Quarta-feira, 28 de Novembro de 2012

E no governo, andam surdos ou são apenas burrinhos?

« Quando a sociedade moderna toma as suas decisões de consumo através de motores de busca, 'websites', redes sociais e recomendações 'online', é essencial estar presente mas também ser relevante, em particular no seu próprio país.
  Desde a implementação no novo (des)acordo ortográfico que muitas empresas e marcas 'online' em Portugal sentem uma quebra significativa nas visitas ao seu 'site' e no volume de negócios daí proveniente.»

New Media Consulting, 27/XI/2012.


Armazéns da Matinha, Lisboa, [s.d.].
A.N.T.T, «O Século», Joshua Benoliel...

Adenda:
 Relembra-me muito bem o prezado leitor J.P.G. dum seu escrito de antecipação ao problema: -- «Googlar passará, caso o dito aborto se torne obrigatório, a devolver à cabeça apenas resultados em “brasileiro” – isto é, de sites e de blogs brasileiros...» -- O seu artigo é já de Abril de 2008 -- Abril de 2008 -- e, no que escrevia, antecipava com argúcia o que só agora os da New Media Consulting deram em descobrir.  Merece leitura o dito  artigo porque além de antecipar o problema, corrobora-o com exemplos do reflexo de largo espectro desta patranha ortográfica na economia.
 Num tempo em que a nossa vida política como nação é redutoramente posta em termos de Economia, unicamente de Economia -- e sabemos de o próprio Malaca ter  proclamado formalmente o aborto tortográfico como político, logo económico -- vemos mais claramente assim a parte que nos cabe neste negócio. E isto é mesmo assim e não pode deixar de ser assim porque os do governo, cá, ou são surdos ou são mesmo estúpidos. Tudo no pressuposto, claro, de não serem afinal meros marcianos disfarçados...

Escrito com Bic Laranja às 21:14
Verbete | comentar
10 comentários:
De [s.n.] a 29 de Novembro de 2012
Confesso esgotada a minha capacidade de ouvir a argumentação apresentada pelo chefe dos ladrões Passos Coelho e do resto do gang, bem como a corte de engraxadores e de lacaios que vão enchendo a comunicação social, com o seu estafado argumentario salazarento em defesa da economia e do estado português, baseado no emprobecimento do povo, que enganaram com promessas eleitorais mentirosas, optando pela defesa da finança alemã.

A miséria a que está a conduzir o nosso gente, não tem argumentação possível razão porque encerrei a partir de hoje, com a audição do jovem salazar português, a minha capacidade de ouvir qualquer tipo de argumentação daquela gente.

Declaro-me a partir de hoje em desobediência civil enquanto esta gentalha se mantiver no governo. Este governo ilegítimo e ilegal, quanto mais não seja pelo facto de ser um governo fora da lei, considerando que insiste em governar contra a lei fundamental de Portugal a Constituição. Não devemos esquecer o que aconteceu com o orçamento de 2012, quando algumas das medidas orçamentais foram consideradas ilegais, embora tivessem sido deixadas passar, por razões que o Tribunal Constitucional considerou poderem ser aceites.

Este governo, é um governo com pena suspensa, que reincidindo no mesmo crime, deve ser banido por aquele Tribunal.

Banido em definitivo, da cena política deve ser não só essa gentalha do PSD, como o seu inútil apêndice político chamado CDS.PPm que claramente não faz mais nada do que tentar passar a imagem de alguém que estando não está, assina acordos com a gentalha do governo mas finge que não gosta e aparece chorando lágrimas de crocodilo, para salvaguardar futuras eleições.
De Bic Laranja a 9 de Dezembro de 2012
Argumentário em defesa do Estado Português?! Tem a certeza? E empobrecimento do povo como o malvado Salazar o fazia?!
Ora!...
De tron a 29 de Novembro de 2012
são apenas idiotas
De Bic Laranja a 9 de Dezembro de 2012
Idiotas com poder são um perigo.
Cumpts.
De Paulo Cunha Porto a 29 de Novembro de 2012
Que a Ortografia podia assumir-se como sinal da depressão do País, não é novidade de maior. Mas já o é este upgrading de se arvorar em co-gerador dela.

Abraço, Caro Bic
De Bic Laranja a 9 de Dezembro de 2012
Derreter uma nação inteira é obra de vulto. Como havia muitos a procurar tomá-lo em mão houve de se distribuir pelouros.
Cumpts.
De JPG a 29 de Novembro de 2012
Pedindo antecipadamente desculpas pela auto-citação: já em Abril de 2008 tinha alertado para a situação que agora, quase 5 anos depois, se verifica. Na altura, evidentemente, a dita situação ainda não tinha sido "referida em lado algum".

http://apdeites2.cedilha.net/?p=865

Cumprimentos.
De Bic Laranja a 9 de Dezembro de 2012
Obrigado por mo lembrar.
Cumpts.
De Inspector Jaap a 6 de Dezembro de 2012
Estaremos, ou não, a falar de gente(inha) que, se encostar o polegar ao nariz e abrir a mão, já não conseguirá ver a falangeta do dedo mindinho?
Mas então não é claro que o que está por trás desta negociata que fede, é apenas a concupiscência económica? Mas eles são lá capazes de qualquer previsão digna desse nome? E se o fossem, isso interessar-lhes-ia para alguma coisa? Renegados, é o que todos elas são, a começar no malacaca do castelo, e a acabar no bichoco das feitorias de além-mar; o giro é que, ou muito me engano, ou os lado lado de lá vão fazer tábua rasa do papel que assinaram,; seria de cruz?
Cumpts
De Bic Laranja a 9 de Dezembro de 2012
Previsões de ruína só importariam se calhassem ao negócio. No caso o negócio estriba-se por definição na ruína -- continuada -- do idioma.
Cumpts.

Comentar

Maio 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
21
23
25
26
27
29
30
31

Visitante


Contador

Selo de garantia

pesquisar

Ligações

Adamastor (O)
Apartado 53
Arquivo Digital 7cv
Bic Cristal
Blog[o] de Cheiros
Carmo e a Trindade (O)
Chove
Cidade Surpreendente (A)
Corta-Fitas(pub)
Delito de Opinião
Dragoscópio
Eléctricos
Espectador Portuguez (O)
Estado Sentido
Eternas Saudades do Futuro
Fadocravo
Firefox contra o Acordo Ortográfico
H Gasolim Ultramarino
Ilustração Portuguesa
Lisboa
Lisboa de Antigamente
Lisboa Desaparecida
Menina Marota
Mercado de Bem-Fica
Meu Bazar de Ideias
Paixão por Lisboa
Pena e Espada(pub)
Perspectivas(pub)
Pombalinho
Porta da Loja
Porto e não só (Do)
Portugal em Postais Antigos(pub)
Retalhos de Bem-Fica
Restos de Colecção
Rio das Maçãs(pub)
Ruas de Lisboa com Alguma História
Ruinarte(pub)
Santa Nostalgia
Terra das Vacas (Na)
Tradicionalista (O)
Ultramar

arquivo

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

____