8 comentários:
De Carlos Portugal a 17 de Maio de 2012
Terrível catástrofe, Caro Bic! Com todos os habituais arautos da desgraça a berrarem o fim do Mundo alto e bom som, como está bem de ver...
Eu, voltaria às minhas leituras, que ainda tenho muito que pôr em dia...
Cumprimentos.
De Bic Laranja a 20 de Maio de 2012
Não seria o fim de nada, claro.
O mesmo comigo.
Cumpts.
De Inspector Jaap a 23 de Maio de 2012
Isso já está a acontecer comigo, a com a televisão... Que bom voltar a sentir a volúpia do tacto de um livro, o cheiro do papel, e o deleite de uma grafia correcta.
Cumpts a ambos
De tron a 18 de Maio de 2012
Para mim a internet não foi nenhuma tragédia, aliás bem pelo contrário.
Quando a internet começou a sério em Portugal, para mim foi uma ferramenta preciosa para os meus estudos liceais, felizmene ante do aborto ortográfico e fez-me aguçar ainda mais um certo instinto de pesquisa e de "jornaista" que complementando com as revistas francesas que já lia, me ajudava a criar bons trabalhos escolares.
Nos tempos mais recentes, começou como uma certa continuação dos tempos de escola passando pela criação de laços de amizade pelas redes sociais dada a minha vida quase monástica
De Bic Laranja a 20 de Maio de 2012
Claro que Internete não é uma tragédia. Antes pelo contrário. Mas nem o seu fim havia de ser.
Não creio que acabe. Mas não se esqueça que tem dono. É preciso pagar a portagem para lá andar.
Cumpts.
De Duarte Lima a 18 de Maio de 2012
*Dia da Espiga*S.Pascoal Bailão,R.*D.do Alfaiate*

Borda D'Água 2012.
De Bic Laranja a 20 de Maio de 2012
O bom velho «Borda d'Água», com apóstrofo e tudo.
Grato!
De ASeverino a 22 de Maio de 2012
Dia do cão
Dia do gato
Dia da mula
Quanto à Internet - invenção do meio-século, mas também não era preciso os portugueses pôrem-se, de repente, de cócoras perante tamanha "besta"

Comentar