já terem aumentado as portagens; da 2ª reclamação mantenho esperanças que me respondam... Cumpts.
De T a 7 de Junho de 2007
Amigos cansados de me carregarem os sacos de livros, ofereceram-me o trolleyzito. Mais, talvez por recearem que eu roubasse ali um do Carrefour no Bairro Padre Cruz...Afinal há ali tantos abandonados:)
Tenho que o fotografar! Este é muito fashion.
Quanto à sensibilidade, sei que atacando e responsabilizando os serviços, por vezes dá certo. E estamos em eleições.


De Bic Laranja a 7 de Junho de 2007
Réprobo: sendo o maior o de 1910. // Dona T.: Não vale tomar carrinhos de supermercado 'emprestados' :) // Cumpts.
De Bic Laranja a 6 de Junho de 2007
Estimada D. Maria: Peço desculpa por me não ter ocorrido facultar-lhe logo o endereço de apoio aos munícipes da C.M.L.. Felizmente a sra. Dona T., mais sensível e atenta em boa hora o fez. Procurarei tratar do parque Silva Porto numa próxima oportunidade. Resta-me agradecer as suas mais que amáveis palavras. Obrigado! // Obrigado também a si Dona T. // Cumpts.
De T a 6 de Junho de 2007
O buraco do parque de esctaionamento até dá muito jeito, durante a Feira do Livro. É descarregar o trolleyzito na viatura e pronto.

Comentar

Julho 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Visitante


Contador

Selo de garantia

pesquisar

Ligações

Adamastor (O)
Apartado 53
Arquivo Digital 7cv
Bic Cristal
Blog[o] de Cheiros
Carmo e a Trindade (O)
Chove
Cidade Surpreendente (A)
Corta-Fitas(pub)
Delito de Opinião
Dragoscópio
Eléctricos
Espectador Portuguez (O)
Estado Sentido
Eternas Saudades do Futuro
Fadocravo
Firefox contra o Acordo Ortográfico
H Gasolim Ultramarino
Ilustração Portuguesa
Lisboa
Lisboa de Antigamente
Lisboa Desaparecida
Menina Marota
Mercado de Bem-Fica
Meu Bazar de Ideias
Paixão por Lisboa
Pena e Espada(pub)
Perspectivas(pub)
Pombalinho
Porta da Loja
Porto e não só (Do)
Portugal em Postais Antigos(pub)
Retalhos de Bem-Fica
Restos de Colecção
Rio das Maçãs(pub)
Ruas de Lisboa com Alguma História
Ruinarte(pub)
Santa Nostalgia
Terra das Vacas (Na)
Tradicionalista (O)
Ultramar

arquivo

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

____