De Inpector Jaap a 11 de Janeiro de 2012
A tudo o que está descrito no verbete, juntem as enormes quantidades do material de guerra que foi dado aos “democratas” das “gloriosas fapla ” (quem se lembra?)
É que, ao que parece, houve um momento em que o Savimbi andou perigosamente perto de ganhar a guerra civil, essa (deles) de que, cobardemente, ninguém fala, por contraponto com a “colonial”, a “nossa”, a vil.
Portanto, caro Bic , não se admire de deixarem os portugueses a repatriar, para trás, pois esses, os “colonialistas” e “negreiros”, ainda valiam menos…

Já agora, para me sair o fel todo, sabem onde param esses “dossiers”? Em Moscovo, pois então!!! E convém não esquecer umas quantas medalhas “Lenine” ganhas por uns crápulas cá do burgo com o barreirinhas à cabeça, que, de portugueses, só tinham o lugar de nascimento e mais nada, já que se venderam ( e a nós também) a outros credos, que o não o nosso; se calhar alguma desses foi para algum elemento desse grupo de que fala o Comandante da TAP, quem sabe?
Cumpts
De Bic Laranja a 15 de Janeiro de 2012
Eu, de material de guerra, tenho uma ténue memória dumas fábricas que cá tínhamos, mas que se esvairam meia dúzia de anos depois de nos diluirem na C.E.E.. Foi pela mesma época em que cortaram a goela ao Galo Negro, quere-me parecer. Só agora isto me ocorre...
Cumpts.
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.